segunda-feira, 15 de junho de 2015

As Pedras Guias da Geórgia


As Pedras guia da Geórgia (Georgia Guidestones) formam um monumento em granito localizado no Condado de Elbert, Geórgia. A estrutura também é chamada de “American Stonehenge” (Stonehenge Americana). É composta por seis pedras de granito dispostas da seguinte forma: uma pedra no centro com quatro pedras ao redor, em posições verticais, além de uma pedra à cima das cinco, em posição horizontal. Estas placas de granito estão astronomicamente alinhadas. Em adição a esta estrutura, há uma placa (horizontalmente disposta no chão), também de granito, que fica a oeste deste monumento e tem o objetivo de fornecer algumas notas sobre a história e a finalidade das Pedras Guia (Guidestones). O monumento mede 21 pés e 3 polegadas e utiliza 951 pés cúbicos de granito. Todas as pedras juntas pesam mais de 119 toneladas.

O detalhe mais surpreendente do monumento não é, porém , seu tamanho, mas a mensagem gravada nele: Dez regras de uma ”Era da Razão”.  Estas falam de regras ou orientações sobre assuntos que estão associados com a “Nova Ordem Mundial”, incluindo o despovoamento em massa, um único governo mundial, a introdução de um novo tipo de espiritualidade, etc. Os autores dessas regras pediram para permanecerem totalmente anônimos e, até agora, o seu anonimato foi devidamente preservado.  No entanto, este misterioso grupo deixou um texto explicando o raciocínio por trás das regras, um texto que não foi discutido online antes. Com esta nova informação, o objetivo por trás das Guidestones ficou muito claro, deixando pouco espaço para hipóteses. As Guidestones descrevem o “mundo ideal”, igual ao previsto por sociedades secretas ocultistas. O monumento é, portanto, a prova de uma ligação existente entre as sociedades secretas, a elite mundial e a pressão por uma Nova Ordem Mundial.


Georgia_Guidestones-e1289416857266

Numa espécie de pirâmide, feita  de granito azul, as pedras guias da Geórgia são destinadas a resistir ao teste do tempo e para comunicar seu conhecimento em diversos níveis: filosófico, político, astronômico, e etc. Trata-se de quatro grandes blocos de pedra, que contêm dez guias ou regras  para se viver, em oito idiomas: Inglês, espanhol, suaíli, hindi, hebreu, árabe, chinês e russo. A mensagem mais curta está inscrito na parte superior da estrutura em scripts de  quatro línguas antigas: babilônico, grego clássico, sânscrito e hieróglifos egípcios. É importante notar que as últimos quatro línguas antigas, são de grande importância nos ensinamentos das escolas de mistério ocultistas, como a Maçonaria e os rosacruzes, as organizações que discutiremos mais tarde.

ff_guidestones3_f1-e1289520719926

As quatro grandes pedras estão dispostas em uma configuração de “pás” gigantes, que são orientadas para os limites do movimento do sol durante o decorrer do ano e também mostra as posições extremas do nascer e pôr do sol no seu ciclo de 18,6 anos. A pedra central tem duas características especiais: primeiro, a Estrela Polar está sempre visível através de um furo  especial do sul para o lado norte da pedra do centro, em segundo lugar, outra abertura se alinha com as posições do sol nascente, no momento dos solstícios de verão e inverno e no equinócio.

Na base do Guidestones está uma tabuleta explicativa, que  lista alguns dos detalhes da estrutura. Ela também menciona uma cápsula do tempo enterrada debaixo dela. O conteúdo deste cápsula do tempo (se existir) são um mistério total.

guidestones2

Características astronômicas são de grande importância na concepção das Guidestones. Em um país relativamente “novo”, como os Estados Unidos, os monumentos que estão alinhados com os corpos celestes são muitas vezes o trabalho de sociedades secretas, como os maçons. Os desenhos de seus ensinamentos das escolas de mistério do antigo Egito, Grécia ou os celtas druidas, são feitos para serem implantados em alguns dos seus monumentos, chamado de “conhecimento sagrado”.


Os 10 Mandamentos


Georgia_Guidestones_English_FullOs dez mandamento das guias para uma Nova Era da Razão são as seguintes:

1. Manter a humanidade abaixo de 500.000.000 em perpétuo equilíbrio com a natureza.

2. Controlar a reprodução sabiamente – aperfeiçoando as condições físicas e a diversidade.

3. Unir a humanidade com um novo idioma vigente.

4. Controlar a paixão – fé – tradição – e todas as coisas com razão moderada.

5. Proteger povos e nações com leis e tribunais justos.

6. Permitir que todas as nações regulem-se internamente, resolvendo disputas externas em um único tribunal mundial.

7. Evitar leis insignificantes e governantes desnecessários.

8. Equilibrar direitos pessoais com deveres sociais.

9. Valorizar a verdade – beleza – amor – procurando a harmonia com o infinito.


10. Não ser um câncer sobre a terra – Deixar espaço para a natureza.

Despovoamento, Planejamento Familiar e Eugenia

O primeiro “mandamento”  é particularmente chocante, já que basicamente prevê que 12 de 13 pessoas na Terra não deveria existir, basicamente, isso significaria que todos no mundo desapareceria com exceção de meia Índia. Se a população mundial de hoje é 7 bilhões, então isso é um excedente de 90%. É alucinante considerar estes valores.

A última regra das Guidestones: “não ser um câncer na terra – Deixar espaço para a natureza ” é particularmente preocupante, uma vez que compara a vida humana como câncer na terra.  Com este estado de espírito, é fácil racionalizar a extinção de quase toda a população do mundo.

A segunda regra (“Controlar a reprodução sabiamente – aperfeiçoando as condições físicas e a diversidade.”), basicamente, são as chamadas da inferência de parlamentares na gestão das unidades familiares. Se lermos nas entrelinhas, que exige a criação de leis regulando o número de filhos por família. Além disso, “melhorar a diversidade” pode ser obtida com a “criação seletiva”, ou a esterilização dos membros indesejáveis da sociedade. Isto costumava ser chamado de “eugenia”, até que se tornou politicamente incorreto por causa do nazismo.

Explicações Diretamente dos Autores Anônimos

Desde da inauguração do monumento em 22 de março de 1980, inúmeros autores e pesquisadores têm tentado interpretar a lógica por trás destas das dez orientações. Será que estas declarações consistem realmente em  um plano para uma Nova Ordem Mundial? São apenas regras a aplicar em caso de uma grande catástrofe? O melhor lugar para obter uma resposta exata é pedir aos autores das próprias regras. No entanto, uma vez que eles optaram por permanecer anônimos, é impossível fazê-lo.

Este texto surpreendente, que descreve os seus motivos em grande detalhe, só podem ser encontrados nas Pedras Guias da Geórgia, um panfleto produzido pela Granite Company, que produziu o monumento. Cabe a você caro leitor decidir se os autores desejam uma Nova Ordem Mundial ou não.

“É muito provável que a humanidade já possua os conhecimentos necessários para estabelecer um governo mundial eficaz. De alguma forma  o conhecimento deve ser amplamente semeado na consciência de toda a humanidade. Muito em breve o coração de nossa família humana deve ser tocada e aquecido de modo que vai acolher esta regra global da razão.

“A consciência de grupo da  espécie humana é cega, perversa, e facilmente distraídos por trivialidades, quando deveria ser focado em fundamentos. Estamos entrando em uma era crítica. Pressões da população em breve irão criar uma crise política e econômica em todo o mundo.  Estes tornarão  mais difícil e ao mesmo tempo tão necessária  construção de uma sociedade mundial racional.

“Um primeiro passo será o de convencer um mundo duvidoso, de que essa sociedade é agora possível. Levemos em vista, um  permanente apelo à razão coletiva da humanidade. Vamos chamar a atenção para os problemas básicos. Vamos estabelecer prioridades adequadas.  Temos de colocar  ordem em  nossa casa aqui na terra antes de alcançar-mos as estrelas.

“A razão humana está agora despertando para a sua força. É a mais poderosa agência, que  ainda não foi liberada no desenrolar da vida no nosso planeta. Temos de fazer da humanidade consciente de que a aceitação a razão, compassiva e  esclarecida, irá controlar nosso destino, dentro dos limites inerentes à nossa natureza.

“É difícil ter esta  semente de sabedoria em  mentes humanas fechadas. Inércias culturais não são facilmente superadas. Desenrolar dos acontecimentos mundiais e do triste recorde de nossa raça, de  dramatizar as insuficiências das agências tradicionais que regem os assuntos humanos. A crise que se aproxima pode tornar a humanidade disposta a aceitar um sistema de direito do mundo, que irá enfatizar a responsabilidade das nações individuais na regulação dos assuntos internos, e que irá ajudá-los na gestão pacífica dos atritos internacionais.

“Com este sistema podemos eliminar a guerra, nós poderíamos fornecer todas as pessoas uma oportunidade para buscar uma vida de propósito e realização.
Eles são atingíveis. Mas eles não acontecerão sem esforços coordenados por milhões de pessoas dedicadas em todas as nações da terra.

”Nós, os patrocinadores dos guias da Geórgia , somos um pequeno grupo de americanos que quer chamar a atenção sobre os problemas centrais do dilema atual da humanidade.  Nós temos uma mensagem simples para os outros seres humanos, agora e no futuro.  Acreditamos que contém verdades auto-evidentes, e não temos preconceito de credo ou filosofia.  No entanto, a nossa mensagem é, em alguns aspectos controversos. Optamos por manter o anonimato, a fim de evitar o debate  e a disputa que poderia confundir o nosso sentido, e que poderia atrasar a revisão de nossos pensamentos. Acreditamos que nossos preceitos são sólidos.  Eles devem permanecer em seus próprios méritos.

“Stonehenge e outros vestígios de antigos pensamentos humanos despertaram nossa curiosidade, mas não carregam nenhuma mensagem para a nossa orientação.  Para transmitir nossas idéias ao longo do tempo a outros seres humanos, temos erguido um monumento – um aglomerado de pedras esculpidas. Estas pedras em silêncio, irão mostrar as nossas ideias mesmo depois de termos desaparecido da terra. Esperamos que mereçam maior aceitação e que através de sua persistência silenciosa, deva acelerar em um pequeno grau, a experiência que vem da razão.

(…)

“Nós acreditamos que cada ser humano tem um propósito. Cada um de nós é um pouco pequeno, mas significativa parte  do infinito. Os alinhamentos celestes das pedras simbolizam a necessidade de a humanidade ser enquadrada com os princípios externos, que se manifestam em nossa própria natureza e no universo ao nosso redor.  Devemos viver em harmonia com o infinito.

“Quatro grandes pedras na parte central são inscritas com dez preceitos, cada pedra carregando o mesmo texto em dois idiomas. Na versão em Inglês a mensagem totaliza menos de cem palavras. As línguas foram escolhidas por sua importância histórica e seu impacto sobre as pessoas que vivem agora. Desde que há três mil línguas vivas, e nem todas  poderiam ser  escolhidas.

“Nós  prevemos uma fase posterior no desenvolvimento das Pedras guias da Geórgia . Esperamos que outras pedras possam ser erguidas nos círculos exteriores para marcar as migrações do sol e talvez alguns outros fenômenos celestes.  Estas pedras que carregam nossas palavras, nas línguas de outros indivíduos, que compartilham nossas crenças e elevará  pedras semelhantes, às fronteiras
internacionais, nas línguas dos vizinhos amigáveis. Eles servem para lembrar as dificuldades que toda a humanidade deve enfrentar, e incentivamos os esforços mútuos para lidar com eles de maneira racional e com a justiça.

“Nós não professamos nenhuma inspiração divina, para além do que pode ser encontrado em todas as mentes humanas.  Os nossos pensamentos refletem a nossa análise dos problemas enfrentados pela humanidade neste alvorecer da era atômica. Eles descrevem em termos gerais, alguns passos básicos que devem ser tomadas para criar para a humanidade, um benevolente  e permanente equilíbrio com o universo.

“Os seres humanos são criaturas especiais. Nós somos pastores de toda a vida terrena. Neste mundo, temos um papel central em uma eterna luta entre o bem e o mal, entre as forças que constroem e as que destroem.  O Infinito envolve tudo o que existe, ainda luta, conflito e mudança, o que pode refletir tumultos na alma de Deus.

”Nós, seres humanos fomos dotados com uma pequena capacidade de conhecer e agir para o bem ou para o mal.  Devemos nos esforçar para aperfeiçoar nossa existência, não só para nós mas para aqueles que virão depois de nós. E não deve ser esquecido o bem-estar de todos os outros seres vivos, cujos destinos têm sido colocados em nossa confiança.

“Nós somos a agência principal, através da qual, as boas qualidades e do mal do espírito tornam-se atores no nosso mundo. Sem nós há muito pouco de amor, a misericórdia ou compaixão. No entanto, podemos também ser agentes do ódio, da crueldade e da fria indiferença. Só nós podemos conscientemente trabalhar para melhorar este mundo imperfeito. Não é suficiente para nós simplesmente ficar  à deriva com a corrente. O mundo racional de amanhã está sempre em movimento.

”Em 1980, como estas pedras estavam sendo levantadas, o problema mundial mais urgente era a necessidade de controlar o número de seres humanos. Nos últimos séculos, a tecnologia e os combustíveis abundantes fizeram uma possível multiplicação da humanidade, muito além do que é prudente ou que seja sustentável longo à  prazo. Agora podemos prever o esgotamento iminente dessas fontes de energia e o esgotamento das reservas mundiais de muitas matérias-primas essenciais.
“O controle  de nossa reprodução é uma necessidade urgente. Isso exigirá grandes mudanças em nossas atitudes e costumes.  Infelizmente, a inércia do costume humano podem ser extremas.  Isto é especialmente verdadeiro , pois aqueles a quem enviamos esta mensagem, estejam  desinformados sobre a necessidade de mudança.

“Quase toda a nação agora está superpovoada, em termos de um equilíbrio constante com a natureza.  Somos como uma frota de embarcações salva-vidas superlotadas , confrontado com uma tempestade que se aproxima.Nos Estados Unidos da América, estamos seriamente sobrecarregando nossos recursos para manter a nossa população presente, no estado atual de prosperidade.  Estamos destruindo nossa terra e temos crescido perigosamente dependente de fontes externas de petróleo, metais e outros recursos não renováveis.  Países como Japão, Holanda e Haiti são ainda mais seriamente superpovoados e, portanto, em maior perigo.

“Nessas circunstâncias, a reprodução não é mais uma questão exclusivamente pessoal. A sociedade deve ter uma voz e um certo poder de direção na regulação desta função vital. Os desejos dos casais humanos são importantes, mas não fundamentais. Os interesses da sociedade atual e bem-estar das gerações futuras devem ser tomados em consideração crescente, à medida que desenvolvemos mecanismos para trazer controle racional sobre a fertilidade.

(…)

“A maternidade irresponsável deve ser desencorajada por pressões sociais e legais. Casais que não podem fornecer um rendimento digno e suporte para uma criança, não deve produzir filhos que sejam um fardo para seus vizinhos. Trazendo crianças desnecessárias em um bote salva-vidas, causando a  superlotação. É injusto para com os filhos. É prejudicial para os outros ocupantes e todas as coisas vivas. A sociedade não deve subsidiar ou incentivar tal comportamento.

“Conhecimento e técnicas para regular a reprodução humana estão agora em existência. Líderes políticos de todo o mundo têm uma grave responsabilidade de tornar esse conhecimento e essas técnicas  disponíveis. Isso poderia ser feito com uma fração dos recursos que o mundo agora dedica a fins militares.  A longo prazo, dirigindo fundos para este canal , poderíamos  fazer mais do que qualquer outra coisa para reduzir as tensões que levam à guerra.

“A população mundial diversificada e próspera em um equilíbrio constante, com recursos globais, serão o alicerce para uma ordem mundial racional. Pessoas de boa vontade em todas as nações devem trabalhar para estabelecer esse equilíbrio.

(…)

“Com a conclusão da base central das Pedras  guias da Geórgia, nosso pequeno grupo tem o seu patrocínio dissolvido. Deixamos o monumento na guarda do povo de Elbert County, na Geórgia.
“Se nossas palavras inscritas são escurecidas pelo desgaste do vento e do sol e do tempo, pedimos-lhe que façam mais profundas. Se as pedras  caírem, e se forem espalhados por pessoas de pouca compreensão, pedimos que você venha juntá-las novamente.

“Nós convidamos os nossos companheiros seres humanos em todos os países para refletir sobre a nossa mensagem simples. Quando esses objetivos forem procurados, mesmo por poucos dias, então a  humanidade em geral, terá uma ordem racional do mundo , que pode ser alcançada por todos.

Clique aqui, para ler o guia todo em Inglês.

Os Autores

Então, quem era este “pequeno grupo de americanos que buscam a Era da Razão”? Embora a sua identidade seja secreta, eles deixaram algumas pistas dizendo para os iniciados, inequivocamente apontando para a natureza oculta do seu grupo. Para começar, o texto acima descobre a marca inconfundível do ocultismo ocidental.  Podemos encontrar referências ao “Assim Acima, Assim Abaixo” (Citação: Os alinhamentos celestes das pedras simbolizam a necessidade de a humanidade ser enquadrada  com os princípios externos que se manifestam em nossa própria natureza e no universo ao nosso redor) e à dualidade (Citação: Nós somos as principais agências e através do qual o mal e as boas qualidades do espírito se tornam atores em nosso mundo. Sem nós , existirá  muito pouco de amor, a misericórdia ou compaixão. Contudo, podemos também ser agentes do ódio, da crueldade e da indiferença fria). 

R.C. Christian

Aqui está a história do ordenamento do Guidestones, como dito pelo guia oficial:

O que começou como uma tarde de sexta-feira normal, no meio do verão terminou na produção e montagem de um dos mais insólitos monumentos do mundo, produzido sob a condições mais incomuns. Joe Fendley, presidente da Companhia Elbert  de acabamento em granito ,inc. em Elberton, Georgia, foi gasto nesta tarde sexta-feira, em junho de 1979, que ele passa a maior parte tardes de sexta… estudando seus relatórios semanais e, geralmente, fechando a loja para um fim de semana… e depois tudo começou .
Um homem vestido ordenadamente entrou no escritório da Rua Fendley e disse que queria fazer um  monumento. Como todo mundo no escritório estava ocupado, Fendley decidiu falar com o estranho mesmo e explicou que sua empresa não vende diretamente ao público, mas somente em atacado.
Sem desanimar, o homem de meia-idade, que se identificou apenas como Sr. Robert C. Christian, disse que queria saber o custo de construir um monumento para a preservação da humanidade e começou a contar Fendley que tipo de monumento que ele queria. Com isso ele delineou o tamanho em medidas métricas.
Fendley admitiu que sua primeira reação ao Sr. Christian não foi muito boa, mas depois de o ouvir durante cerca de 20 minutos e aprender o enorme tamanho do monumento que ele pretendia adquirir e erguer, Fendley decidiu que ele deveria levar este homem a sério

guidestones21-e1289684598456
O nome da R. C Christian na pedra explicativa com um erro de digitação em "pseudonyn" (pseudônimo)


Se o nome de R.C. Christian era simplesmente um pseudônimo sem sentido, porque seria gravada em um importante monumento feito para a posteridade? Poderia ter o nome algum significado? Bem, sim. R.C. Christian é uma clara referência a Christian Rosenkreuz , Inglês cujo nome é Christian Rose Cross, o lendário fundador da Ordem Rosacruz.  Alguns poderiam dizer que a semelhança entre R.C. Christian e o Rosa Cruz é o resultado de uma estranha coincidência. Como veremos, é no entanto apenas uma das muitas referências ao Rosacrucianismo associado ao monumento.  Esta é apenas uma peça do quebra-cabeça, mas uma peça importante, no entanto.

Os Rosacruzes

SeekingEntry4
Procurando  entrar  para os mistérios Rosacruzes, observe que o candidato está mostrando o sinal da mão de sigilo. Além disso, observe as letras “RC”, como no R.C. Christian.


Os Rosacruzes são conhecidos pela publicação de três Manifestos, feitos no início do século 17: Fama Fraternitatis Rosae Crucis, Confessio Fraternitatis and Chymical Wedding of Christian Rosenkreutz.
Estas obras anônimas, rodeadas por mistérios, misteriosamente introduzidas ao público em geral, a filosofia Rosacruz, ao anunciar uma grande transformação do cenário político e intelectual da Europa.  O ‘Age of Enlightenment’, logo em seguida, acompanhado com a queda das monarquias feudais. As guias da Geórgia parecem realizar as mesmas funções que os manifestos rosacruzes, chamando para um mundo de transformações importantes e mantendo um clima de mistério.

A Era da Razão

Existem inúmeras referências ao conceito da “Era da Razão” nas Pedras Guias. Poderiam ser uma referência para a clássica obra de Thomas Paine intitulado… Era da Razão?

ageofreason21-e1289686631120
A Era da Razão: Uma Investigação da Verdade e Teologia Fabulosa

É um fato conhecido de que Thomas Paine foi um destacado membro da Fraternidade Rosacruz na América.
“A Fraternidade Rosacruz existia na América antes da Primeira Revolução Americana.” Em 1774, o Grande Conselho dos Três (Corpo governante supremo da Fraternidade) foi composto por Benjamin Franklin, George Clymer e Thomas Paine”. - The Fraternitas Rosae Crucis,
Em: The Secret Destiny of America, Manly P. Hall descreve Thomas Paine, como um cruzado importante para a marcha em direção a um governo mundial ideal.
“De Thomas Paine foi dito que ele fez mais para ganhar a independência das colónias com a sua caneta, do que George Washington realizou com sua espada, a  completa reorganização não  só do governo, religião e educação nos levaria ainda hoje para o estado perfeccionista que Tom Paine imaginava“. - Manly P. Hall, The Secret Destiny of America

Esta peça velada a Thomas Paine é outra peça do quebra-cabeça Rosacruz, que me leva a crer que os autores eram maçons (que incorporou ensinamentos Rosacruzes em seus graus) ou membros da Fraternidade Rosacruz.
Além disso, como se para tornar as coisas mais óbvias, o livreto das Guidestones mencionam que Joe H. Fendley Sr., presidente da Elberton Granite, bem como muitas outras pessoas envolvidas com a construção do monumento, foram maçons. Foi esta a razão da seleção destes homens pelos patrocinadores anônimos dos monumentos?
“Fendley também está envolvido em atividades fraternas. Levantado como Mestre Maçom, em 1958, ele agora é um membro da Loja Maçônica Philomathea #25, em Elberton, é um Rito de York e o Rito Escocês 32 °Maçon, e foi admitido no Santuário Yaarab Temple, em Atlanta, em 1969. Ele foi presidente da Vale do Santuário Savannah Clube de 1972 a 1973. O Soberano do Santuário concedido o “Grau de Distinção” em 1973, e nomeado Embaixador em 1975.“ 

Conclusão

Muitas das regras das Pedras Guias fazem sentido para a preservação da Terra a longo prazo. Mas entre as palavras idealistas dos autores do monumento e da forma real em que essas políticas seriam aplicadas sobre as massas – por políticos gananciosos sedentos de poder  – há muitas diferenças. Lendo nas entrelinhas, as diretivas das pedras guias exigem das massas a perda de muitas de suas liberdades pessoais e submissão ao controle governamental, batendo em muitas questões sociais… para não mencionar a morte de 92,5% da população… e provavelmente de ninguém da “Elite”.
É o conceito de uma ”democracia, do povo e para o povo”, tal como idealizado pelos Fundadores de muitas nações, uma mera ilusão, uma solução temporária até que seja introduzido um governo mundial socialista? Por que os cidadãos do mundo não são consultados uma vez que a questão é democrática?  Eu acho que é mais fácil para as elites  fabricarem o consentimento popular através das mídias de massa. Mas talvez isso não funcione em todos:

Copiado e meio adaptado:/Midia Illuminati

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS