quinta-feira, 3 de julho de 2014

Norman

Dina é mãe de Norman, depois de um incêndio misterioso em sua antiga casa eles resolvem mudar de cidade.

Dina trabalha o dia inteiro e deixa a sua vizinha tomando conta dele. Ela se chama Sarah e tem 17 anos.

Certo dia o namorado de Sarah aparece de surpresa na casa de Dina, Sarah e ele trocam beijos e vão até o quarto namorar.

Norman ouviu alguns gemidos e foi até o quarto ver o que era. Ele observava com um olhar vazio e sombrio.

Sarah diz ao seu namorado: Você me faz pegar fogo!
Algum tempo depois enquanto eles dormiam, o garoto foi até o porão e pegou um galão de querosene e espalhou por todo o quarto.  Ele risca delicadamente o fósforo e joga em direção á cama.

Enquanto os dois são queimados vivos e gritam de dor, Norman apenas observa mais uma vez com aquele olhar vazio.  

Quando a mãe dele chega, o encontra do lado de fora da casa. Ela assustada pergunta: O que aconteceu filho?!

Norman. – Sabe mãe, uma vez eu vi o papai no quarto da nossa antiga casa com outra mulher e no chão havia um livro. Sabe o que ele dizia?
Dina. – Do que você está falando?!  
Norman. – Ele dizia que só o fogo tem o poder de purificar. Se algum dia você deixar de me amar, eu terei que te purificar também.

Dina fica em estado de choque, mas não demonstra nenhum sinal para que ele não perceba.

Eles vão para a casa do irmão de Dina (Ricky), chegando lá ela manda Norman ir descansar.  

Dina diz á Ricky: O meu filho é um louco! Ele botou fogo na casa junto com duas pessoas dentro!
Ricky. – Nós precisamos agir com calma, é melhor avisarmos a polícia amanhã.

A noite chega e eles dormem, mas logo acordam com o barulho do telefone tocando.

Dina atende e uma voz abafada diz: Eu ouvi tudo.
Em seguida a casa toda pega fogo enquanto Norman observa do lado de fora.

Um comentário:

  1. Não faz sentido ele ter telefonado pra dizer que ouviu tudo. Era só pôr fogo na casa sem avisar.

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS