domingo, 18 de agosto de 2013

Um Belo Garoto

Nos tempos feudais, na Inglaterra, vivia um tintureiro e sua esposa. Em um tempo difícil, eles conseguiram se destacar financeiramente e não hesitaram em mostrar isso. Foi nessa sociedade que o primeiro filho do casal nasceu.

Eles passavam horas falando a todos de seus planos e do orgulho da criança que estava por vir, mas ao nascer do bebê, todo orgulho se foi... Ela não havia se desenvolvido corretamente, os ossos da face tinham metade do tamanho, parecendo que seu rosto havia explodido de fora pra dentro.

Logo se preocuparam com o que os outros iriam pensar. Seria castigo divino? Mas já estava decidido como resolveriam esse "probleminha". O tintureiro levou a criança a um penhasco, e atirou-a, rapidamente perdendo-a de vista entre as ondas e as rochas. Ele voltou para casa e começou a circular a notícia que seu filho havia morrido pois nascera muito doente. Era a desculpa perfeita!

Um ano depois do acontecido, a esposa do tintureiro engravidou novamente.

Quando a segunda criança nasceu, viram que não precisavam se preocupar. Ele era perfeito e totalmente oposto ao primeiro. Os anos passavam e a criança ficava cada vez mais bonita e saudável.

Certo dia o tintureiro estava a passear com seu filho e no caminho depararam-se com o penhasco da cidade. O pai ficou sem expressão quando a criança o perguntou:

"Papai, você não vai me jogar daqui de novo, não é?".


Por:
Caçadores do Medo

2 comentários:

  1. Bela história, congratulações. Através da reencarnação uma lição que nada sai impune. Abç a todos.

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS