quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O Palhaço Bozo

E quem não conhece o Bozo? Um palhacinho inocente que fez a felicidade das crianças na década de 80 e mesmo quem não é dessa época já ouviu falar ao menos uma vez dele.

Atualmente o sbt resolveu apostar novamente no palhaço aproveitando o sucesso que os palhaços Patati e Patatá tem feito. E acertou em cheio a audiência aumentou considerávelmente passando na frente do Encontro com Fátima Bernardes. Estão bem, não?

Bom até ai nada demais a não ser que também estão reprisando o desenho de Bozo e seu amiguinho Juca... Eu nunca me sentia bem em assistir o programa e o desenho sozinha, minha mãe dizia que não havia motivo pra eu não gostar do Bozo, ele era bonitinho e tinha um jeito mágico de atrair atenção das crianças... não a mim...

Nunca gostei muito de palhaços então as pessoas achavam era um simples medinho de criança... Me mantive longe de palhaços desde que me lembro foi com a reprise e o retorno de Bozo a tv que pensei em enfrentar meus medos infantis. Afinal o que pode acontecer? Não sou mais uma criancinha e já nem me lembro o motivo de eu não gostar de palhaços.

Ontem decidi assistir o Bom Dia & Companhia e ver até o fim o Bozo e a Priscilla apresentando o programa, fiquei com um pouco de medo no começo, mas ao ver que ele não estava sozinho no palco me deixou mais calma. Percebi como aquele palhaço era irritante! Credoooo porque eu tinha medo dele? Deveria ter raiva! Aquelas frases bestas: "Alonso", "tereteteu", "bozo bozoca cara de pipoca". Hammmm??????

Durante as brincadeiras do 'Bom Dia' passei a ter uns flashs de quando era criança... Tinha uns 10 anos, época boa, boas lembranças até chegar em um episódio do Bozo.

Se não me engano o nome era 'Diversão e Sacrifício' onde o garoto Juca e Bozo estão caminhando numa floresta e o Bozo não tem a eventual "cara de bonzinho", seu semblante está perverso e sua voz arrastada e um sorriso maquiávelico deixa seu rosto ainda mais assustador... O garoto Juca parece não desconfiar da situação, ele caminha ao lado do palhaço sem se importar. Passam uns minutos em silencio, então Juca pergunta: "Onde vamos Bozo?" O palhaço o encara e responde: "Vamos nos divertir muito hoje garoto Juca!" e olha para mim, me observa como se pudesse exergar meu medo.

Naquele instante me ocorreu que tinha alguma coisa errada, como poderia haver episódio com os desenhos tão distorcidos e com aquele palhaço nada amigável? Aquilo deveria ser proibido, crianças ficariam traumátizadas com aquilo... como eu fiquei...

Mas isso não é tudo! Bozo leva o garoto Juca até um cemitério onde há uma "mesa de pedra" e alguma taças ao redor. Juca fica assustado e diz: "Bozo... o que estamos fazendo em um cemitério??? Tenho medo desse lugar vamos embora!" Bozo agarra o braço de Juca e só então ele percebe q há alguma coisa errada com a face de seu amigo. Juca tenta se soltar, mas é inútil, Bozo não vai soltá-lo. O Palhaço demoníaco amarra Juca à mesa de pedra e retira uma adaga de sua roupa e olha para Juca dizendo: "Porque está chorando garoto Juca? Vamos nos divertir muit hoje! Mas antes temos que realizar esse sacrificío!" Bozo perfura o peito do garoto sem hesitar e o sangue começa a escorrer pela pedra e encher as taças. Juca agora estava estático, não havia mais vida naquele corpo...

Bozo pega uma das taças e bebe todo o sangue e repete a todo instante: "Com esse sangue terei sucesso eterno e sairei desse mundo para conseguir mais sangue!" Ele olhou novamente para mim e começou a colocar os braços para fora da tv e aquela risada sarcástica ecoava pela casa... Eu era apenas uma criança e sai correndo, chorando e gritando chamando pela minha mãe... Mas ela não veio.

Desmaiei.

Acordei em minha cama e minha mãe me olhando com ar de espanto, minha roupa estava suja de sangue. Não entendi o que aconteceu... Ela não disse uma só palavra...

Despetei do Flash com um barulho vindo do quarto. Levantei-me para ver do que se tratava e parei em frente a porta, um calafrio percorreu minha espinha... O Bozo estava sentado em minha poltrona, me olhando. Fechei os olhos e tentei sair daquela alucinação, mas não era alucinação alguma... Ainda hoje o vejo por todos os lados e sua risada irritante não me abandona! Estou ficando louca!?

Ele quer que eu o ajude... Não quero mais fazer isso... Mas se não fizer ele não vai me deixar em paz...

Estou caminhando com uma garotinha por um parque agora... Sigo em direção a um cemitério...

Escrito por: Ladydias

2 comentários:

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS