terça-feira, 14 de outubro de 2014

Os retratos

Havia um caçador, que, depois de um longo dia de caça, estava no meio de uma imensa floresta. Estava ficando escuro, e tendo perdido seu rumo, ele decidiu ir em uma direção até que ele não visse mais as grandes folhagens. Depois do que pareceram horas, ele se deparou com uma cabana em uma pequena clareira. Percebendo o quão escuro estava, ele decidiu ver se ele poderia ficar lá por aquela noite. Ele se aproximou e encontrou a porta entreaberta. Ninguém estava lá dentro. O caçador deitou-se na cama, decidindo como iria explicar ao dono pela manhã.

Enquanto ele olhava ao redor, ele ficou surpreso ao ver que as paredes possuíam vários retratos, todas pintadas com detalhes incríveis. Sem exceção, parecia que eles o encaravam, suas características eram retorcidas e o seus olhares tinham ódio e malicia. Ele estava ficando cada vez mais desconfortável. Fazendo um grande esforço para ignorar as muitas faces de ódio, ele virou o rosto para a parede, e exausto, caiu no sono.

Na manhã seguinte, o caçador acordou e se virou piscando em uma luz solar inesperada. Olhando para cima, ele descobriu que a cabana não tinha retratos, apenas janelas.



Traduzido do site: Creepypasta Wikia

2 comentários:

  1. Tenso... O pior seria se os "retratos" ainda estivessem lá.

    ResponderExcluir
  2. http://medosensitivo.blogspot.com.br/2012/09/cabana.html

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS