quinta-feira, 9 de julho de 2015

O Espelho da Ilusão


Mary tinha 18 anos quando herdou uma casa que sua avó havia deixado para ela antes de morrer.

Ela já não tinha mais os seus pais, eles morreram pouco tempo antes dela herdar a casa.

Ela só queria ir para um outro lugar, sair da casa onde diariamente fazia ela se lembrar de seus pais, então ela decidiu ir morar na casa que herdou.

Chegando lá ela notou que a casa era bem antiga, mas era espaçosa e os móveis estavam em bom estado.

No final do corredor havia uma porta trancada com correntes e cadeados.

Ela estava curiosa para saber o que tinha naquele quarto, mas como estava muito cansada ela subiu para tomar um banho e dormir. 

Durante a madrugada ela ouve batidas fortes no andar de baixo, ela desce e percebe que as batidas vêm do quarto no fim do corredor. 

Ela se aproxima  lentamente e olha pelo buraco da fechadura, mas tudo o que vê é um espelho empoeirado.

Mary pega um machado perto da lareira e corre até o fim do corredor, ela bate o machado nas correntes até que quebrem. 

Ela finalmente fica frente a frente ao espelho, ela passa a mão para tirar a poeira, e logo se assusta ao ver o reflexo de seus pais. 

Mary.- Pai? Mãe?
.- Sim querida, somos nós, nos tire daqui.
Mary.- Como?!
.- Apenas deseje e nós saremos livres. 
Mary.- Eu desejo ter os meus pais de volta.

Assim que fez o desejo ela desmaiou, e no dia seguinte acordou sentindo um cheiro de café vindo da cozinha.

Ela foi até lá e viu seus pais sentados na mesa com um sorriso enorme que parecia sem vida alguma.

Ela correu em direção a eles e lhes deu um abraço que pra surpresa dela não teve nenhuma emoção.

Mary ficou em choque e perguntou se eles não estavam felizes em vê-la novamente. 

Após perguntar isso os pais dela abaixaram a cabeça e começaram a gargalhar sem parar.

Mãe.- Minha querida, nós estamos muito felizes,olhe para os nossos sorrisos.
Pai.- Estamos ainda mais felizes em saber que você jamais sairá daqui. 

Mary correu em direção ao quarto para tentar quebrar o espelho, mas assim que chegou lá viu cordas amarradas em seu reflexo,ela parecia uma marionete. 

Ela tentou quebrar o espelho, mas algo impediu qualquer movimento que ela tentava fazer. 

De repente seus pais surgem atrás dela e sua mãe diz: Sua avó adorava marionetes, ela 
brincou comigo, brincou com seu pai e agora vai brincar com você. 

A mãe de Mary abriu o armário atrás do espelho e o que tinha lá era perturbador, eram marionetes humanas, entre as marionetes estavam os corpos dos pais dela e um lugar vazio no armário chamou a atenção. 

Ela olhou bem e no lugar vazio estava escrito: Reservado para Mary. 
Após anos a casa foi invadida e ao encontrarem os corpos chamaram a polícia, na casa foram encontrados livros de magia negra e objetos usados em sacrifícios.

A casa e os móveis estavam aos pedaços, menos o espelho que permaneceu intacto e sem nenhuma poeira. Dizem que essa talvez seja umas das diversas origens da famosa lenda: Bloody Mary.

(Deixe seu comentário)  

4 comentários:

  1. Jovem vc tentou criar algum suspense, mas não conseguiu a ideia do conto não é ruim, porém vc apressou muito as coisas. Eu sugiro que vc faça uma creepypasta de 4 partes envolvendo essa hist e assim vc terá tempo para criar o clima e o suspense sem deixar os leitores entediados. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Parece fan fic namorrrrral, trabalhe melhor estes textos.

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS