quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Relato de paralisia do sono

Estou um pouco depressiva esses dias, com alguns problemas familiares que tem me consumido, ando estressada e ansiosa e isso é um prato cheio para a paralisia do sono acontecer. Passei a tarde fazendo pesquisas para o MS e escutando músicas relaxantes e alguns áudios bineurais (frequências que potencializam as capacidades do ser humano).

Logo após um tempo de choro, resolvi deitar-me, dormir um pouco me faria esquecer as preocupações, então por volta das 19:00 apaguei as luzes e dormi.

Muito raramente durmo de barriga para cima, porém dessa vez foi a posição mais confortável que encontrei, relaxei e dormi, ou quase... De repente senti meu corpo pesado, como se estivesse afundando na cama, tentei me mover, mas não consegui, minha visão de início estava um poco embaçada e aos poucos foi se adequando ao quarto escuro.

De início estava tudo tranquilo, mas então ví uma criatura muito alta e negra, totalmente negra, não conseguia ver seus olhos, mas pude ver que o formato de seu rosto era semelhante a de um animal, tipo uma cabra ou porco, não sei ao certo. Mais ou menos como na imagem, mas sem cauda e chifres. Ele estava apoiado no guarda roupa - que eu podia ver perfeitamente pois estava deitada em diagonal - olhando para mim.

Quando a criatura percebeu o estado em que me encontrava começou a gritar comigo, não pude distinguir o que ele dizia, pois um terror imenso tomou conta de mim. Eu sabia que era paralisia do sono, estava ciente do que estava acontecendo, e comecei a piscar os olhos fortemente e a respirar bem fundo, mas não adiantava continuava a ouvir a criatura, que acredito ser a mesma que me persegue, blasfemando contra mim com uma voz trovejante. Algo a segurava onde estava, pois desde o momento em que a ví ela permaneceu no mesmo lugar e na mesma posição... se não fosse isso creio que teria me atacado.

Bom, depois de relaxar bastante e piscar os olhos incessantemente a criatura se foi e eu achava que tinha acordado, mas então me ví deitada na cama, uma projeção astral - meu sonho de consumo dos últimos meses e não pude aproveitar porque estava apavorada e temendo ver "coisas" que não gostaria. Em espírito fui até o quarto da minha sogra, a ví dormindo e tentei acordá-la, a chamei e sacodi seus lençóis para que ela fosse me acordar, já que eu não estava conseguindo acordar sozinha.

Depois disso, voltei para o quarto e creio que retornei ao meu corpo e enfim dormi realmente, então agora ficou tudo bem não é? Quem dera! Tive um pesadelo terrível (tomara que tenha sido pesadelo) em que eu ficava presa numa espécie de Limbo, um baixo astral ou algo assim... Um lugar negativo e escuro, eu estava pairando entre dois mundos... Novamente, estava ciente e não conseguia acordar!

Acordei as 22:20 quando meu marido chegou da faculdade e me chamou. Ai tive uma surpresinha, fui até o quarto da minha sogra e vi que ela estava dormindo com as luzes acesas, ela só faz isso quando algo sobrenatural a assusta, concluí que a projeção foi real. Provavelmente ela achou se tratar de algum fantasma perto dela. Amanhã tirarei essa dúvida.

Contei tudo isso ao meu marido e ele ficou bem tenso em relação a criatura que ví, pois segundo ele é igual a que ele viu uma vez na janela - ainda namorávamos. Lembro desse dia, ele ficou apavorado, chorava e tremia como uma criança enquanto a criatura falava coisas que, hoje, ele não recorda.

Agora estou com medo de dormir...

Já passou por algo parecido?

Ladydias

7 comentários:

  1. Isso nunca aconteceu comigo, mas aconteceu algo parecido com a minha tia. Na época ela tbm passava por problemas emocionais, a morte do meu vô e problemas conjugais, então ela andava bastante abatida e vinha tendo pesadelos recorrentes e, o mais estranho, é que em um desses pesadelos ela ouvia uma voz melodiosa masculina falando pra ela rezar o salmo 91 (nessa época minha tia era uma evangélica muito devota, até demais.), ela não deu atenção a isso, porque afinal era só um pesadelo. E mais tarde, na mesma época, ela passou em frente a uma igreja católica bem na hora que a missa havia terminado quando esbarrou numa senhora que vinha saindo lá de dentro, esse senhora segurou as mãos dela e perguntou se ela tinha o costume de ler a bíblia, minha tinha respondeu que sim, ela perguntou também se ela conhecia o salmo 91, minha tinha balançou a cabeça em sinal positivo, então essa senhora olhou pra ela e pediu pra nunca esquecer de rezar esse salmo e foi embora. Alguns dias depois, minha tinha tava sentada na cama lendo um livro de receitas, era entre 3 e 4 hrs da tarde, de repente lhe bateu um cansaço, deixou o livro de lado e se deitou (tbm nessa posição de barriga pra cima) ela mal cochilou e já começou a sentir um peso no peito dela, ela abriu os olhos e viu alguma "coisa" sentada ali, em cima dela. Ela sentiu um aperto muito forte e sentia como se aquela coisa estivesse segurando o coração dela e o esmagando, ela tentava gritar, mas não saia nenhum som de sua boca, nenhum gemido sequer. Então, como uma luz no fim do túnel, ela se lembrou do pesadelo, ela se lembrou da mulher da igreja e desandou a rezar o salmo no pensamento, todo aquele peso foi se esvaindo, a dor no coração foi sumindo até não restar mais dor nenhuma. Ela disse que nem sabe ao certo se estava dormindo ou acordada de fato, ela não se lembra quando despertou, quando deu por si, já estava de pé frente a um espelho procurando alguma marca... E tinha uma enorme mancha avermelhada acima dos seios dela, como se alguma coisa tivesse prensado ali. Até hoje antes de dormir ela reza isso.

    Eu nunca fui de acreditar em coisas de bíblia (A minha eu uso como calço no meu guarda-roupa), mas esse fato me deixou tão assustada que até decorei esse salmo, só pro precaução.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que essa é a forma de ela conseguir se afastar porque crer nisso. Tipo não acho que funcionaria pra mim...

      Mas esse negócio é muito tenso, a sensação é terrível... O desconhecido apavora demais.

      Excluir
  2. Tenho uma ou outro paralisia do sono de vez em quando que, por falar no assunto, ocorreu recentemente...
    Eu queria dormir cedo, normalmente eu durmo nas altas horas da madrugada, mas a rotina de acordar cedo ultimamente tem me levado esse período noturno que eu adoro - sou mais produtivo e a paz noturna é um alento para pensar melhor, sem focar tanto nos problemas.
    Me deitei na minha cama e, não me lembro exatamente porque, tentei dormir no escuro, eu não costumo fazer isso, principalmente porque sempre tem uma luz na cozinha caso seja preciso fazer as necessidades durante a noite.
    Foi estranho, o sono ficou muito pesado, aquela maldita sensação de que você quer se mover e parece que o tempo parou, pois você não consegue se mover; tenta se mover a todo custo e não consegue. Quando consegui acordar, fui atrás da luz e liguei, isso amenizou o sono e pude dormir normalmente. O detalhe é que, eu não estava, pelo que me lembro, de barriga pra cima, estava de lado, como sempre acabo fazendo. A sensação de consciência também não ajuda muito...

    Engraçado, não sei se pode funcionar ou não, não sei porque a criatura parece lhe perseguir, mas por algum motivo irradiar amor afasta essas coisas... o.O
    Pelo que vi você dizendo, o caso de 'baixo astral' parece ser sério e você deve ter baixado a guarda. Bem, é como dizem, pensamento atrai pensamento, se você deseja o mal, o mal te encontra; agora, se você desejar o bem e praticar o desapego, a criatura não encontra o que quer em você e, em teoria, vai embora ou pelo menos se afasta. Não adianta achar que está 'guardando pra você'. (Senti até vergonha de mim mesmo agora).

    Também é bom salientar que, muito provavelmente, ele se esconde nas diferentes camadas que permeiam o espiritual e pode estar bem perto de você... Marcia Fernandez, uma sensitiva que usa o dom da mediunidade e prol do próximo - tanto profissionalmente quanto cedendo o máximo que pode de seu tempo para ajudar; relatou certa vez que teve dificuldade de encontrar o 'encosto' por ele estar numa vibração diferente, mesmo sendo ela experiente com isso.

    A discussão é grande e não cabe num comentário, por isso deixo aqui meus votos de que só haja luz no teu caminho e que a criatura vá embora da tua vida, também ela encontrando a luz para ser transmutada em algo melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentei isso hoje com o Luan, ele me perguntou se eu estava sentindo a presença da criatura e eu respondi que não, mas que ele provavelmente está perto de mim só que num "paralelo", nas suas palavras uma camada.

      Talvez se eu deixar de ser mais "amarga" e irritável ele vá embora - mas ta difícil -, e de fato depois que casei "ele" se afastou bastante, as pertubações de antes - como aparições e vozes - diminuiram bastante. Mas então "ele" começou a influenciar pessoas e situações ao meu redor...

      Lamento não conseguir discernir o que ele disse, talvez me ajudasse a compreender e resolver nossas pendências, mas até lá só vou tentando melhorar ^^

      Obrigada pelos votos :D

      Excluir
  3. Já aconteceu a paralisia do sono comigo várias vezes. Eu normalmente via um ser luminoso.
    Nessas paralisias de sono que eu tive,eu sempre saía de dentto do quarto e me via deitada. Eu sentia uma pressão enorme atrás da cabeça ._.
    Na última dessas paralisias, eu tinha seguido esse ser luminoso(era aparentemente humano) que tinha me levado para fora de casa. Ele apontava a praça que tem aqui perto,que na hora estava deserta.
    Exceto por uma única pessoa.
    Aproximei-me e tentei colocar a mão no ombro dela,mas ela sumiu logo em seguida; estava quase amanhecendo,então eu "voltei" pro meu quarto. O ser tinha sumido(ele nunca falou nada desde a primeira paralisia).
    Quando acordei no dia seguinte, ocorreu tudo normal,mas…
    Após uma das filhas dessa vizinha vir falar com minha mãe,eu fiquei sabendo que ela tinha morrido.
    Isso foi recente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e ela tinha morrido de infarte durante a noite.

      Excluir
  4. Eu já tive paralisia do sono, mas como eu não durmo de barriga para cima não tive essa sensação de alguém em cima de mim. Eu geralmente durmo de lado, sobre o meu lado esquerdo, e toda vez que durmo sobre o lado direito eu tenho um sono conturbado.
    Mas me lembro de uma vez em que eu dormi sobre o lado esquerdo normalmente e "acordei" no meio da noite, com os músculos completamente retesados e não conseguia abrir os olhos, mas de alguma forma eu via a cabeceira da minha cama e nao conseguia mexer a cabeça para olhar para a porta ou o resto do meu quarto. Eu sabia que estava coberta, mas estava sentindo muito frio e sentia uma pressão sobre o meu corpo e também algo segurando meus pulsos, porque sempre que isso acontece eu estou com os braços para baixo.
    Quando eu consegui acordar finalmente, comecei a me debater quando percebi que conseguia me mexer. Peguei meu celular e, como sempre, eram três horas da manhã.

    Tem outro, que acho nao ser paralisia do sono, mas eu não posso de jeito algum dormir de porta aberta, ou eu vejo a silhueta perfeita de algo ou alguém com o que eu posso classificar como olhos, brilhando na minha direção e fica assim: Eu oolhando para o brilho dos olhos, sem me mexer, e a coisa ou o alguém olhando pra mim.

    É realmente sinistro.

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS