quinta-feira, 30 de maio de 2013

O Diário de Nathalia

20/04/13

Meu nome é Nathalia, tenho 16 anos e me considero uma grande nadadora, já ganhei vários campeonatos em nome da minha academia, sou muito orgulhosa do que eu faço, gosto muito de nadar, mas por um lado é meio estressante... O treinador sempre exige muito de mim, enquanto os outros brincam na piscina eu tenho que ficar treinando direto... Aff, como eu odeio isso. Estou me sentindo uma boba por esta escrevendo em um diário, é a primeira vez que crio um. Minha amiga falou que seria bom se eu escrevesse, que iria aliviar o meu estresse. Bem ate agora esta funcionando, estou me sentindo bem mais relaxada, vou começar a escrever nele tudo que me deixa intrigada, nervosa ou chateada. O problema é se alguém o ler... Mas não importa... Já sei o esconderijo perfeito para ele.

21/04/13

Hoje eu vi o garoto que eu gosto, o Jonas. Nossa ele é lindo, cabelos lisos e negros, olhos castanho cor de mel, ele é gentil, atencioso, educado, carismático, mas ao mesmo tempo muito misterioso... Em alguns momentos aparenta estar super tranquilo e em outros pensativo, como se estivesse carregando um grande fardo que não pudesse contar a ninguém. Bem, todos temos segredos, mas ele é diferente, as vezes sinto ate uma outra atmosfera quando ele esta desse jeito... Continuando, nós conversamos bastante sobre competições e coisas do gênero. Ele falou que me admirava por eu ser tão boa em natação... Como eu fiquei feliz... Mas ai chegou aquela piranha da Melissa... Começou a se esfregar nele e a me excluir da conversa, mas ele nem ligou muito para ela, pouco tempo depois dela chegar ele se despediu e foi embora... É por isso que eu gosto tanto dele, se ele fosse como os outros iria ficar com aquela piranha. Ele é diferente, tem algo de muito diferente nele que eu não sei descrever.

22/04/13

Jonas começou a puxar assunto comigo todos os dias, como eu estava feliz, estava uma conversa animada, do nada... Ele ficou daquela forma estranha que descrevi antes, pensativo e sereno, carregando algum fardo sabe? E respondeu um pouco baixo: Eu gosto de histórias de terror!... Fiquei surpresa, ele não aparentava ser o tipo de garoto que gosta dessas coisas, mas tentei animá-lo falando que também gostava, de pouco adiantou, ele simplesmente me olhou com frieza... Senti ate um arrepio na espinha... ele se despediu e foi embora... Ai como eu sou burra não deveria ter falado isso, deveria ter apenas continuado a conversa anterior.

23/04/13

Hoje nos falamos normalmente, resolvi não tocar no assunto do dia anterior, fiquei realmente assustada, não parecia com ele... Mas ele veio me perguntar se eu realmente gostava de histórias de terror, claro que eu respondi que sim, mas não era totalmente mentira, eu sempre gostei de escutar essas historias, pois meu irmão mais velho escrve esse tipo de historias e sempre me conta várias de sua autoria... Ele me fez uma pergunta estranha... Se eu o ajudaria em um ritual, porque ele queria pedir uma coisa, mas falou que não era perigoso e que ele não conseguiria sozinho... Estranhei, mas aceitei. Nunca acreditei nessas coisas mesmo.

24/04/13

Combinamos de fazer o ritual no sábado na casa dele, ele falou que não iria ter essas coisas satânicas e nem nada do tipo, conversamos o dia inteiro, mas não tocamos mais nesse assunto... Estava um clima bem legal, nós estávamos bem próximos, eu estava imaginando mil e uma coisas, ele estava a menos de um passo para me beijar, ate que aquela vaca da Melissa aparece e começa a me excluir da conversa, mais uma vez ele se despede e se retira. Depois eu e essa piranha tivemos uma discussão, perguntei se ela não tinha vergonha na cara e ai o barraco foi feito... Prefiro não entrar em detalhes...

27/04/13

Não escrevi nada no diário já faz três dias... Também, em época de campeonato de natação e provas no colégio, não estou tendo muito tempo... Estou indo pra casa do Jonas agora :), quem sabe acontece algo...
Quando cheguei, nossa foi mágico... O ritual como eu imaginava nada de mais, ele apenas fez um círculo com uns desenhos no chão usando giz, falou umas palavras estranhas e pediu para eu cortar a ponta do meu dedo e colocar um pouco do sangue em um papel... Ele fez o mesmo... Mas depois disso nós começamos a conversar e... Ele me beijou... Ai como eu estou feliz... Ele foi super gentil comigo.

01/05/13

Já faz muito tempo que eu não escrevo nada... Bem, como devo começar? Após o ritual, comecei a ver vultos, o tempo inteiro, depois comecei a ouvir vozes... Não consigo mais dormir em paz, estou péssima na escola e na natação pois estou muito cansada e mal consigo ficar acordada durante as aulas... As vozes me mandam fazer loucuras, como: por minha vida em risco, maltratar meus amigos e até mesmo que eu me mate... Estou vivendo em um inferno literalmente, nunca mais vi o Jonas, algo pode ter acontecido com ele... Aquela vaca da Melissa foi encontrada morta em seu quarto, completamente mutilada, seu quarto foi encontrado encharcado de sangue, horrível, mesmo ela sendo uma piranha não merecia esse fim... Mas o caso não foi parar nos jornais e nem na internet... Aparentemente a polícia esta encobrindo o caso... Minha amiga Julia entrou em depressão... Algo realmente sinistro está acontecendo...

05/05/13

Finalmente conversei com o Jonas online no facebook, pelo menos não estava morto, perguntei o porque ele havia sumido e ele disse que teve que resolver alguns problemas, falei para ele tudo que estava acontecendo, ele não pareceu surpreso e falou: ''Você fez o ritual agora pague por ele"... Fiquei confusa e perguntei do que ele estava falando... A webcan ligou sozinha e mostrou uma pessoa encapuzada atrás de mim, fiquei em choque, essa pessoa veio lentamente em minha direção e cortou minha garganta sem exitar... Eu cai em seus pés sangrando e enfim consegui ver o rosto do meu assassino... Era o Jonas, meu amor, mas seus os olhos estavam completamente negros...
-------------------------------------

Sim... Achei que se ela pudesse escrever uma última coisa no diário seria algo assim... Acho que a imitei bem... Ah, não importa! Ela está agora aos meus pés se engasgando com o seu próprio sangue, quem liga?? Mas ainda resta muito pra fazer, devo rasgar sua pele mais um pouco... Pintar as paredes de seu quarto de sangue... Afinal tenho que deixar minha marca para a policia saber que fui eu quem fez isso... Estou escrevendo isso para dar uma pista aos policiais... Mesmo que eles não consigam me pegar quero que eles fiquem na minha ''cola''.  Faço questão que eles encontrem esse diário... Mas porque eu faço tudo isso? Pelo mesmo motivo que estou lhe observando escondido... Porque é divertido!!

Comentem suas opiniões ou criticas para que eu saiba que estou fazendo textos bons ou ruins, para  melhorar cada vez mais :) ~Luan

2 comentários:

  1. Matar alguém é fácil, quero ver ser homem e arcar com as consequências, né Jonas? Deixa o Capitão Nascimento ler isso pra você ver. *corre* -q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS