sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Sons do Além

Sarah tinha apenas 12 anos, ela se sentia ignorada por tudo e por todos.

Ela gritava, chorava, mas sua mãe não dava ouvidos.

Sarah então passou a ficar em seu quarto, passou a não sair, se isolava de tudo.

Ela não sentia fome e nem sede, e quando estava sozinha em casa ouvia vozes, vozes que ela achava apenas ser sua imaginação.

Os dias iam passando, Sarah ia vendo a poeira encobrir as suas coisas, o papel de parede ia rasgando aos poucos e o teto começava a ficar infiltrado.

A mãe de Sarah entrava no quarto raramente e quando entrava era para colocar caixas de papelão e coisas velhas.

O quarto estava virando um deposito.

Ela jamais entendeu o porquê de sua mãe a ignorar o tempo todo, e também não entendia porque nunca sentia fome e nem sede.

Numa tarde quente de verão a mãe de Sarah entrou no quarto e deixou uma caixa em cima da cama, mas essa era diferente, estava embrulhada e com uma fita em volta.

Ela saiu rapidamente de onde estava e correu para abrir a caixa, mas por alguma razão ela estava sem forças até para abrir uma simples caixa.

Cansada de tudo aquilo Sarah começou a dar atenção as vozes, as vozes iam ficando mais altas e mais altas.

As vozes diziam: Sarah, você está morta..
(Comente, Avalie, compartilhe) 


2 comentários:

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS