quarta-feira, 3 de julho de 2013

Experiência com Devorador de Sementes

 Essa creepy é uma tradução que eu resolvi fazer, porque quase não tem creepys do Devorador traduzidas, mas eu fiz algumas modificações.

 "Meu primeiro contato com o chamado 'Devorador de Sementes' foi na infância, eu tinha 10 anos de idade. Eu morava em Oberhausen, e perto da minha vizinhança havia uma pequena floresta onde eu brincava com meus amigos. Lembro-me que aquele dia estava chuvoso, eu e mais dois amigos havíamos entrado na floresta quando sentimos um cheiro horrível. Então um deles disse ter visto algo, eu me virei e vi também, era do mesmo tamanho de uma pessoa normal, vestia uma espécie de roupa preta e tinha um cabelo muito longo. Seu rosto era todo costurado, com um trapo o cobrindo, e tinha um único olho que era vermelho. Meus amigos correram imediatamente, mas eu continuei lá com aquela criatura que olhava para mim com um olhar assustador. Ele começou a virar sua cabeça lentamente, e ouvi meus amigos me chamando, mas quando olhei novamente para a criatura eu a ouvi fazer um som estranho e sumiu.

Contei para meus pais o que havia acontecido, mas eles simplesmente não acreditaram, 'só podia ser
coisa de criança'. Mas naquela mesma noite tive um sonho, bem... Eu não sabia se era mesmo um
sonho. Estava deitado quando acordei com um barulho que, mesmo estranho,  me parecia familiar. Foi quando abri meus olhos e vi, aquela criatura debruçada sobre mim. Era amedrontador, seu único olho tinha um brilho vermelho que parecia penetrar minha alma, sentia o suor frio que escorria or minha testa. Não me lembro de mais nada depois disso.

E hoje, mesmo com 23 anos de idade, ainda tenho medo de que aquilo possa voltar à noite. Ás vezes sinto o suor frio descendo pela testa e a sensação estranha daquele olhar. Mas sei que nunca mais serei o mesmo, não depois de ter sentido aquele cheiro estranho, não depois de ouvir um barulho que me deu arrepios, e muito menos depois de 13 anos, ver aquele olho avermelhado penetrando minha alma novamente até sugar toda a energia que me restava"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS