terça-feira, 11 de agosto de 2015

Diversão Macabra

Era engraçado ver todas aquelas crianças brincando no parque com suas mães.

Infelizmente eu nunca tive uma mãe, fui criado por um padrasto muito rígido, ele sempre dizia que eu não podia brincar na rua, pois homens maus existiam do lado de fora.

Eu tinha muito medo, então passei a vida toda observando as crianças pela janela do meu quarto.

Certo dia um garotinho chutou a bola e ela caiu em nosso quintal, eu corri e peguei a bola, o garotinho me pediu, mas eu disse que só daria se ele entrasse para brincar comigo.

Eu ofereci biscoitos e um copo de leite gelado, ele parecia faminto.

Quando acabou ele me perguntou: Quando vamos brincar?

Eu ri e respondi: Assim que você desmaiar.

Pobre garoto, eu havia colocado veneno de rato no leite, ele parecia um cão raivoso, era engraçado de certa forma.

Meu pai entrou na cozinha e se deparou com a cena, assustado ele olhou pra mim e disse: O que você fez?

Respondi: Nada papai, eu só estou brincando, você não está feliz em me ver sorrindo?

Ele deu dois passos para trás e virou de costas.

Antes que ele pudesse abrir a porta e chamar algum vizinho eu peguei a faca de carne e perfurei o seu pescoço.

Enquanto jorrava sangue de seu pescoço eu me sentei ao lado dele e disse: Sabe papai, acho que homens maus também existem do lado de dentro.

(Estou tentado melhorar, a pedidos trago uma narrativa diferente, tentarei seguir mais nessa linha) 
(Comentem, deixem suas opiniões elas importam muito e também não esqueça de avaliar.) 

2 comentários:

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS