quinta-feira, 20 de junho de 2013

Dimensão Sombria


Você já ficou noites sem conseguir dormir? E pensava que era insônia? Talvez não seja isso, talvez seja o lado obscuro. Este lado não está apenas nas noites sem sono, mas também nas ruas escuras e desérticas onde você tem que passar à noite algumas vezes. Pode este ser o motivo de todos os seus medos...

Há um lado obscuro em nossa dimensão que raramente enxergamos. Na verdade, poucos o vêem. É o lugar onde nós vivemos, mas quando sentimos medo ou uma tristeza muito grande, esse lado começa a se revelar. Na maioria das vezes em que se visita esse lugar, a pessoa está sozinha, e há um determinado tempo até que você não veja mais isso, cerca de 24 horas. Quando se vê o lado escuro, você pode enxergar todas as coisas sombrias que já aconteceram lá, como mortes de pessoas ou animais...

Há um relato real que foi encontrado a pouco tempo sobre essa dimensão:

"Eu estava em minha casa, o tempo ficou nublado e esfriou muito de repente. Eu percebi que escureceu um pouco, já era fim de tarde. Não havia ninguém em casa, e estava tudo muito quieto, considerando que eu morava em uma grande cidade. Olhei pela janela e vi uma coisa que me deixou muito assustado, não haviam mais aqueles prédios que eu costumava ver, apenas um vasto campo com muitas árvores ao fundo. Não era mais o lugar onde eu morava, parecia outra dimensão.


Tomei coragem e saí de casa. Comecei a andar por aquela vasta extensão, a grama estava estranhamente bem cortada, o céu cinza e eu sentia medo de algo que não podia ver. Era como se tivesse alguém naquelas árvores, mas eu não via absolutamente ninguém a pelo menos alguns quilômetros de distância. Comecei a sentir muito medo daquele lugar sombrio, mas quanto mais eu andava, mais eu percebia algo errado. Havia, de fato, alguém naquelas árvores, muito longe de onde eu estava.

Seja o que for, olhou para mim e subiu numa das árvores, e eu andei em direção  à ela, meio
desconfiado do que poderia acontecer. Olhei para trás e notei que minha casa possuía um aspecto muito  diferente, estava velha, caindo aos pedaços e metade do telhado havia desmoronado. Tirando isso, não havia mais nenhuma construção por perto, nenhum daqueles prédios do que era antes uma cidade, só restavam árvores que me pareciam assustadoras.

Quando cheguei mais perto, uma criatura magra de olhos vermelhos olhou para mim, e em seguida voltou para os galhos. Ele parecia tão assustado quanto eu, seus olhos eram de um vermelho vivo, parecia que era um globo cheio de sangue. Eu estava parado a pelo menos quarenta metros dali, mas mesmo assim pude notar aqueles olhos, fiquei lá olhando aquele tronco por pelo menos cinco minutos, o tempo estava nublado e frio desde que eu cheguei, não havia escurecido nen um pouco. O tempo estava tão paralisado quanto eu.

Acordei sentado em uma cadeira, em minha casa. Não sei o que aconteceu. O tempo estava ublado,
olhei para fora e só vi árvores... Me dava arrepios só de olhar para aquele gramado bem cortado, mas eu sonhei com aquilo tudo? Como eu vim parar em minha casa se eu a vi destruída, não havi ninguém lá, só alguma coisa subindo em um  galho em uma árvore lá longe..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS