sexta-feira, 4 de julho de 2014

Querido Jeff The Killer..

Olá, meu nome é Clara, eu adoro histórias de terror e desde que conheci a história de Jeff The Killer não penso em outra coisa.

Meus pais trabalham muito e não se importam se eu estudo ou não, na verdade às vezes parece até que moro sozinha.

Eu estou há quase duas horas lendo a mesma história, nunca vi um garoto tão perfeito quanto o Jeff, nossa ele é lindo demais!

Não sei, acho que estou apaixonada, é estranho eu sei, mas eu só consigo pensar em seu lindo rosto.

Eu mataria os meus pais pra ficar com ele, cortaria o meu cachorro em pedaços e daria aos porcos pra conhecer o meu querido Jeff.

Acho que vou escrever uma carta para o Jeff e amanhã deixarei na porta do Hospício Denbigh que fica há três horas daqui.

(Carta)

''Querido Jeff The Killer, eu te conheci faz pouco tempo através de uma história que li na internet, eu me apaixonei por você, te acho lindo!''

''Eu gostaria muito de conhecer você pessoalmente e beijar a sua boca, abraçar o seu corpo sujo de sangue e também gostaria que você me ensinasse à arte de matar, você é mestre nisso, eu realmente adoraria aprender.''

''Os meus pais não se importam comigo, o meu cachorro só dorme e a minha vida é um lixo!''

''Sinto vontade de matar todo mundo e depois enterrar no porão da minha casa.''

''Muitas pessoas não entendem você, mas eu te entendo, sou sua fã e faria tudo, absolutamente tudo por você meu amor. ''Eu preciso de você.''

-Acho que está bom, amanhã levarei até lá.

Estou no ônibus e meu coração bate mais forte cada vez que o caminho diminui, eu estou ansiosa para entregar a carta, não vejo a hora.

Finalmente cheguei, é tudo tão sombrio.. Confesso que estou com medo, mas o meu amor por ele é maior do que qualquer medo.

Deixei a carta na porta, tenho que ir embora antes que os meus pais cheguem do trabalho.

Não acredito que perdi o ônibus, vou ter que ir andando.

Demorei, mas cheguei em casa, ufa! Parece que os meus pais ainda não chegaram, vou pro meu quarto descansar.

O que é isso? Parece sangue na escada, vou até o quarto dos meus pais.

Não posso acreditar no que vejo, os meus pais.. Eles.. Estão sorrindo pra mim!

Mas porque não se mechem? Falem comigo droga!

Espera.. Tem alguém atrás da porta.

Clara.- Jeff? É você meu amor?
Jeff. – Hahaha! Quem mais poderia ser? Eu li os seus pensamentos e já sabia que você escreveria a carta pra mim.
Clara. – Eu não sabia que você podia ler pensamentos!
Jeff. – Há muitas coisas que você não sabe sobre mim.
Clara. -  Querido Jeff, eu te amo.
Jeff. – Você me ama? Eu não acredito em você sua vadia estúpida!
Clara. – Eu posso provar!
Jeff. – Como?
Clara. -  Arranque o meu coração, você verá que ele bate forte quando está perto de você.
Jeff. -  Hahahaha.. Você tem um belo coração, posso sentir o pulsar em minhas mãos, pena que você está morta agora e não poderá nunca mais ver o meu lindo rosto.

(Clara) Acabo de acordar, há um buraco enorme no meu peito, não me sinto mais viva!

Não sei como, mas acho que Jeff passou alguma energia maligna pra mim, ele me tratou como uma vadia. Eu não sinto mais amor, sinto ódio profundo por ele, quero me vingar daquele monstro maldito!

Estou com fome e sede de sangue hahaha..

Billy(cachorro) você gostaria de me conhecer por dentro?

Você tem um gosto bom. Dá próxima vez que encontrar com o Jeff eu irei comer cada parte daquele maldito!

(Carta 2.)
Querido Jeff..                                                        (Continua)..

Um comentário:

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS