quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Shojo


Shojo - 猩 々ou 猩猩 - são espíritos do mar, facilmente identificados devido à sua pele rosada e cabelo vermelho. Dizem que são muito parecidos com macacos (na verdade a palavra Shojo significa orangotango em japonês), existe a crença de que essa espécie de macaco surgiu ou evoluiu a partir do Shojo ou são uma forma de sua manifestação. Também são conhecidos por suas formas irregulares e sua grande paixão por saquê, do qual podem tomar enormes quantidades. Diz-se que a sua cor avermelhada é devido ao excesso deste licor, bem como o caráter simpático e inofensivo.

Pessoas que bebem muito são chamadas de Shojo no Japão. A maioria das lendas sobre a criatura são relacionadas ao saquê e aparentemente são provenientes da China onde são chamados de Xing Xing, um criptóide.

Shojo também é o personagem de uma importante e antiga peça (lenda) encenada  por artistas do teatro Noh (pode ser escrito como Nō, Nô, Nou, Noh ou ainda Nogaku), que é uma forma clássica de teatro tradicional japonês, com mais de quinhentos anos de existência.

Em algumas partes do Japão ele é adorado, ganhando um novo sentido, são convertidos em seres mitológicos divertidos e
engraçados. Existem várias fábulas sobre o Shojo, a mais conhecida delas é esta:

Havia em uma aldeia perto do monte Fujii, onde um homem que estava muito doente e sentindo que lhe restava pouco tempo desejou tomar um pouco de saquê.

Seu filho angustiado e triste resolveu atender o último pedido e saiu à procura da bebida para seu pai. Pelo caminho escutou muito barulho: gente conversando e rindo. Curioso ele seguiu o som e deparou-se com criaturas coberta de pelos vermelhos na beira do rio tomando saquê, com muito medo ele arriscou perguntar se eles podiam dar-lhe um pouco.

Shojo de pé sobre um gigante copo de saquê
usando uma colher de cabo longo.
O garoto explicou para os Shojos o porque precisava do saquê e um deles piedosamente ofereceu-lhe um pouco. Ao beber do precioso líquido o pai do garoto se sentiu muito melhor, e, o garoto, ao ver os poderes curativos da bebida decidiu voltar cinco dias depois na intenção de recuperar seu pai completamente.

Um vizinho invejoso ficou sabendo dos poderes da bebida lhe roubou o último copo e bebeu, poucos segundos depois caiu doente, enfermo. Ele obrigou o garoto a levá-lo até os Shojos para que pudesse ter um pouco mais do saquê.

O shojo explicou que,O vizinho se arrependeu, e o Shojo lhe deu um remédio para curá-lo. O pai e o vizinho fabricado causa branca juntos.

O Shojo explicou que, como o seu coração não era puro, o saquê sagrado não iria lhe dar benefícios, mas em vez disso tinha envenenado. Apenas as boas pessoas podiam tomar do saquê branco. O menino pediu que eles poupassem a vida do vizinho, mas o Shojo só concordou porque viu a face arrependida do vizinho.


Máscara shojo do teatro Noh. É usada para representar uma pessoa bêbada, normalmente você pode ver ele dançando ou sacudindo os atores principais.


A imagem de um shojo do Wakan Sansai Zue data do início de 1700.


Um desenho de um pai de Sheng Sheng,1596.


Em 30 de março de 2012, o episódio da série de TV Supernatural , "Party on, Garth", contou com um shojo como o monstro da semana. Embora, este shojo parecia ter características mais associadas ao onryō .

Fontes:
http://www.taringa.net/
http://en.wikipedia.org/
http://genjutsu.es/
http://pt-br.supernatural.wikia.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS