segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Lucífago Rofocale

Na Demoniologia, Lucífago Rofocale (ou Lucífago de Rafaquele) é considerado um dos três Arquidemonios, mantendo a posição de primeiro-ministro do Inferno, de acordo com o Grimório do Papa Honório III.

Segundo a lenda, somente assume um corpo à noite e odeia a luz. Entre seus muitos deveres estão a criação de doenças, deformidades, terremotos, e a destruição de divindades sagradas. Têm poder sobre os tesouros da terra. Acredita-se que o nome Rockefeller, viria a veneração do Demônio por esta família Illuminati.

O nome vem do latim Lux Lucífago-Fugio, "A fuga de Luz". Rofocale, entretanto, é um anagrama de Focalor, o nome de outro demônio ou, mais provavelmente, um antigo nome do próprio Diabo.

Focalor (também conhecido como Furcalor ou Forcalor) é um poderoso Duque do Inferno, ele comanda 33 legiões de espíritos (embora o número de Legiões variem dependendo da fonte). Focalor aparece em "As clavículas de Salomão" na posição 41 de uma lista de 72 Demônios.

De acordo com o grimório, Focalor aparece na forma de um homem com asas, mata homens afogados e derruba navios de guerra, mas, se conjurado por um mágico, ele não machucará alguém ou coisa. Focalor tem poder sobre o vento e do mar.

6 comentários:

  1. Anjos de dia e Demonios na noite ,são 72 nomes de deus ,ou sera que supostamente existem 72 anjos e 72 demonios?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim,os 72 demonios e os 72 nomes tem origem no mesmo lugar (O Sehemphorash) e os anjos que não são possiveis de invocação (ou não tem utilidade prática) também tem origem lá.Os anjos que podem ser invocados,são os anjos enochianos com milhões de anos de existencia.
      É claro,existe mais uma quantidade de anjos,demonios e nomes de deus que não constam nessa lista e devem ser feitos "à mão" , sendo estes os mais sagrados e que devem ser mantidos velados.

      Excluir
  2. Olá Debora, eu aceito sim a parceria! Já estou seguindo seu blog, gostei dele é muito bom, e já vou divulgar ele em meu blog, abraços.

    Falando nisto você já ouviu falar do Goethia? Livro escrito por Salomão que tinha o nome de todos os demônios conhecidos, seus escravos, e como controlá-los? Dizem que o Templo dele foi construído por demônios escravizados pelo selo de Salomão (dito vulgo a estrela de Davi) Esse é um assunto bem interessante a ser mencionado ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Well...goethia já está meio ultrapassado,mas continha usos práticos e ótimos da geometria sagrada,principalmente para a evocação de Deus para proteção...
      Durante a construção do templo ele colocou não só demonios,as anjos e elementares para ajudar na construção (obvio que eles não pegavam o tijolo e construiam o templo,mas sim ajudavam na criação de proteções contra maus espiritos e da parte sagrada do templo,sendo os demonios os responsaveis por rodear o templo e impedir que outros demonios ou seres adentrassem o templo durante sua criação e utilização).
      Diz a lenda que os anjos e os elementares (tanto quanto os demonios) continuaram lá até o dia em que um pessoal chegou no templo destruido de salomão (lá por 200 d.C) e acharam uma sala secreta,liberando todos de sua tarefa imortal e virando os conhecidos como os Templários,por deterem o conhecimento do Templo De Salomão.

      Excluir
  3. É interessante que esse e todos os outros tipos de demonios são invocados e subjugados pelo mago quando ele vai para o NOX (leia-se: parte fucking advanced da magia em que as pessoas,após terem conhecimento sobre todas as coisas "boas" e proteções [LUX ou LVX], vão se arriscar na parte das trevas do mundo, fazendo o que se tem que fazer).

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Apenas como curiosidade, há uma teoria variante sobre a origem do nome "Rofocal" que NÃO o relaciona com o demónio goético Focalor. Repare, aliás, que o espírito goético domina sobre a água e o vento, enquanto (Lucifuge) Rofocale domina sobre as riquezas do mundo... dando a entender que se tratam de entidades diferentes, com características diferentes.

    Veja bem: "Lucifuge" é claramente derivado do latim Lucifugus, que significa "aquele que foge da luz".

    Por outro lado, temos a bem conhecida palavra Lucifer, derivada de lux+ferre, cujo significado é "portador da luz".

    Se Lucifugus é aquele que foge da luz (de Lucifer!), então ele é o INVERSO de Lucifer, ou seja, Reficul. Note que a estrutura consonântica das duas palavras é exactamente igual (R-F-C-L, Rofocal, Reficul).

    Temos, assim, uma explicação simples (e a meu ver, bastante razoável) para a origem do nome Lucifuge Rofocal. Ele não é Focalor, como muitas pessoas pensam, mas sim Lucifugus Reficul, aquele que foge da luz (espiritual) e se encarrega do apego à matéria, à riqueza material.

    Um abraço,

    L.G.

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS