Uma Sexta-feira Muito Louca!!

Ai...

Não me sinto muito bem, minha cabeça dói, meus olhos estão ardendo... Que cheiro é esse... Credo!!! Tem vomito na minha calça... BLARGGG.... Ah ta, é meu vomito...

Gregori acordou de ressaca, se sentia como se estivesse dentro de um barco, mas estava exatamente largado no tapete da sala. Ele olhou para os lados e notou a bagunça avassaladora, sem saber como ainda não havia sido acordado por seus pais para limpar tudo aquilo. Era incrível o nível em que aquela festa do dia anterior, havia chegado. Gregori não se lembra muito bem, mas tem certeza de ter visto, pessoas se drogando, uma garota gorda perdendo no strip poker de sutiã, varias pessoas tentando arranjar briga, e alguns caras tentando rachar suas cabeças uns nos outros.

Ele não era bonito, nem popular, nem tinha tantos amigos, mas a noticia de uma casa vazia numa sexta feira havia se espalhado e lavado á aquilo. Eles tomaram algumas cervejas, vodca, pinga, e batidas batizadas com alguns comprimidos, tudo regado a salgadinho e chantili, era obvio que rolaria muito vomito... Mas não havia. Nem pessoas nem garrafas pela casa, apenas todos os móveis estavam movidos de seus lugares, portas de armário e torneiras abertas, e todos os aparelhos de televisão ligados.

O Assassino da Faca Cega

Mais um dia.

Roger era um homem peculiar, todos os dias ele fazia exatamente as mesmas coisa, ele se levantava para o lado direito da cama, calçava seus chinelos, ia até o banheiro e fazia uma cara azeda para o espelho, vestia-se, pegava uma torrada e ia trabalhar.

Como era um bom funcionário, ele fazia tudo para ajudar a todos, tirava copias, descarregava algumas caixas, e arrumava alguns papeis na mesa de seu colega meticulosamente preguiçoso. Roger chegava em casa exausto.

Mas á algo de que ele não suspeita e nem nunca vai suspeitar... Que seu vizinho de prédio, exatamente do oitavo andar, o observaria todos os dias, pois tem uma curiosidade mórbida e que adora falar em terceira pessoa. Esse vizinho estava muito entediado, sem saber o que fazer realmente para que Roger saisse dessa rotina esdrúxula que o faz ser um homem muito descartável.

Sopa de Feto

Isso mesmo caro leitor! Você não leu errado, o post de hoje se trata de um e-mail polêmico que rolou na internet por um bom tempo e que fala de uma sopa de feto feita na China, segundo eles “uma iguaria caríssima e exclusiva”. Bom, ninguém sabe afirmar se é real ou fake, mas como não duvido da criatividade doentia do ser humano:  Acredito sim, que seja verdade.

O aborto é muito comum na China, e incentivado pelo governo, para fins de controle populacional, visto que lá existem quase 2 BILHÕES de habitantes. Algumas famílias acabam vendendo seus fetos de 6 a 8 meses de gestação para laboratórios ou restaurantes.

Dizem que um repórter chinês resolveu denunciar o problema e descobriu um restaurante que havia acabado de receber uma "encomenda" nova, e conseguiu fotografar. Chocado revelou as fotos na internet...

OBS: Os Impressionáveis que me perdoem: Imagens FORTES!

Ciber...

Bem... Parece que todo mundo ja se apresentou(to tão desligado que nem prestei atenção no numero de adms =/), então deve ser a minha vez : )

Não sei bem o que falar de mim(tímido), mas eu invento.

Meu nome é Julian. Tenho 15 anos Não tenho uma religião definida, mas tenho crenças no sobrenatural e forças superiores, me baseio bastante na religião Wicca. Minha família já teve algum histórico com o sobrenatural, eu nem tanto, apesar de que teve uma vez que eu juro que vi um fantasma em detalhes!!! 


Caroline

Não vou postar nenhuma foto que dê para ver o meu rosto direito Ò_Ó 



Ohayo Bom dia,
Bem,a Lady disse que uma leitora gostaria de conhecer melhor os postadores do Blog *3* o Darth e ela já se apresentaram,agora vem a lunática se apresentar pra vocês.Não me responsabilizo por qualquer dano cerebral,doença ou outras complicações que venham apresentar depois de ler esse post.

(ノ◕ヮ◕)ノ Minna-san,quer me conhecer? Leia,leia,leia!

