domingo, 3 de julho de 2016

Zumbi Filosófico

Um zumbi filosófico ou p-zumbi é um ser hipotético que é fisicamente indistinguível de um ser humano, mas carece de certas qualidades, como uma alma ou qualia que os separa de serem seres humanos "reais".

filósofos que levam a sério essa noção e consideram que a experiência de pensamento p-zumbi é suficiente para provar o dualismo.


No momento em que um p-zumbi é alfinetado por um alfinete, por exemplo, tal não sente qualquer dor, porém age exatamente como se tivesse sentido algum tipo dor (pode por exemplo dizer um "ouch", "ai"e afastar o local) entretanto não teve uma verdadeira experiência de dor como uma pessoa teria. 

História

O conceito de uma máquina atuando como um ser humano sem ter consciência, além de ser ótimo exemplo de um p-zumbi, remonta a René Descartes. O termo "zumbi" dentro de um contexto filosófico foi introduzido por Robert Kirk, em 1975, e se popularizou com Daniel Dennett em 1991. Eventualmente, o termo "zumbi" foi expandido para "zumbi filosófico", para distinguir o conceito filosófico dos zumbis da tradição vodu haitiano ou os zumbis dos filmes. Esta foi, então, abreviado para "p-zumbi".

Tipos de P-Zumbis

Existem vários tipos diferentes de P-Zumbis, dependendo de como eles são indistinguíveis de seres humanos e qual qualidade humana específica que lhes falta. 

Um P-Zumbi poderia se comportar apenas como um ser humano. Dissecando tal zumbi, podemos descobrir que ele é completamente diferente de um ser humano real.

 Um P-Zumbi pode ser funcionalmente equivalente com os seres humanos. Isto é, tal ser pode ter um cérebro feito de fios e transistores, mas esses fios e transistores corresponderiam aos neurônios e anuênios de um cérebro humano, e seria possível mapear um para o outro.

 
Um P-Zumbi pode ser em todos os sentidos equivalente a um ser humano, mas apenas estaria simulando exatamente o que um humano reagiria sem ter conscientemente experimentando os eventos.


 
Um P-Zumbi também pode ser fisicamente idêntico a um ser humano. Supondo que tal zumbi seja diferente de um ser humano exigiria algum tipo de dualismo ou idealismo.Além disso, existem várias qualidades diferentes do que um p-zumbi possa não ter. Muitas vezes, um p-zumbi é assumido como não tendo qualia, mas outras qualidades possíveis são intencionalidade, o livre arbítrio, consciência, ou uma alma.
 


Eles não sabem que são zumbis, eles também defendem que assim como nós possuem uma clara intuição de que são conscientes e tem qualia. É impossível um zumbi descobrir que é um zumbi.

Se um zumbi tem a mesma certeza de que é consciente na qual temos e se não há modos de descobrir quem é quem e quem não é, como podemos saber que não somos um zumbi?


Fonte: http://rationalwiki.org 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS