quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Dia dos Mortos na Bolívia



O dia dos mortos na Bolívia remonta a um período anterior ao domínio dos povos Incas na região andina. No dia 8 de novembro famílias de diversas origens sociais se dirigem ao Cemitério General, em La Paz, para festejar as Ñatitas. As Ñatitas são crânios humanos veneradas por pessoas que as guardam em suas casas. Por isso, é preciso levá-las a capela do cemitério para que sejam aspergidas com água benta e, em seguida, sejam admiradas por seus donos e visitantes. As Ñatitas são ainda adornadas com diversos acessórios e recebem oferendas em forma de música, comida, flores e, principalmente cigarros.

Essa manifestação da cultura popular religiosa está repleta de códigos comunicativos que nos remete, por sua vez, a Teoria da Folkcomunicação quando admite que as classes subalternas criam diversos formas de comunicação que independem dos meios massivos: os chamados de Folkmídia. A música, a comida, as cores e os próprios crânios atuam como Folkmídia compondo um discurso popular que se manifesta de forma espetacular. O objetivo da pesquisa é mostrar como se dá a produção e recepção dessa manifestação folkmidiático através de seus agentes na Festa das Ñatitas e se justifica por ser um estudo pioneiro que utiliza o olhar da de um seguimento da Teoria da Comunicação.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS