quarta-feira, 12 de junho de 2013

Cronicas de Lúcifer, A Profeta - Part.02


Preciso encontrar alguém para dar esse livro... Precisa ser alguém que não tenha medo de usar todo o potencial dele! Mas geralmente, mesmo os humanos que gostam e pesquisam incessantemente esse tipo de coisa, quando descobrem algo que realmente funcione se tornam os seres mais aterrorizados que existem... Realmente são seres medíocres!

''Lúcifer...''- Uma voz fraca e distante, chamando o meu nome... Não parece ser um anjo, muito menos um demônio. Um humano? A deve ser um desses satanistas chatos... Tenho mais o que fazer...
''Me ajude Lúcifer...''- A voz parece mais alta... Espere... Essa voz me lembra alguma coisa... Um profeta? Aqui? E pedindo a minha ajuda? Isso é perfeito! Mas ele não parece ter despertado o seu poder... Vou saber o que esta acontecendo..

A voz parece vir dessa casa antiga, está em ruínas... ''Lúcifer, dou-lhe minha vida, mas me ajude...''- A voz mais uma vez vem à mim... Começo a levantar minha asas para explodir toda aquela casa e pegar minha recompensa... Ah droga! Se eu retirar minhas asas os meus irmãos vão vir atrás de mim, tive sorte da última vez, não acho que terei de novo... Tenho que ser rápido... Mesmo que eu o salve desse lugar ele não poderá me ver e não me reconhecerá como seu salvador... Terei mesmo que invocar minha casca?? A droga tenho que arriscar, agora que encontrei essa peça...

Invocando minha casca percebo que está em forma feminina... Acho que devo ter me desgastado mais do que esperava... Estou nua, como pode? Ser vista por tais seres me da nojo, mas não tenho tempo e nem energia para gastar atoa...

Entrando na casa sou recebida por um homem vulgar falando: ''Opa mais uma garota bonita! Quer se divertir não é gracinha? Já veio preparada...''- O inseto veio ate mim falando tais vulgaridades... Que raiva, que ódio...
''Sim, eu vim aqui me divertir com as suas tripas!''- Falei sorrindo inocentemente, mal conseguindo suportar minha irá, o jogo para o teto e rasgo sua barriga com minhas mãos, mas não deixo nenhuma gota de sangue desse ser encostar em nenhum fio de cabelo meu...
''Lúcifer...''- A voz agora esta vindo de baixo... Ali esta a escada para o porão... desço lentamente ansiando ver o possível profeta, e vejo vários homens nús, um circulo de ritual no meio do porão e um homem tentando estrupar uma garota... Satanistas... Nada surpreendente, mas... Cade o profeta?
''Lúcifer... Você não vai me ajudar?''- A voz está vindo da garota... Então ela é o profeta!... Malditos satanistas só fazem merda, tentando estrupar uma profeta de meu pai...

Em fúria acabo rapidamente com todos os malditos homens que estavam lá, e o que estava agarrando a profeta vem ate mim e segura o meu braço perguntando: ''O que você acha que esta fazendo sua puta?''- Ai ai, como eu estou irritada... Esse inútil ser, acaba de segurar o meu braço, acaba de me tocar... Acaba de assinar o contrato de uma eternidade de torturas de todas as formas.

Percebo que existem demônios escondidos nas sombras, aparentemente estão com medo de mim...
''Saiam das sombras meus servos, não temam!''- Exclamei tentando manter a calma, mas nenhum me obedeceu... Sério, esta sendo uma droga desde quando vim para o mundo criado pelo meu pai...
''Saiam agora! Não estou brincando! Vocês querem tanto assim morrer?''- Sorri simpaticamente demostrando o quanto transtornada estava- ''Eu, seu Deus, estou dando uma ordem!''- Libero propositalmente parte de meu poder levantando apenas uma de minhas asas, todos saem do escuro ajoelhando-se perante mim, falando: ''Sim meu senhor?''
''Peguem esse humano que ousa tocar meu corpo e o torture, de todas as formas possíveis e impossíveis, mas não o deixe morrer... Ele é de vocês agora!''- Afirmo vendo o sorriso diabólico de cada um deles, pegaram o homem nú e o levaram para as sombras...

''Lúcifer?''- Pergunta a profeta caída no chão tremendo de medo.
''Sim! Escutei o seu pedido de ajuda, agora você é minha!''- Afirmo pois ela havia dito que sua vida seria minha.
''Obrigada... Você pode fazer o que quiser comigo!''- Fala pulando em mim para dar um abraço... Estranho, ela esta me tocando, mas eu não sinto vontade de matá-la por me tocar... É uma sensação confortável, me lembra o meu pai... Mas essa garota é louca, em vez de chamar meu pai ela veio me chamar, e ainda ofereceu a sua vida de bom grado...
''Porque você me chamou ao invés de meu pai?''- Estou bastante curioso.
''Porque te entendo, e acho que você também deve me entender!''- Afirma me apertando mais forte.
''Ah!''- Ela não pode ver minha forma sem a casca, eu preciso dela, vou usar minha casca mais um pouco! Que droga... Mas preciso de roupas não posso andar por ai assim!- ''Você pode me arranjar roupas? Depois conversamos melhor so...''- Escuto um disparo de uma arma, e sinto algo cortando o meu rosto e vejo uma gota de meu sangue caindo no chão...
''Ola irmão... A quanto tempo...''- Vejo um homem sentado na escada apontando uma arma para mim... Mas... Minha casca... A minha casca perfeita foi danificada... Eu temia por isso evitava usar... Mas agora tanto cuidado para manter minha casca limpa e intacta, tudo inútil...
''Samael.... Você quer morrer... Não quer?''- Afirmo com minha voz tremula de tanto ódio e começo a emanar um energia tremenda, sem mesmo retirar as minhas asas.
''A me desculpe Lúcifer, danifiquei sua casca? A que pena ela era realmente perfeita... Ate agora!''- Afirma sorrindo... Ah mas esse cara quer morrer... Vou mata-lo comer sua "alma" de anjo, foda-se o céu e seus anjos... Abro minhas asas botando a velha casa a baixo, voo para fora da casa levando a profeta e a coloco adormecida detrás de uma árvore.

Saindo dos escombros da velha casa, agora destruída, Samael grita: ''Lú.... Lúcifer? Você esta louco? Se ficar nessa forma, nossos irmão virão atrás de você!''- Afirma completamente assustado.
''Irmãos?... Que venham todos aqueles anjos estúpidos que seguem as ordens sem fundamento de meu pai... Irei matar todos! Mas começarei por você Samael!''- Gargalho incessantemente demonstrando o quanto estava insano.

Samael puxa uma segunda arma de sua cintura e começa a disparar contra mim. Desvio de todos os seus tiros e o acerto na barriga o fazendo cair dentro de uma casa, destruindo-a. Vou rapidamente para cima dele preparando um golpe final, mas ele desaparece e reaparece voando por cima de mim com suas asas abertas apontando suas duas armas para meu rosto: ''Lúcifer, devo dizer que sua forma feminina é realmente linda!''

Escrito por: Luan

Continua...

2 comentários:

  1. Samael parece o Wesker só que menos gay lol. Ficou bom cara, a única coisa que você podia evitar são os erros de português.

    ResponderExcluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS