Um Cara Egoísta


Há três dias eu não consigo dormir, estou preocupado com o jogo da final do campeonato. Não consigo dormir mesmo sabendo que tenho de acordar ás cinco da manhã, para ir para escola.  Há três noites eu estava deitado olhando para a escuridão e tentando convencer meu cérebro de que dormir, era o melhor negocio, e no meio daquele silencio ensurdecedor eu ouvi um sussurro, eu não sei se era exatamente isso, mas eu fiquei em alerta.

Sentei-me em minha cama e observei envolta, a única luz que havia em meu quarto era a de um carro que acabara de passar, e fazia as sombras se mexerem em meu quarto, notei que começava a chover, e as primeiras gotas batiam no telhado, quando eu ouvi novamente o sussurro, agora audível, dizia ”venha ao espelho...”, soou como se fosse um segredo, uma voz baixa, rouca e seca.

Levantei-me e andei pelo quarto indo até minha escrivaninha, peguei uma lanterna que estava em uma das gavetas e apontei para o espelho, não havia nada, mas eu olhei mais de perto, e me deparei com uma criatura estranha, pode me chamar de maluco, mas eu não havia bebido nem uma gota de álcool aquele dia, era uma criatura um pouco mais alta que eu, sem olhos, havia apenas buracos que pareciam levar á eternidade, sua pele era cinza cheia de cortes irregulares e fundos, dos quais escorria muito sangue, como se ele acabasse de ser atropelado por um trem. Eu fiquei o olhando, imaginando se eu não havia mesmo bebido nem um gole de José Cuervo, mas não, acho que não...

Brotando Culpa


Lembro-me de quando eu gostava de dormir, era prazeroso pra mim, um tipo de fuga da realidade. Depois de alguns anos eu já não dormia muito bem, então comecei a tomar um remédio para os nervos ele me fazia ter sonhos vívidos, pareciam muito reais. Mas há alguns dias meus sonhos estão estranhos e minha vida bagunçada. Eles evoluíram para sonhos violentos e bizarros, em que eu testemunho os meus amigos e familiares sendo mortos. Eu acordava sempre suado e ofegante, eu não podia mais continuar assim, então parei de tomar os remédios.

Ontem tive um sonho de outro calibre era mais surreal. Eu sou um soldado, estava em uma selva, vejo inimigos, mas eles não me veem. Eu caio em cima deles e corto suas gargantas, suavemente e facilmente. Viro-me para ver os meus companheiros, e eles estão um olhar chocado em seus rostos. Eu me viro para olhar para os corpos de meus inimigos, e encontro os corpos mortos de minha família... Esses poucos segundos em que encaro aquela atrocidade, parecem durar horas, e em seguida, eu acordo.

Halloween - O Dia das bruxas

O Dia das Bruxas (Halloween -lido Halouín- é o nome original na língua inglesa) é um evento tradicional e cultural, que ocorre basicamente nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como base e origem as celebrações dos antigos povos.

Posto que, entre o pôr-do-sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome actual da festa: Hallow Evening → Hallowe'en → Halloween. Rapidamente se conclui que o termo "Dia das bruxas" não é utilizado pelos povos de língua inglesa, sendo essa uma designação apenas dos povos de língua portuguesa.

Outra hipótese é que a Igreja Católica tenha tentado eliminar a festa pagã do Samhain instituindo restrições na véspera do Dia de Todos os Santos. Este dia seria conhecido nos países de língua inglesa como All Hallows' Eve.

MARILYN MANSON - This Is Halloween

Bom halloween! Ou não...

Caso Ummo

O Caso Ummo foi o mais famoso caso ufológico espanhol, com ramificações em vários países (França e Argentina, dentre outros). Supostos extraterrestres, que ficaram conhecido como "ummitas", teriam chegado ao nosso mundo em 1950, iniciando uma série de contatos visuais com os espanhóis. Suas naves tinham um grande símbolo, parecido com "]+[", que se proliferou nos meios esotéricos e ufológicos a partir das mensagens "recebidas" pelo "contatado" Fernando Sesma.

Os "ummitas", ao longo de muitos anos, disponibilizaram inúmeros textos (distribuídos a partir de seus contactos) que abordavam temas vinculados à física, astronomia, química, sociologia, política e biologia, dentre outros tópicos, recheados de conceitos revolucionários. Várias novas teorias foram apresentadas; foi utilizada linguagem científica (inclusive fórmulas matemáticas) em muitos desses escritos. O alvoroço na comunidade de pesquisadores foi grande, como era de prever-se; os documentos "UMMO" estariam apresentando novos enfoques a conceitos que já eram de conhecimento da humanidade. Ainda segundo os textos, os "ummitas" teriam constituição física bastante semelhante à nossa (ao menos externamente) e seriam provenientes da estrela WOLF 424, localizada a 14 anos-luz de nosso sistema. Porém, agora se sabe muito bem, tudo não passou de uma farsa extremamente bem arquitetada e orquestrada, que teve resultados funestos e inesperados. E tudo começou por um psiquiatra espanhol...

Adormecido

Vou começar dizendo que não sou muito supersticioso. Eu sempre fui uma pessoa muito independente em relação a isso tudo, e  sempre considerei só como histotinhas. Mas algo ocorreu que é um pouco difícil de explicar.

Meu irmão Bill nunca foi a pessoa mais normal do mundo. Ele agia meio estranho  as vezes e tomava remédios desde pequeno para controlar a esquizofrenia borderline dele. As vezes falava coisas estranhas, via coisas estranhas e e tudo mais. Não estou dizendo que ele era idiota, pelo contrário, é um ótimo moleque,  mas ele também era obcecado com essas coisas de meditação e sonhos lúcidos. Nos últimos 11 anos ele tem mantido relatos sobre as experiências. O que vão ler a seguir, é o último registro desse relato. Mantive as datas fora, mas não editei nada do registro.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"Nos últimos cinco anos, tenho praticado sonho lúcido, e tenho ficado bom nisso. Se não está ciente do que  se trata, sonho lúcido é uma prática meditativa que lhe permite ter controle do  seu sono. Essa parte não é muito importante. A parte que interessa é a projeção astral. Não é controlar os sonhos, é sair do corpo e viajar sem limite de tempo fora dele, voltando quando bem entender, e tudo mais. A  única diferença entre projeção e sonho lúcido é que na projeção  você pode ferrar as coisas de verdade se não tomar cuidado. Se você se projetar para longe demais do seu  corpo e não conseguir voltar, coisas horríves podem acontecer, desde entrar em coma até...

A Garota e o Escuro


Ela aos olhos dos outros era uma garota um tanto comum, mais quem a realmente conhecia sabia que ela definitivamente não era normal. Samantha era uma garota de 16 anos, de pele tão branca quando a neve, cabelos ondulados e negros tal como a noite escura onde muitos se perdem em desespero e seus olhos eram totalmente sombrios e sem vida.

  Desde pequena adorava ficar no escuro, onde se sentia segura, sempre gritava e esperneava quando, na pré-escola, tinha que ficar no parquinho brincando á luz do sol com as outras crianças, preferindo sempre ficar no canto mais escuro e escondido longe de tudo e de todos. Quando fez 13 anos, ela parou de sair de casa, e quando saia era sempre a noite ou em dias muito nublados, sempre coberta por mantos negros e grossos.

Quieto

Já parou pra perceber como ficamos quietos e calados quando estamos sozinhos? Aposto que não percebeu, ao menos até agora. Até porque, não tem com quem falar, certo?
Certo?

Você escuta música, tenta rir pra disfarçar a ansiedade, mas se ficar pensando muito nisso, ah, não é bom, você vai começar a olhar pra os cantos em ansiedade, vai pensar então em falar consigo mesmo, tentar fazer alguma coisa soar a seus ouvidos, algo são, porque esses barulhos que você fica ouvindo não são muito confiáveis. De onde vem, hein? hã?
O que?

Falar consigo mesmo não foi uma ideia legal, e se alguém quiser entrar na conversa? Se alguém quiser falar algo? Você vai ouvir? Você vai saber de onde veio a voz? Vai ficar só esperando ela falar ou vai convidar gentilmente pra uma conversa? E se eu falar com você agora? Acho que vou bater na sua porta.

Mas antes me diga.

Que voz sou eu na sua cabeça? E quem são essas outras? Quando se deitar para dormir, vamos ter uma conversa.


Fonte: http://blog-estranhouniverso.blogspot.com.br/

Tome Cuidado

"Nas últimas semanas uma onda de assassinatos tem devastado a cidade. A polícia diz ser trabalho de um serial killer, mas quando se pergunta mais sobre ao Chefe de Polícia Daniel Garfield, o mesmo se recusa a fazer comentários. Todas as outras autoridades questionadas responderam que antes de serem mortas, as vítimas recebem uma mensagem de voz em seus celulares ou telefones fixos dizendo: "Tome cuidado". E é tudo que dizem. A polícia ainda investiga os eventos, e pede para que qualquer um com informação sobre os assassinatos contate os imediatamente"

Você desliga a tv, cansado de notícias ruins pela noite. Uma olhada rápida no relógio que lhe diz que faltam cinco para meia noite. Você boceja. Sua esposa trabalha no turno da noite mais uma vez e não virá para casa por pelo menos uma hora. Ela esteve trabalhando no turno da noite toda a semana. Cansado de esperar, você se arrasta até a cama e dorme, pensando nos recentes assassinatos. Você não tem um amigo policial? Deveria ligar para ele, só para ficar por dentro de qualquer informação extra.

Pela manhã do dia seguinte você acorda do lado de sua mulher. Ela deve ter chegado cansada também e decidiu não lhe perturbar. Pobrezinha, parece realmente cansada. Decide simplesmente deixá-la dormir. Se levantando, você vai até o rádio e o liga para ouvir: "Assasino ataca novamente na última noite. A mesma mensagem de voz foi encontrada em sua caixa de mensagens. A polícia segue investigação". Desliga o rádio. Ainda todos falando sobre o serial killer.

Hora de Dormir


Não sei bem se isso é uma CreepyPasta, porque é um relato real. Por mais difícil que seja de acreditar, tudo o que contarei aconteceu de verdade. Eu moro com minha mãe e meu padrasto. Quando meu padrasto tira folga no fim de semana, eles costumam viajar pra casa da irmã dele e passam 2 ou 3 dias por lá. Não me dou muito bem com a família do meu padrasto, então não vou com eles. E assim foi semana passada. Ultimamente tenho baixados jogos antigos para jogar no meu ex-aposentado Playstation 2. O jogo que estou jogando agora é Bully, um jogo que foi proibido em alguns países, mas isso não importa.

Sempre que começo a jogar, eu perco a noção de tempo. Quando olhei no meu celular já eram 04h15min da manhã. Então ouvi a porta do quarto da minha mãe se abrir. Pensei: "Minha mãe chegou, e se ela me vir jogando vídeo game a essa hora vai me encher o saco me chamando de irresponsável", então larguei o controle no chão, desliguei a TV e corri pra debaixo do cobertor.

Síndrome de Cotard


A síndrome de Cotard, também conhecida como síndrome do cadáver ambulante ou delírio de negação, é uma condição médica na qual o indivíduo acredita estar morto ou que seus órgãos não estejam mais funcionando ou necrosados, ou ainda, de que seus familiares, amigos ou o mundo que o rodeia não existem mais. Alguns doentes inclusive chegam a perceber o cheiro de sua carne em putrefação ou sentem como os vermes os estão devorando.

Foi no ano de 1880, que o neurologista francês Jules Cotard descreveu o caso de uma mulher de 43 anos que sofria de uma forma grave de melancolia ansiosa, com um delírio hipocondríaco incomum caracterizado pela convicção da não-existência dos seus órgãos. Alguns outros autores já haviam mencionado casos similares; no entanto, Cotard foi o primeiro a fazer uma descrição detalhada dessa condição. Em 1882, este mesmo autor utilizou o termo “delírio de negação” para definir a condição de sua paciente. Foi apenas em 1893, que Emil Régis conferiu o nome de Síndrome de Cotard.

Quadro Amaldiçoado Vira Lenda Urbana no Sul de Minas

O misterioso quadro da Juliana. É possível a existência de um quadro, com a imagem de uma criança sentada próxima a um piano, causar medo, visões, atrair vultos e fazer até mesmo o som desligar sem ser acionado?

Em Santa Rita do Sapucaí (MG), uma história real que aconteceu em 2008 tornou-se uma lenda urbana na região. Ela envolve um quadro que mostra um bebê tocando um piano e estudantes que viviam em repúblicas e tiveram as vidas afetadas pela existência da imagem, que foi considerada amaldiçoada por provocar terror em duas casas na cidade. Apesar do relato engraçado e curioso da história, há quem diga que a república onde ele foi abrigado nunca mais foi a mesma. Um dos jovens se mudou e faleceu algum tempo depois, e os que continuaram no local relatam o mais interessante. “Parece que a casa foi modificada. Quem está lá dentro não consegue escutar nada do que se passa do lado de fora. É como se a casa tivesse ouvidos e eles fossem tapados o tempo todo”, comentou o dono do quadro em uma postagem no blog que mantém na internet.

“Essa aí é a Juliana, não queremos esse quadro não, pode sumir com esse trem daqui”. Esta foi a primeira frase ouvida por Thompson Vangller de Araújo, quando encontrou o quadro encostado em um muro no Centro da cidade. Ela foi dita por duas garotas de cerca de 10 anos, quando questionadas se a imagem pertencia a elas.

Incríveis Cirurgias de Reimplante

Nos últimos anos, graças aos avanços dos equipamentos médicos e ao aprimoramento das técnicas de micro-cirurgia, os índices de sucesso das cirurgias de reimplante de membros melhorou dramaticamente, em comparação a quando foi realizada com sucesso pela primeira vez há quase 50 anos.

Não se deve confundir com os recentes transplantes bem-sucedidos de membros doados. Caso você deseje ajudar alguém em uma situação parecida, o melhor a fazer é embrulhar o dedo ou membro em toalhas de papel molhadas, em seguida embrulhar em plástico e depois colocar no gelo. Lembre-se: salve o paciente, poupe tempo e salve o membro.

Essa lista inclui algumas das mais interessantes e dramáticas re-implantações de partes do corpo devido a acidentes ou ataques.

EVERETT KNOWLES: RE-IMPLANTE DO BRAÇO DIREITO


SIGBIN


O sigbin é uma criatura das Filipinas que sai à noite para sugar o sangue das vítimas. Dependendo da região e da lenda, diz-se que o sigbin lembra um bode sem chifres, um corvo ou algo vagamente parecido com o Chupacabra. O que é mais comum em todas as lendas é que sua cabeça está pendurada entre as suas pernas traseiras, que são muito mais curtas do que os membros posteriores. Ele anda para trás (sim!) com a cabeça abaixada entre as pernas.

A criatura também tem a capacidade de se tornar invisível para outras criaturas, especialmente humanos. Tem orelhas muito grandes que podem bater palmas como um par de mãos, e uma cauda longa e flexível que pode ser usada como um chicote. Dizem que ele emite um cheiro horrível. As suas duas pernas longas, parecidas com a de gafanhoto, lhe permitem saltar grandes distâncias.

A criatura anda por aí à noite em busca de crianças para devorar, mas sempre guarda o coração para fazer amuletos. A maioria das histórias e avistamentos são originários da região Cebu. No entanto, cientistas em Bornéu descobriram em 2005 um “gato-raposa carnívoro”, com as pernas dianteiras maiores, o que lhe dava um andar desajeitado e uma aparência física que se encaixa em muitas das descrições do sigbin (por exemplo, cauda longa, antebraços curtos, salta grandes distâncias, carnívoro), mas nenhuma evidência conclusiva foi encontrada.

DEMÔNIO DE DOVER


Em abril de 1977, um estranha criatura surgiu no bairro de Dover, em Boston. O demônio de Dover, apareceu pela primeira vez às 22h30 do dia 21 de abril, quando três adolescentes de 17 anos que passeavam de carro em direção ao norte, pela Farm Street. Bill Bartlett, o motorista, pensou ter visto algo se esgueirando por um muro baixo de pedras soltas, à esquerda. Então, os faróis iluminaram alguma coisa que ele jamais imaginara existir, nem mesmo nos pesadelos mais terríveis.

A criatura virou lentamente a cabeça e olhou para a luz, revelando dois olhos imensos, sem pálpebras, que brilhavam "como duas bolas de gude cor de laranja", e um rosto inexpressivo, sem nariz aparente. O bicho tinha a cabeça em forma de melancia, cujo tamanho era quase igual ao resto do corpo. A pele, sem pêlos, tinha a consistência aparente de "lixa ". Com cerca de 1,20 metro de altura, o estranho ser caminhava incertamente ao longo do muro, passando os longos dedos pelas pedras, enquanto se movia. Aquela visão deixou Bartlett emudecido e, poucos segundos depois, quando conseguiu falar, os faróis do carro já haviam passado pela criatura. Seus dois companheiros, distraídos, não perceberam nada.

Contatos Imediatos


Na ufologia um encontro imediato ou contato imediato é um evento em que uma pessoa vê a presença de um objeto voador não identificado (OVNI) e, ocasionalmente, os seus tripulantes. Esta terminologia e sistema de classificação que lhe está subjacente foi inventado pelo astrônomo e ufólogo norte-americano Josef Allen Hynek (1910-1986), e apareceu pela primeira vez em um livro escrito por ele em 1972. Nesse trabalho, ele apresenta os três tipos básicos de possíveis encontros. As categorias adicionais foram incluidas mais tarde, mas não universalmente aceitas por todos os ufólogos.

Ilha das Bonecas


Na região rural de Xochimilco, ao sul da Cidade do México, existe um local onde as árvores estão cheias de bonecas penduradas. Há bonecas por todo lugar! O local é assim desde 1952.

Uma garotinha brincava inocentemente, quando sua boneca caiu no canal. Ao tentar pegar o brinquedo, ela caiu na água e morreu afogada. Foi uma tragédia no local. A cidade é pequena e todos se conheciam. O luto foi grande. Com o tempo, muitos moradores começaram a ouvir sons durante à noite. Alguns relataram ter ouvidos choros de crianças e, outros, palavras desconexas em tom de lamento.

Monstro de Flatwoods

"The Monster Flatwoods", também conhecido como o Monstro Braxton Country ou o Fantasma de Flatwoods, é um suposto extraterrestre ou ser não identificado avistado na cidade de Flatwoods em Braxton Country, Virgínia Ocidental, E.U.A. em 12 de setembro de 1952. Histórias da criatura são exemplo de um suposto contato de terceiro grau.

Segundo os relatos, a criatura era enorme; tinha pelo menos 3 metros de altura. Seu rosto lançava um brilho avermelhado, e seu corpo era verde. Sua cabeça tinha a forma de um coração, ou um Ás de Espadas, e os olhos não eram humanos. A criatura estava vestindo uma espécie de roupa escura, semelhante a uma saia. O monstro não carregava armas visíveis, mas seus braços avantajados terminavam em longos dedos com garras que se projetava na frente de seu corpo.

7:15, na noite de 12 de setembro de 1952, dois irmãos, Eduardo e Fred May, e seu amigo Tommy Hyer (idades 13, 12 e 10, respectivamente) testemunharam um objeto brilhante cruzar o céu. O objeto pousou nas terras pertencentes ao agricultor local G. Bailey Fisher.

Após assistir o objeto, os meninos foram para a casa de Kathleen May, onde relataram ter visto um UFO bater nas colinas. De lá, a Sra. May acompanhada por três meninos, crianças locais Neil Nunley (14),Ronnie Shaver (10),e o guarda nacional Eugene' Lemon(17), foram para a fazenda de Fisher, em um esforço para localizar que quer que fosse que os meninos tinham visto.

Dama de Vermelho


Um jovem casal que estava muito feliz por estar podendo realizar todos os seus sonhos. Já moravam juntos há pouco tempo, tinham um filho de seis meses, e tinham acabado de se mudar para um apartamento que almejavam. Uma tarde de final de semana, o casal depois de brincar com o bebê, acabou adormecendo. O bebê acordou e saiu engatinhando pela casa. Foi engatinhando até  a sacada do apartamento, passou pelos buracos da grade de proteção e caiu do quarto andar. O casal foi acordado pelos vizinhos e ficou, obviamente, transtornado com o fato.

Eles acabaram indo embora dali, pois não conseguiam mais viver em paz maquele apartamento. No dia em que a mudança foi toda retirada, a pobre mãe, que havia perdido seu filho de forma tao cruel, estava sozinha. Já era noite, quando no alto de seu desepero ela falou que faria qualquer coisa para ter seu filho de volta. Ela acabou dormindo no chão da sala vazia, mas foi acordada por uma voz que falava com ela.

El Petizo


Fenômenos paranormais são objetos de um estudo para as pessoas que se dedicam a este tipo de investigação, mas também são de interesse para os leitores em geral: a localização em El Duraznito, situada 15 km a sudeste de Rosario de la Frontera, passa a ser um dos os locais onde “El Petizo”, um personagem místico descrito como uma sombra que ataca os caminhantes solitários no meio da noite, fez uma reaparição.

Seis créditos já foram documentados no Terminal da Cidade Salta envolvendo pessoas que receberam feridas que foram posteriormente tratados no hospital local. A maneira em que os ataques ocorrem é a mesma em todos os casos. A sombra desaparece quando alguém vem ao resgate da vítima. Estas histórias também coincidem com o fato de “El Petizo” parecer estar imune a feridas de faca, balas também parecem não ter qualquer efeito.

Horthembrak

Imagem meramente ilustrativa, já que não encontrei nenhuma referente a esse ser.
Uma espécie de espírito ou entidade muito comum em 'lendas urbanas'. Não sabemos de onde surgiu a crença so sabemos que ela ficou radicada na região norte do Brasil.

Horthembrak não tem uma definição própria, alguns dizem que ele é um espírito outros que é um demônio, mas a maioria delas assume trata-se de um ser do mundo dos elementares, uma espécie de essência natural inteligente. Muitos acreditem que ele não possua forma própria e que só assume alguma característica física quando quer entrar em contato com humanos.

É representado pelo número noventa e nove e tem como característica a inteligência sublime, por isso é muito admirado e invocado por muitos até hoje, já que representa o principal guia de magos e bruxos modernos. Por ter aceitado dividir seus conhecimentos e princípios, que vão além da nossa razão, com os humanos, foi banido de sua dimensão, e foi obrigado a viver no umbral. Vivendo em várias dimensões diferentes.

Caso dos Irmãos Aragão


Ninguém sabe até aonde essa história é verdadeira, característica típica de uma lenda urbana. Mesmo assim, bastante interessante. Manaus 18 de Junho de 2005, a polícia finalmente localiza os três irmãos Aragão, um fato que apesar de muito divulgado pela imprensa ganhou pouca repercussão nacional. Devido à falta de esclarecimentos das autoridades.

Dois dos irmãos foram encontrados mortos, de forma misteriosa, a segunda uma garota que tinha na faixa de dezoito anos, fora encontrada perdida vagando pelas matas, completamente despida. Fora cometida por uma espécie de loucura momentânea e hoje encontra-se sob tratamento psiquiátrico. As notícias liberadas pela polícia eram absurdas e muito contraditórias. Nunca ninguém soube, de fato, o que havia realmente ocorrido.

Até o ano de 2008, quando uma suposta carta veio aparecer. Na tal carta o irmão mais novo da família Roberval faz uma espécie de reportagem, ele narra um fato, que poderia esclarecer o mistério ocorrido naquela data, mas a polícia nega a veracidade da carta. Na carta eles relatam a existência de um gravador, os investigadores dizem que este gravador jamais existiu, mas muitos afirmam que ele, ainda hoje, encontra-se sob poder da polícia. A Família não confirma os fatos e desde 2006 não aparecem em público e já deixaram bem claro que jamais voltarão a falar sobre tal assunto… Não se sabe ao certo como o conteúdo desta carta, que parece uma página do diário de um dos irmãos, chegou à internet, apenas sabemos tratar-se de um relato fascinante.

Eis aqui o conteúdo da tal carta:

Pocong

Pocong é um fantasma da Indonésia que dizem ser a alma de uma pessoa morta presa em suas roupas. A mortalha do pocong é usada pelos muçulmanos para cobrir o corpo do morto. Eles cobrem o corpo com um tecido branco e laçam a roupa sobre a cabeça, nos pés e no pescoço.

De acordo com as crenças nativas, a alma de uma pessoa morta vai ficar na Terra por 40 dias após a morte. Quando os laços não são desamarrados após 40 dias, dizem que o corpo salta para fora da sepultura para avisar as pessoas que a alma precisa que as amarras sejam desfeitas. Após os laços serem liberados, a alma vai deixar a Terra e nunca mais aparecer. Por causa da amarra nos pés, o fantasma não pode andar. Isso faz com que a Pocong pule. Aparições e contos de Pocong são comuns no país.

Como essa história é muito conhecida na Indonésia e países muçulmanos, diversos vídeos sobre o fantasma já surgiram, mas existe um em especial que muitos acreditam ser o verdadeiro, pois é bastante assustador e realista. Se você tiver coragem pode assistir a esse vídeo e tirar suas conclusões:


Assombração de Jaguaruana

Você acredita em assombração? Acredita em gente em forma de animal? Minotauro?… Pois bem, caso acredite ou não, sugiro conhecer essa história que vem se passando na cidade de Jaguaruana, aqui no Ceará.

São relatos surpreendentes de uma tal de mulher-cavalo que vem aterrorizando pessoas naquele município. Relatos sobre aparições da “mulher-cavalo” correm pela cidade de Jaguaruana/CE. Segundo Geovane, de 18 anos, ele saiu de um circo que se encontrava no município, ao se dirigir a sua casa, no bairro do Juazeiro, a cerca de 100 metros, uma mulher com formas de um cavalo o perguntou para onde ele iria. Geovane correu em direção de casa, sendo perseguido pela tal mulher.

Ao chegar na residência o rapaz foi socorrido pela mãe e vizinhos que ouviram os gritos de socorro. Segundo o depoimento de sua mãe, Dona Biró, o filho “não é menino de mentiras” e ele chegou “quase sem fala em casa”. Homens vizinhos do rapaz se armaram de paus e foram atrás da criatura. De acordo com o jovem, ela teria fugido para as terras do DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), em meio a escuridão e o mato.

Mulher do Velório


Uma garota que era uma estudante de Psicologia, estava no final de seu curso e ficou responsável por pesquisar o comportamento das pessoas nos velórios e enterros. Primeiro, ela estudou teorias sobre este comportamento. Mas depois a estudante resolveu partir para a prática, visitando, discretamente, velórios e enterros de estranhos.

O primeiro velório foi de um senhor de idade, que tinha sido um professor famoso. Esta cerimônia foi cheia de pompas e discursos. Porém, uma pessoa em especial, chamou a atenção da estudante: era uma idosa de cabelos brancos, vestida de preto, com uma mantilha negra e antiga na cabeça. A primeira vez que a estudante olhou para esta mulher, teve a impressão de que esta velhinha não tinha pernas e estava flutuando. Porém , depois a estudante olhou, novamente, para esta esquisita figura, viu as suas pernas normais e concluiu que aquilo poderia ter sido uma ilusão de ótica.

O segundo velório, visitado pela estudante, foi de uma criança de classe baixa, num bairro muito popular. Esta estudante estava observando o comportamento das pessoas, quando viu, novamente, a estranha senhora do primeiro velório. Então, a acadêmica resolveu olhar para a mulher com mais cuidado. Porém, a velhinha olhou em sua direção e a estudante teve a impressão de ter visto duas estrelas no lugar dos globos oculares desta mulher. Então, a moça pensou que isto poderia ter sido uma bobagem de sua cabeça.

As Crianças Verdes



Esse mistério que virou uma lenda urbana, está há um bom tempo passando de geração. E, por isso que em algumas partes do Reino Unido, os camponeses tem o hábito de trancar os poços de suas propriedades quando não estão utilizando eles. A lenda tem origem numa história começou que dizem, ocorrem há muito tempo atrás; as duas notáveis crianças foram descobertas na vila de Woolpit, em Suffolk, Reino Unido.

O incidente se deu durante o regime do rei Stephen da Inglaterra (1135-1154), numa época difícil. Os camponeses estavam trabalhando quando as duas crianças, um garoto e uma garota, repentinamente emergiram de um fosso profundo. As pessoas ficaram de olhos arregalados diante do fato. Estavam vestidas com roupas de material nada familiar e suas peles eram verdes. Era impossível falar com eles porque tinham um dialeto desconhecido. Os dois foram levados para o dono do feudo, Sir Richard de Caline. Obviamente, eles estavam tristes e choraram por vários dias.

Os pequenos esverdeados se recusaram a comer e a beber qualquer coisa até que alguém ofereceu feijão ainda no talo para eles. Eles sobreviveram comendo feijão por vários meses. Mais tarde eles começaram a comer pão. O tempo passou, o pequeno e esverdeado garoto entrou em depressão, adoeceu e morreu. A garota adaptou-se melhor a sua nova situação. Ela aprendeu a falar inglês e gradualmente sua pele foi perdendo a cor verde. Mais tarde se tornou uma saudável jovem e se casou.

A Sociedade Decifrada num Quadrinho


Vivemos em um lugar onde todos tem obrigação de serem felizes?

E todos os dias ao amanhecer voce veste sua máscara para enfrentar as pessoas sem ter que dar explicações... E mesmo sentindo uma DOR maior que seu corpo possa suportar, lá está ele: o sorriso falso, quando a vontade é gritar! 

Quando a tristeza consome sua alma voce finge... finge que esta tudo bem e se deixa absorver pela escuridão que te rodeia... Há como fugir? Há como mudar? 

O que fazer para acabar com essas ilusões fincadas em nossas mentes por uma sociedade incapaz e falha?

Ladydias

Cão-Porco


O norte da Namíbia, na costa sudoeste da África, está aterrorizado por uma criatura híbrida de cachorro e porco. A “besta” foi relatada como sendo em grande parte branca e diferente de tudo que os moradores já viram na vida, com uma cabeça canina e um corpo quase sem pelo de um porco gigante. O animal foi visto perseguindo e atacando cães, cabras e outros animais domésticos nesta região árida, não muito longe do deserto de Kalahari.

Como muitas vezes acontece quando boatos de monstros se espalham por áreas rurais ao redor do mundo, alguns moradores tomaram precauções de segurança adicionais, tais como viajar em grupos e se armar.
Já vimos isso antes: em 1995 e 1996, alguns porto-riquenhos se armaram contra a besta vampiresca “Chupacabra”, e, no ano passado, os moradores da Malásia patrulharam as ruas em busca do misterioso “orang minyak”, ou “homem oleoso”, criatura que recentemente aterrorizou o país.

Aranha Retirada do Ouvido de Mulher


Já ouviu a história de que quem fica com a boca aberta engole mosca? Uma mulher na China passou por uma situação ainda pior: uma aranha entrou em seu ouvido enquanto ela dormia. A mulher, que não foi identificada, foi ao hospital Changsha Central com a queixa de coceira em seu ouvido esquerdo.

Imagine a surpresa dos médicos quando eles descobriram que a origem do incômodo era uma aranha viva! As fotos do canal auditivo da paciente revelam um tenebroso e peludo aracnídeo de quatro olhos olhando para a câmera. Os médicos acreditam que a aranha estava alojada no ouvido da mulher por pelo menos cinco dias.

Pior: eles temiam que o aracnídeo entrasse ainda mais fundo no ouvido da mulher quando tentassem retirá-lo. Por isso, despejaram uma solução salina no local para afugentar o bicho. Para a sorte da paciente, a estratégia foi um sucesso. Afirma-se que quando a aranha colocou sua pata para fora, a mulher começou a chorar. E não é por menos…

Fonte: http://hypescience.com/

Vivemos na Matrix?


Será o universo uma simulação? A ideia de que fazemos parte de um mundo artificial, criado por algo bem maior que nós, já foi objeto de discussão de filósofos como Platão e Descartes, por exemplo. Platão criou o mito da caverna. Segundo ele, o nosso próprio mundo seria uma sombra, uma projeção de um mundo perfeito, que poderia ser alcançado pelo pensamento.

Descartes fez a pergunta “e se tudo que a gente vê e sente forem sensações criadas por algum demônio?”. Com isso, ele nos convida a desconfiar dos sentidos, e chega à máxima “Cogito ergo sum” (“Penso, logo existo”), querendo dizer que ele é real por que o pensamento dele é real também.

Algumas características do nosso universo levam as pessoas a se perguntarem o que há de real nesta hipótese de um mundo “simulado”. Por exemplo, o princípio antrópico, que diz que o universo é feito de maneira tal que a vida possa existir, é uma das coisas que nos fazem pensar em uma simulação de computador.

Nós mesmos já fizemos simulações do universo – fazemos isto para entender sua história e funcionamento, e tentar adivinhar o seu futuro. Pense na Simulação Bolshoi, que replica os 13,75 bilhões de anos do universo, por exemplo. Essa simulação tem um problema: sua escala é muito grande, cada partícula de matéria escura nela tem a massa de 200 milhões de sóis, e só assim para simular um cubo de 1 bilhão de anos-luz de lado durante toda a idade do universo, começando 24 milhões de anos após o início do Big Bang.

Íncubos e Súcubos


Íncubo  (Incubus) é um demônio com a forma masculina que era muito comum na era medieval, sua contraparte feminina se chama Súcubo. De acordo com as lendas mitológicas, o Incubo aparece nos sonhos das pessoas especialmente mulheres, e enquanto estão dormindo, ele aparece em seus sonhos, a fim de manter relações sexuais com as mesmas, ele se transforma na forma mais atraente para elas em seus sonhos, pois sua aparência demoníaca iria assustar. Um Incubo pode manter relações sexuais com uma mulher, e gerar um filho como na lenda de Merlin, mas se o Incubo tiver relações sexuais com uma mulher repetidamente pode gerar doenças, e até a morte, pois eles drenam a energia vital de uma pessoa enquanto ela sente prazer.

As 10 mais Incríveis Auto Cirurgias do Mundo

Auto cirurgia, apesar de não figurar nos dicionários, é o ato de realizar procedimentos cirúrgicos em si mesmo. Algumas vezes é uma necessidade em situações emergenciais e em outras apenas falta de bom senso. A lista à seguir inclui 10 destes corajosos, mas nem sempre prudentes, atos. Não serão mencionados os casos de auto castração ou auto mutilação, apesar de ocorrerem com muito mais freqüência.
10. BIÓPSIA


A Dra Jerri Nielsen, nascida em 1952, é uma médica estadunidense com grande experiência em tratamentos de emergência. Em 1998 ela foi contratada como a única médica da estação polar Amundsen-Scott, no Pólo Sul.

No começo de março de 1999 ela descobriu um caroço no seio direito. Depois de consultar-se com especialistas através de e-mail e vídeo conferência ela realizou sua própria biópsia. Infelizmente o resultado foi inconclusivo, pois ela não tinha disponível materiais médicos adequados para efetuar a coleta.

7 Doenças que Nos Fazem Agir como Vampiros

Algumas doenças causam, realmente, características vampíricas em pessoas normais. Confira:


AVERSÃO A ALHO:

Conhecida como alliumfobia, é uma neurose que faz com que as pessoas se apavorem só de pensar no tempero. Seja uma cabeça de alho, um dente de alho ou uma pizza de alho, se confrontadas com o alimento, as pessoas que possuem essa doença irão sair correndo na outra direção, exatamente como um vampiro. A lenda de que vampiros são repelidos por alho surgiu na Romênia, onde a planta era usada para dar proteção. Também era uma lenda de que, se colocado na boca de mortos, o alho iria impedir que eles se tornassem vampiros.

Árvore Cresce em Pulmão de jovem russo

Lembra de sua avó/mãe o avisando para não engolir a semente da fruta “se não vai nascer uma árvore dentro de você”? Talvez ela não estivesse tão errada assim.
Alguns cirurgiões russos estavam realizando uma cirurgia, que eles pensavam ser a remoção de um tumor, quando encontram uma árvore crescendo no pulmão do paciente.

A incrível descoberta foi feita durante a cirurgia de Artyon Sidorkin, um jovem de 28 anos, que pensava ter um tumor grave em seus pulmões. Como ele sentia muita dor e, quando tossia, cuspia sangue, os médicos ficaram convencidos de que se tratava de câncer.

“Nós tínhamos cem por cento de certeza” afirma Vladmir Kamashev, um dos cirurgiões. “Eu havia visto centenas de casos similares antes, então decidimos não perder tempo e ir direto para a cirurgia”.

Auto Cirurgia

Médico brasileiro faz cirurgia plástica em si mesmo.


Tem gente que quando corta o dedo, desmaia. Cortar a própria barriga de propósito, então? Com certeza muitos não conseguiriam mesmo que disso dependesse suas vidas. Não é o caso do cirurgião plástico brasileiro Luiz Américo de Freitas Sobrinho, que recentemente realizou uma abominoplastia inferior, uma cirurgia plástica no abdome inferior, em si mesmo.

Por quê? Segundo ele, pela curiosidade, pelo desafio, pelo aprimoramento técnico e profissional e, claro, como todo bom cirurgião plástico, pela estética (a finalidade principal do tipo de cirurgia realizada por Freitas Sobrinho é estética: serve para reduzir a “dobra” do abdome que fica logo acima do púbis).

Navios Fantasmas

O Holandês Voador surge repentinamente nos mares: navio-fantasma, veleiro diabólico, barco maldito, condenado a vagar eternamente entre dois dos três cabos. Do cabo das Tormentas ao cabo Horne, com seu satânico capitão Bernard Fokke ao leme, no meio da tempestade, envolto em relampagos, o veleiro fantástico aparece entre duas enormes vagas, prestes a desaparecer entre duas outras. Lenda? Talvez.

Os guarda-costas norte-americanos destruiram 267 "navios-fantasma" em 1930 e outros aparecem sempre. Trata-se dos destroços de navios naufragados? Sim, mas também de barcos inteiros. Isso aconteceu especialmente no tempo da navegação a vela.

Em abril de 1890, o Marlborough, com seus três mastros, sob as ordens do capitão Hid, foi visto nas imediações da costa sinistra que separa o estreito de Magalhães das ilhas do cabo Horne. Depois não se teve mais notícia dele. O Marlborough foi considerado desaparecido. Exatamente em outubro de 1913, 23 anos mais tarde reapareceu na mesma região, com as velas levantadas. As grandes vagas , que provocam tremores de terras submarinos, atingem até 150 km de comprimento e se deslocam a uma velocidade de quase 800 km/h.

Harvest Moon


Vocês se lembram daquele jogo “Harvest Moon”, no SNES ?


(Joguinho de simulação de fazenda, onde você planta, cuida dos animais, e vive como um fazendeiro. É um jogo que foi muito popular durante os anos 90, com seu lançamento pra Super Nintendo).

Sempre foi um dos meus favoritos, mas quando eu me mudei da casa dos meus pais para um dormitório estudantil, minha mãe vendeu o jogo em uma venda de garagem sem me avisar.

Depois que me formei e consegui uma casa própria, eu decidi tirar a poeira do meu SNES e procurei por uma cópia do jogo. Fui a um “Farmer’s Market” que eu já tinha visitado algumas vezes antes. Fui até à loja de vídeo deles, onde fitas de jogos antigos e VHS eram vendidos.

Buscando na sessão de jogos, eu encontrei uma cópia de “Harvest Moon” para SNES. O jogo estava em perfeitas condições, eu mal podia acreditar. Geralmente o jogo custava entre 60 ou 70 dólares online, mas na loja custou 15, Comprei e voltei para casa.

Quando cheguei em casa, coloquei o jogo no meu SNES e o liguei. Não funcionou de primeira, apareceu apenas uma tela preta. Isso é normal consoles velhos, especialmente os que funcionam com cartuchos. Tirei o cartucho, assoprei, e o coloquei de volta. Liguei o console e fui recebido pelo familiar logo “Natsume”.

Havia dois save files, um vazio e o outro nomeado “JACK”. Comecei um jogo novo, ignorando “Jack”. Joguei por algumas horas, plantando nos campos, cuidando dos animais, falando com os moradores, vendendo e comprando como sempre se faz no jogo. Depois disso, fui dormir para trabalhar no outro dia, não joguei por uns dias, até ter um dia livre.

Barbie.avi

Olá. Isto é uma coisa que aconteceu comigo alguns meses atrás, eu só precisava dividir com alguém...

Começou na festa de um amigo. Ele é um artista que alugou um loft na parte industrial da cidade, se você puder imaginar um lugar como Detroit em 1920, é como a área se parecia.

E nesse dia eu abusei na festa e decidi dormir por lá, em algum sofá. Acordei as 4 da manhã e decidi ir embora, o sol ainda não havia nascido e caminhar pela cidade naquele horário não era uma opção, eu decidi então ligar para minha namorada e implorar uma carona. Sendo ela uma ótima namorada, ela foi me buscar e disse que estaria lá em torno de 40 minutos e que me ligaria assim que chegasse. Dez minutos depois de falar com ela acabou a bateria do meu celular, então decidi me sentar á janela e esperar até ver o carro, me sentei alí e meus olhos começaram a ficar pesados e eu comecei a pegar no sono. Um barulho de algo quebrando lá fora me acordou, um barulho não muito alto, mas foi o suficiente para me acordar. Eu olhei lá fora e procurei por algo mas não vi ninguém, mas do outro lado da rua perto daquelas enormes latas de lixo havia um computador e um monitor jogados no chão que não estava ali antes...

Quando minha namorada chegou, eu desci. Me lembrei que um amigo estava sem computador e decidi ir até a lixeira e ver o que poderia ser salvo. O monitor não tinha muita utilidade, mas eu decidi levar a CPU pra ver se funcionaria.

Uma semana se passou e minha namorada ligou dizendo que estava no porta malas do seu carro, então fui buscar e trouxe para casa aquela noite. Antes de desmontar a CPU, decidi ligar no monitor pra ver se estava funcionando, e para minha surpresa estava. Tinha um Windows XP e parecia ter sido formatado, então decidi procurar por coisas como "porn, pussy, tits" (pornô, vagina, peitos - pra que medo de traduzir? --') pra ver se encontrava algo que o antigo dono tivesse esquecido, mas não encontrei nada. Decidi então procurar por filmes, e um arquivo apareceu, era um .avi dentro de uma pasta chamada "barbie", escondido no diretório WINDOWS/system32, então eu dei play no vídeo.

Agora tudo começa a ficar extremamente perturbador.

Silent Hill

Quando coloquei minhas mãos em Silent Hill 4 pela primeira vez, estava muito entusiasmada. Como grande fã de Survival Horrors, nada além do esperado.

Coloquei o jogo para rodar no Play Station 2 e comecei minha jornada pelo sobrenatural. O início macabro prendeu-me e só me motivou a continuar jogando cada vez mais, todos os dias.

Para quem já jogou SH4, deve saber que o jogo possui duas partes. Na primeira parte do jogo, a história seguia normalmente. Com fantasmas, mortes e monstros bizarros. Foi então que cheguei na primeira parte dos apartamentos. Foi quando vi Walter Sullivan pela primera vez. Sua face sem expressão e ao mesmo tempo irônica me fazia ficar arrepiada. E por mais que eu enfrentasse monstros com rostos de bebês que corriam usando os braços, ele me parecia muito mais assustador.

Pelos corredores do prédio, podia ver um garotinho, batendo em uma porta em especial, mas que logo sumia quando alguém se aproximava. Aquele era Walter quando criança, de acordo com a história do jogo. Parecia inofensivo, mas algo estava errado com ele. A expressão em seu rosto não dizia nada, mas ao mesmo tempo passava a sensação deseperadora que sentia.

A partir daí, as coisas começaram a ficar estranhas. Primeiro com estranhas sensações que sentia dentro do meu quarto enquanto jogava. Não dei muita importância, pois tinha certeza de que se tratava apenas da tensão do jogo. Depois com pequenos estalos nos móveis do quarto. Outro fator que não dei importância, pois isso é devido a temperatura ambiente, sei lá... algo relacionado a ciência que eu não tenho muito conhecimento.

Comecei a notar que algo estava errado quando a porta do quarto começou a abrir e fechar sozinha, com a janela fechada e, quando estava aberta, o tempo não tinha nem sequer uma brisa leve.

Evil Noise

Eu achei isso em um estranho disco vermelho que estava no topo de um estranho abismo no bosque dos meus primos. Havia cruzes brancas pregadas nas árvores ao redor da área. No início não funcionou no meu computador, mas eu coloquei um fixador de discos nele e ele funcionou. Estava em formato mp3. Eu me senti obrigado a acrescentar estas imagens, não apenas deixá-lo negro.

Isto soa realmente demoníaco, eu não sei o que pensar.

Eu escutei a coisa toda, e no final há alguns estranhos segmentos sonoros distorcidos entre o silêncio, e eu acho que há algo sendo dito alí, é por isso que eu marquei onde eles estão no vídeo com fotos para que você possa encontrá-los. Alguém por favor pode tentar descobrir o que está sendo dito, ouço as palavras lá.


Sarah

- Quem é essa, mãe?
- Tom, que brincadeira sem-graça! Essa é Sarah, sua irmã...

A garotinha, que tinha um longo cabelo castanho-escuro cheio de cachos, me deu um sorriso.

- O Tom é tão engraçado mamãe!
- É... É isso! Eu só estava brincando.

Disse dando um risinho nervoso.
Muito bem, o que está acontecendo aqui?! Eu tenho certeza de que nunca tive uma irmã. Eu não me esqueceria de algo assim!

- Pois bem senhor engraçadinho - disse meu pai enquanto se dirigia para a porta - não se esqueça de que prometeu cuidar de Sarah enquanto eu e sua mãe saíamos hoje à noite - pensando bem só agora percebi que os dois estavam arrumados para sair.
- Não se preocupe, não me esqueci...
- Bom, então boa noite e quando chegarmos é bom estarem na cama viu?

Dito isto partiram.
Encarei a garotinha que devia ter pelo menos uns sete anos e disse:

- Já pode falar a verdade. Quem é você?
- Tom eu sou sua irmã! Você não pode ter se esquecido de mim!
- Quem é você?!
- Tom!

Dragões

Dragões ou dragos (do grego drákon, δράκων) são criaturas presentes na mitologia dos mais diversos povos e civilizações. São representados como animais de grandes dimensões, normalmente de aspecto reptiliano (semelhantes a imensos lagartos ou serpentes), muitas vezes com asas, plumas, poderes mágicos ou hálito de fogo. A palavra dragão é originária do termo grego drakôn, usado para definir grandes serpentes.

Em vários mitos eles são apresentados literalmente como grandes serpentes, como eram inclusive a maioria dos primeiros dragões mitológicos, e em suas formações quiméricas mais comuns. A variedade de dragões existentes em histórias e mitos é enorme, abrangendo criaturas bem mais diversificadas. Apesar de serem presença comum no folclore de povos tão distantes como chineses ou europeus, os dragões assumem, em cada cultura, uma função e uma simbologia diferentes, podendo ser fontes sobrenaturais de sabedoria e força, ou simplesmente feras destruidoras.

Os Dragões talvez sejam uma das primeiras manifestações culturais ou mito criados pela humanidade. Muito se discute a respeito do que poderia ter dado origem aos mitos sobre dragões em diversos lugares do mundo. Em geral, acredita-se que possam ter surgido da observação pelos povos antigos de fósseis de dinossauros e outras grandes criaturas, como baleias, crocodilos ou rinocerontes, tomados por eles como ossos de dragões.

The Suffering

Um dos melhores jogos de terror lançados em 2004. Nele, você estará na pele de Torque, um homem com notáveis distúrbios comportamentais que está sendo preso por assassinar sua família.

O mais curioso de tudo é que o protagonista não consegue se lembrar do ocorrido. O game começa com Torque adentrando a penitenciária de Abbott, local reservado aos piores criminosos do país. Repentinamente, a prisão é invadida pelos mais grotescos monstros, e tudo o que resta a Torque é tentar sobreviver para descobrir os mistérios sobre sua acusação.

A ilha Carnate:  O local, que fica localizado a dez milhas da costa de Maryland, foi inicialmente habitado por um grupo de imigrantes, no século XVII. Depois de poucos anos, um incidente terrível acabou levando grande parte da população à morte, fazendo com que os poucos que restaram partissem logo em seguida.

Dois séculos depois, uma poderosa família comprou grande parte da ilha, construindo uma mansão dentro dela. Da mesma forma que ocorreu anteriormente, todos eles acabaram fugindo de lá poucos meses após a aquisição, o que gerou ainda mais lendas sobre o local.

Irmãos

Vou contar uma história que aconteceu com meu namorado. Ele não está mais aqui para contar.
John  tinha uma irmã chamada Karen e eles eram bem unidos. Muito unidos mesmo. Eles tinham que dividir o quarto, mesmo o apartamento sendo grande, só havia dois quartos nele. O quarto era bem espaçoso, eram duas camas de solteiro, e tudo muito bem organizado, com muitas estantes e janelas grandes.

Estávamos juntos faziam três anos, e eu sempre contava tudo pra ele, e ele dizia que contava tudo pra mim, grande mentira. Ele contava tudo para Karen, que sendo minha melhor amiga me falava de suas conversas. Tenho que admitir, de certa forma tinha inveja dela, sempre quis ter um irmão tão legal quanto John.

Foi numa dessas conversas que ela mencionou que John estava se sentindo perseguido, vigiado. Ela me contou que também andava se sentindo assim, que às vezes achava que tinha alguém na janela, e quando ela voltava a pé sozinha pra casa ela sentia uma “presença”. Perguntou se eu me sentia assim quando estava com John ou até sozinha, mas eu nunca me senti assim, talvez por que eu não sou de prestar atenção, mas isso não importa.

A casa de Jason

Ele chama todo mundo, mas ninguém o responde, como sempre. A sua família é tão teimosa que eles nunca respondem aos seus chamados. Eles são tão teimosos; eles não querem conversar com ele mais. Talvez estejam com raiva dele, mas eles não podem estar com raiva por duas semanas.

Qual é o problema deles? Eles sempre estiveram com raiva dele, mas não ao ponto de ignorar ele tanto. Ele está tão depressivo.

"Mãe, porque você não conversa comigo?" ele disse, mas sua mãe apenas continuou na cama. Ela ainda está doente.

Ele foi ao seu pai, "Pai, você ainda está com raiva de mim?" mas seu pai apenas continua lá, lendo o seu jornal. "Pai, o seu café está frio."

Então ele foi pra frente do banheiro, e chamou sua irmã. "Ei, Lizzie, você está aí por muito tempo. E ainda assim você fede." Ele nunca gostou de verdade da Lizzie, mas ela continua sendo a irmã dele.

Espera, Jason pensa, se tem alguém que não vai ignorar ele, esse alguém é Bea, a sua irmã bebê.

Ele foi até o berço dela. Oh, ela ainda está dormindo. Ela ta dormindo o dia todo. E sua mãe também. E seu pai não foi trabalhar. E Liizzie nunca termina o seu banho.

Mãos



Carol e eu sempre fomos melhores amigas. Ontem ela me convidou para dormir em sua casa, para brincarmos e passarmos a noite conversando. Na verdade, não soube bem se deveria aceitar seu convite, porque mesmo já tendo oito anos, nunca me animei em ficar na casa de ninguém. "Não se preocupe", ela me disse "Vai ficar tudo bem".

Aceitei e fui com ela depois da escola. Brincamos até anoitecer, jantamos e sua mãe nos deixou ver um filme antes de dormir. Quando chegou a hora de deitar, me dei conta de um problema.

O quarto de Carol tinha duas camas (uma dela e uma de sua irmã mais velha que estava viajando) separadas por um espaço ocupado por uma mesinha. Mas em cima da mesinha não havia nenhuma lampada para acender durante a noite.

Tentei ser forte e não dizer nada para não parecer um bebê, mas quando nos deitamos e a mãe de Carol apagou as luzes, não pude evitar de sentir medo.

"O que foi?" Perguntou minha amiga.

"Nunca te disse isso, mas tenho muito medo do escuro" respondi.

"Não tem nada de mal, é algo muito normal. Tenho uma ideia: estique sua mão e segure a minha. Assim você não terá medo".

Me pareceu uma boa ideia e fiz o que me disse. Quando finalmente senti sua mão segurando a minha, meu medo desapareceu e eu pude dormir.

Esta manhã, acordei abraçada com a almofada e agradeceria Carol por me ajudar a se acalmar. Notei que ela também estava acordada e à agradeci.

"Não foi nada, eu tinha que fazer isso..." Ela tentou me dar a mão. Mas quando fui pega-la, descobrimos que, por mais que nos esforçássemos, nunca alcançaríamos uma a mão da outra das camas.

Fonte: http://www.mrsunknownstories.blogspot.com.br/

Grasnik@

Essa creepypasta rodou na forma de um e-mail por volta de 2005 nos EUA e perturbou imensamente algumas pessoas, em especial mulheres. Não houve nome oficial para o conteúdo, mas o remetente dos e-mail era sempre “grasnik@....com” por isso normalmente se referem ao acontecido como grasnik@.

A seguir temos um depoimento de uma das mulheres que recebeu esse e-mail.


“Bem, meu nome é A. e tenho 46 anos. Essa é a primeira vez que relato os fatos daquele dia publicamente. Já fazem alguns anos mas eu lembro exatamente como se fosse hoje. Eu nunca consegui esquecer. Quer dizer, já fiz tratamento psiquiátrico para tentar entender o que se passou, o que senti ali. Mas a verdade é que nada me convenceu. Aquilo que vi foi simplesmente desumano. Aquele e-mail não deveria chegar a ninguém. Não se passou um dia que eu não lembrasse daquelas fotos, ou imagens, ou sei o que for do que aquilo se tratava.

Quando abri meu e-mail de manhã havia uma mensagem um pouco diferente dos spams habituais cujo assunto era “Um companheiro busca pessoas”. O rementente era um tal de grasnik@...,que eu não conhecia. De início achei que se tratava de publicidade de algum site de relacionamentos on-line. Eu era jovem, morava sozinha e estava solteira então verifiquei com o antivírus e abri a mensagem quando vi que era segura. Sei que dizem que não se deve abrir e-mail de estranhos, mas não imaginei nenhum perigo na hora.

Rosto.jpg

m 1991, um assassinato foi registrado no arquivo da polícia. Como sou um estagiário no departamento de polícia, tive completo acesso ao arquivo.

Eu estava andando por lá, até que encontrei um arquivo de caso de assassinato em uma dessas prateleiras abandonadas que ninguém abre mais. Fiquei curioso, então o tirei de lá. Como nossos arquivos são armazenados digitalmente, havia somente um USB lá dentro. Fui para o computador, pluguei o USB, e apareceu um arquivo nomeado: V28956, assim como os homicídios geralmente são registrados. Dentro do arquivo estava uma descrição completa do crime, depoimentos de vizinhos e todas as coisas de costume.

Porem tinha um arquivo que fez com que eu levantasse minhas sobrancelhas de curiosidade, chamado ARQUIVOS DIGITAIS. Este arquivo só aparecia se algo digital tivesse a ver com o assassinato, por exemplo, sons do assassinato, os vídeos que deixaram as pessoas loucas o suficiente para matar suas vitimas. Eu cliquei, e dentro havia um arquivo. jpg e um arquivo .doc. Clicando no .jpg, descobri que era uma foto muito perturbadora de um rosto. Eu nunca tinha visto nada parecido antes; parecia que tinha sido tirada com uma Kodak. Encolhendo os ombros, decidi abrir o arquivo .doc, chamado EXPLANATION.doc. Aqui vai o que estava escrito:

Lendas de Lobisomens

Manuel Blanco Romasanta (O Lobisomem De Allariz)

Manuel Blanco Romasanta, suposta origem da
lenda do homem do saco ou Sacamantecas.
Galícia, Norte da Espanha. Homens, mulheres e crianças eram encontrados mortos com arranhões de garras, mordidas e parcialmente comidos. Os lobos estavam sendo os culpados, mas haviam pessoas de lugares longínquos e os lobos não costumavam ir tão longe para se alimentar, mas perceberam que haviam também cortes feitos a faca onde a gordura das vítimas era retirada: Manuel Blanco Romasanta usava essa gordura para fazer sabão; seduzindo ou enganando suas vítimas ele as levava para o bosque na maioria das vezes e lá, transformado em lobo as matava cruelmente.

Levado a julgamento foi absolvido por ser um lobisomem e depois foi encontrado morto misteriosamente. Se ele era um lobisomem ou um 'serial killer' com licantropia (a capacidade ou maldição caída sobre um homem que se transforma em um lobo.  Na psiquiatria, é um distúrbio onde o indivíduo pensa ser ou ter sido transformado em qualquer animal), isso só ele poderia responder.

Em sua certidão de nascimento é registrado como Manuela, como eles pensaram que era uma menina. Aparência era normal, embora medido apenas 1,37 centímetros e loiro. Romasanta trabalhou como alfaiate e foi considerado inteligente e culto para a época, sabia ler e escrever.

Ele levava uma vida aparentemente normal até a morte de sua esposa, que não estava envolvido. A partir desse momento deixou a vida sedentária e começou a se envolver no comércio de rua, movendo-se a ela durante os primeiros anos na área de Esgos e, em seguida, cobrindo toda a Galiza. Com o tempo, a população local começou a conhecê-lo como um vendedor de uma pomada que foi dito ser composto de gordura humana, de modo que sua fama se espalhou rapidamente por toda a Galiza. Então as autoridades, a ser informado posteriormente de crimes Romasanta-começou sua busca e posterior prisão em Toledo.

Sr. Anjo

Sr. Anjo sentou perto de mim em um banco em um parque. Ele é meu melhor amigo. Eu apontei para um senhor que estava sentado logo minha frente.

"O que ele está fazendo, Sr. Anjo?”

Um cigarro apagado estava no canto da boca do homem. Seus olhos estavam murchos com a idade e ele olhava cegamente para o nada. Sr.Anjo se inclinou para mim e sussurrou em minha orelha.

"Ele está procurando por uma mulher que perdeu a muito tempo atrás."

Ele murmurou. Sua palavras eram quente contra a minha bochecha enquanto eu sorria para ele. Eu gostava dos seus segredos; Sr. Anjo sabia de tudo.

"Isso é muito triste, Sr. Anjo." Eu disse. "Porque você não o ajuda?”

Eu não pude ver, ele não tinha boca, mas estava sorrindo. Ele levantou e andou silenciosamente até onde o senhor estava sentado e encostou um único dedo ossudo no centro do peito do homem antes de se virar e sentar novamente perto de mim. Ele puxou o manto negro que sempre vestia.

"O que você fez, Sr. Anjo?” Perguntei.

Eu pude ouvir Sr. Anjo suspirar cansadamente enquanto de apoiava na foice que carregava.

"Eu o enviei de volta para sua mulher," sua voz soou raspada. "Eu levei-a a muito tempo atrás e ela estava se tornando muito sozinha."

Sussurros

Estou postando essa noite na esperança que clareie-se todos os mal-entendidos à respeito do desaparecimento de Debra Lindsay Caine, correndo assim os meu próprio risco. Pau e pedras e essas coisas... Nada disso irá importar depois dessa noite. Considerem isso como minha patética tentativa de desculpas, nada além disso. É mais ou menos minha culpa que isso tudo tenha acontecido, afinal.

Mesmo em seu auge, a blogueira Sugarcaine era apenas mais uma comediante de internet. Ela era mais engraçada que a maioria e certamente hábil com a caneta, mas por outro lado  não tão conhecida como o resto. Por anos as circunstâncias a respeito do seu desaparecimento eram apenas ocasionalmente mencionadas apenas nos mais obscuros tópicos  de alguns fóruns. Ela teria sido esquecida por completo se aqueles funcionários públicos  não tivesses encontrado a fita gravada na última segunda-feira.

A verdadeira identidade de Sugarcaine era uma menina ruiva fofinha que se vestia como um garoto chamada Debra Lindsay Caine. Sua irmã Payton descrevia ela como "... um saco cheio de pregos, punhos e opiniões apenas esperando uma desculpa para se abrir à alguém, regada a cerveja e Sprite desde que nossa pai morreu em '91."

Debra involuntariamente começou sua carreira como um blog de humor quando uma amiga convenceu-a a criar uma conta no MySpace. Ela achava que blogs eram puro egocentrismo, choramingo, e sem substância, e então começou a usar sua página do MySpace para parodiar as estúpidas divagações de seus semelhantes. Depois de certo tempo ela se graduou em menosprezar os populares e ocasionalmente por revisar alguns livros, revistas em quadrinhos, filmes, e qualquer e-mail de odiadores que ela recebia de sua crescente rede de leitores.

A Questão do Sexo em Casos Ufológicos

Quando o fenômeno da abdução tornou-se um dos principais aspectos da ufologia, os relatos de experiências sexuais entre as vítimas e os alienígenas cresceram. Se não são todas fraudes, ilusão ou desordem psíquica, então são verdadeiros

Em casos como esses, onde as coisas mais extraordinárias acontecem, a sinceridade das testemunhas, e ainda, as evidências que somente afetam as convicções individuais daqueles que participaram, por vontade própria ou não, já nos dão uma boa medida com o que estamos lidando.

A relação sexo-OVNI era muito rara até os anos 50, quando começou a se ouvir as histórias de Howard Menger e dos seus encontros com seres alienígenas, sendo que ele mesmo se casaria com uma suposta alienígena.

Menger, que era um pintor, veio à público em 1956 com a história de contatos alienígenas que datavam de 1932, quando ele encontrou uma linda venusiana sentada numa pedra em uma floresta. Embora tivesse somente 10 anos de idade, ele se sentiu muito atraído fisicamente por ela.

Durante a 2ª Guerra Mundial, servindo como soldado no Hawaii, Menger encontrou outra linda alienígena de cabelos negros. "Embora eu me lembrasse vagamente da garota sentada na pedra, esta também emitia a mesma expressão serena e amorosa. Na sua presença eu sentia humildade e bondade, mas também uma grande atração física", disse na época Menger.

Daniel Dunglas Home

Daniel Dunglas Home foi o médium mais célebre do século 19. Embora seu nome não seja muito conhecido hoje, ele surpreendeu o público, amigos, chefes de estado, ricos e famosos com surpreendentes proezas paranormais e levitação.

Seus poderes aparentemente impossíveis deixavam perplexos aqueles que testemunharam, incluindo muitos cientistas e jornalistas. Será que Daniel Dunglas Home tinha extraordinárias habilidades paranormais? Ou ele era um mágico talentoso, muito à frente de seu tempo, que foi capaz de enganar até mesmo o mais próximo dos observadores com uma ligeira ilusão?

Embora houvessem muitos céticos – certamente entre os seus contemporâneos que o denunciou como uma fraude inteligente – nunca poderia realmente provar como ele cumpriu muitas de suas manifestações incríveis.

Home nasceu em 1833 em Currie, na Escócia. Como muitas pessoas que buscam o centro das atenções do público ou uma presença no "show business", Home parecia ter exagerado ou fabricado detalhes de sua infância e patrimônio.

Síndrome de Capgras


Também conhecida como Delírio de Capgras, Ilusão de Capgras e Paranóia de Capgras, foi descrita pela primeira vez em 1923 no boletim da Sociedade Clínica de Medicina Mental, na França, por Jean Marie Joseph Capgras e Jean Reboul-Lachaux, no artigo entitulado “L`illusion des sosies dans um délire systématisé chronique” (A ilusão dos sósias num delírio sistematizado crônico) e daí em diante a síndrome passou a ser reconhecida com o nome do primeiro autor (Capgras).

Caracteriza-se pelo paciente acreditar que um familiar próximo torna-se um impostor, um duplo, a despeito do reconhecimento de sua familiaridade na aparência e na conduta. Em decorrência da ideação delirante, esse “impostor” ou “duplo” possui um caráter persecutório. A pessoa considerada como impostora tem o mesmo aspecto físico, mas o doente acha que sua mente não é a da pessoa original. As pessoas que padecem da síndrome não sentem uma relação emocional entre a imagem que vêem e a pessoa que recordam, tais pacientes podem continuar convivendo com o “impostor” ou “duplo”, apesar de “secretamente saberem” que ele, ou ela, não é a pessoa que se diz ser. Em alguns casos não se reconhecem no espelho e se sentem tão perturbados ao ver o próprio reflexo que retiram todos os espelhos da casa. Ocorre em ambos o sexos, apesar de inicialmente ter sido descrito apenas em mulheres.

Tiahuanaco, o Portal do Sol

Segundo os Aymara, a porta guarda um segredo que os antigos deixaram escondido para ajudar a uma futura humanidade em problemas.


É o monumento mais famoso de Tiahuanaco, uma gigantesca escultura talhada em um único bloco, que mede 3 metros de altura, 5 de largura e pesa mais de 10 toneladas. No topo do monumento a imagem do deus "Viracocha" é rodeada de 48 efígies (representação plástica de uma divindade ou pessoa; imagem), 32 faces humanas e 16 cabeças de condor.

Espalhados nos arredores de Tiahuanaco estão blocos de arenito com peso de 100 toneladas que sustentam monolitos com mais de 60. Superfícies lisas com canaletas exatíssimas ligam-se à gigantescas pedras tendo entre si grampos de cobre perfeitamente encaixados. Em blocos de pedra de 10 toneladas, encontram-se furos de 2,5 metros de comprimento, cuja finalidade é desconhecida.

A cidade de Tiahuanaco, Bolívia, hoje um sítio arqueológico, além de muitos mistérios em torno de seus monumentos possui um panorama de outro planeta. A região é árida e qualquer esforço físico é uma tortura para quem não é dali, pois está a mais de 4.000 metros de altitude. 

Portal de Amaru Muru


Localizada no conjunto rochoso de Hayu-Marca, "A Cidade dos Espíritos", próximo do lago Titicaca, a uns 35 Km. da cidade de Puno, no Peru. Trata-se de uma reentrância, de forma retangular, esculpida num maciço de pedras que lembra uma porta. Podemos distinguir pelo menos 3 entalhes característicos. Aos lados duas fendas de cima a baixo e no centro algo parecido como uma porta em forma de "T". Tem 7 metros de altura e 7 de largura. A superfície é toda trabalhada e lisa. Possui recortes diagonais, mas que são características da própria formação rochosa. De autoria desconhecida, ainda que alguns pensam tratar-se de obra dos antigos habitantes pré-incas.  Atribui-se a esta porta poderes sobrenaturais e acesso a outras dimenções.

Relâmpagos Globulares

Você provavelmente já viu um relâmpago durante uma tempestade, não? Eles são rápidos e geralmente tem sempre o mesmo comportamento. No entanto, existe um fenômeno que envolve os relâmpagos que ninguém sabe explicar. Esse mistério é chamado de “Relâmpagos Globulares”.

Relâmpagos globulares, ou raios-bola (ball lightning), são esferas luminosas que aparecem geralmente durante tempestades, possuem comportamento imprevisto e desafiam o Conhecimento Estabelecido há muitos anos. Não, não, não se trata de um Kamehameha, Hadouken ou um Fuuton Rasengan Shuriken mas é algo parecido. Até as últimas décadas do século XX, eles eram considerados uma ilusão de ótica, fraude, ou erros de interpretação das testemunhas.

O crescente número de relatos, contudo, mobilizou considerável volume de recursos e pessoas dispostas a tratá-lo com seriedade. Como é natural, a dificuldade em obter explicações consistentes dentro do paradigma mantém viva a resistência em admitir sua efetividade, de modo que a realidade concreta de muitos dos eventos continua sendo motivo de questionamento na comunidade científica.

Teoricamente, o relâmpago globular não poderia existir. Ele vai contra algumas leis da física que conhecemos e isso deixa muitas pessoas irritadas. Existem inúmeros relatos de testemunhas oculares do fenômeno, desde muitos séculos. Segundo aqueles que já o viram, o relâmpago globular é um espetáculo apavorante:

Lordi - Would You Love a Monsterman?

Voce amaria um monstro???


Letra:


O ônibus

Eu nunca me senti completa. Nunca estive satisfeita. Mas também nunca me interessei em fazer algo para mudar. Quando Robert, meu esposo não estava comigo, o que cuidava da minha ansiedade era passear com Billy. E ainda evitava que ele fizesse suas necessidades pela casa obviamente.

Eu fazia esse passeio pelas redondezas toda madrugada. Pelo menos até aquele dia. Eram 1 e 45 da manha, um babaca freou bem em cima de nós, por pouco não nos acertou. Apesar do susto o que mexeu comigo não foi isso, e sim aquele ônibus verde que apareceu. Lotado de passageiros, o motorista com cabelo milimetricamente penteado, com um sorriso que parecia sugar toda minha coragem. Ele estacionou, abriu a porta da frente e desceu.

- Está na hora de vir conosco Clarisse.
Ele disse com um tom acolhedor e ao mesmo tempo frio. Eu não entendia como ele sabia meu nome, nem porque passara por ali, já que havia nenhuma linha de ônibus nessa rua. Entre o medo, a desconfiança e a curiosidade, tudo que pude responder foi:
- Não, obrigado.
Virei-me e voltei para casa. Meu marido já havia chegado.

Clip094.mp4

O Canal no Youtube foundonthetape postou este vídeo com 2 seguimentos em 19/07/2011. O Canal não possuí descrição, nem nos vídeos, e a unica coisa digitada pelo dono do canal é uma seção de números entre só 0 e 1 como se fosse um código morse. O vídeo é naturalmente assustador, mostra a aparicão de um ser sobrenatural, no qual não sabemos se é um espírito, demônio, aparição ou a própria face morte. Sabemos que é uma gravação de um tape antigo e não sabemos quem o gravou, mas as imagens são estranhas e meias sem nexo, até aparecer a face... Depois desse clipe o canal nunca mais postou vídeos.


Lua Pálida

Na última década, tornou-se muito fácil conseguir o que se quer, através de só alguns cliques. A internet fez tudo simples demais, e qualquer um pode usar um computador e alterar a realidade. Uma abundância de informação está meramente a um clique de distância, ao ponto em que é impossível imaginar a vida sendo diferente.

Ainda assim, uma geração atrás, quando as palavras “streaming”(fluxo) ou “torrent”(torrente) não tinha sentido, a não ser que fossem ditas em uma conversa sobre água, as pessoas precisavam se encontrar cara a cara para trocar softwares, programas, jogos de cartas e cartuchos.

É claro que a maioria desses encontros eram entre grupos de pessoas que trocavam jogos populares entre si como King’s Quest ou Maniac Mansion. Entretanto, pouquíssimos programadores conseguiam fazer seus próprios jogos para dividir entre esses círculos, que em troca passariam o jogo adiante se fosse divertido, bem desenhado e independente o suficiente. Esses jogos tinham fama de serem raros artefatos buscados por colecionadores pelo país todo. Era o equivalente a um vídeo viral nos anos 80.