Darth


E ai galere (desculpa não sei dar oi nem tchau huahuahuahua -também não sei rir virtualmente-), meu nome é Matheus, eu tenho 16 anos, e não tenho religião, prefiro acreditar em fatos aleatórios de religiões aleatórias.
Bem, eu não lembro como conheci o MS, mas SE NÃO ME ENGANO foi através do Creepy World. Desde então, visito o blog diariamente e se tornou o meu favorito (sem mentira).  Quando a LD precisava de mais gente pra administrar o blog, eu me ofereci pra traduzir uma creepypasta por semana (e acabei postando aleatoriamente quase todo o dia lol), tudo estava indo bem até que por burrice quebrei a mão direita, o que atrasou a minha vida mais ainda, então estou postando creepypastas de tempos em tempos, e postando normalmente (só pra não pensarem que eu morri-sqn porque de vez em quando acho algumas coisas interessantes).

Miles

Sim, Oficial, eu admito que bati no Sr. Whitmore. Bati nele bem na cabeça com o candelabro de prata que herdei de minha mãe.
 
Não, é claro que eu não queria matá-lo! Isso foi um acidente lamentável, e eu sinto muito... - Pobre Sra.

Whitmore... Mas o que eu deveria fazer? Ele invadiu minha casa e queria levar Miles para longe de mim!
 
Quem é o Miles? Bem, Miles é o meu gato. Um gato de persa branco, de 10 anos de idade com maravilhosos olhos azuis. Um amigo deu ele pra mim depois que meu marido faleceu. Ele era apenas um gatinho, então, devo dizer que cuidar dele era a única coisa que me manteve viva durante os tempos difíceis.
 
Sim, foi como eu disse. Sr. Whitmore queria levar Miles embora, e é por isso que eu bati nele com o candelabro. Eu não podia permitir que ele levasse Miles embora, poderia? Eu sou uma mulher de idade, Oficial, e Miles é o meu único amigo.
 
Bem, eu não posso dizer por que o Sr. Whitmore queria fazer isso. Quem pode dizer o que estava acontecendo na mente do pobre homem? Além disso, eu não acho que devemos dizer coisas ruins sobre os mortos...isso não é certo, você não concorda?
 
Sim, Oficial, eu entendo que você precisa saber o que realmente aconteceu. Mas mesmo assim, Não creio que...
 
Muito bem, então. Já que você está insistindo tanto, eu vou lhe dizer o seguinte: eu não posso dizer com certeza o que o Sr. Whitmore iria fazer com Miles se ele tivesse o levado de mim, mas eu tenho certeza que eu não iria ver Miles novamente.

Por que estou dizendo isso? Porque o Sr. Whitmore odiava Miles. Ele sempre odiou.

Não, eu não sei por quê! Quer dizer, eu posso entender quando alguém diz que prefere um cão em vez de um gato, porque isso é uma questão de preferência pessoal, e embora eu acho que um gato vale por uma dúzia de cães, eu posso entender isso. Mas esse não era o caso do Sr. Whitmore. Não que ele não gostasse de gatos, ele realmente não gostava de Miles.

Ladydias... xD

A leitora Derp Herpina (acho que é leitorA) sugeriu que os autores do MS se apresentassem para matar a curiosidade dos leitores de saber quem posta aqui.

Bom, eu achei uma boa idéia e não sei se os leitores aprovam a sugestão, mas ai vai o rosto por detrás da Ladydias... Obs: Não vo pôr meu nome e quem sabe "Sihhhh" Silêncio! xD

Tenho 24 anos, pode me chamar de Ladydias mesmo - meu sobrenome é Dias. Sou adepta da crença Hindu, mas já fui de tudo um pouco - Católica, Espírita, Budista... Optei pelo Hinduísmo porque tem TUDO haver comigo.

Amoooo os animais, sou "meia" antisocial, não gosto muito de conhecer novas pessoas e pra ser sincera acho o Mundo uma Bost...

Mas isso todos nós achamos não é mesmo?

O menino do Banheiro

Estava viajando com a família de um colega, aí paramos em um restaurante no meio da estrada (era meio famoso o restaurante)… Estávamos comendo de boa, aí deu vontade de mijar, o meu colega também…

Fomos ao banheiro. Logo quando entramos, bate um vento forte e a porta fecha e SE TRANCA SOZINHA…

Nós tentamos abrir a porta e NADA…

Como estávamos juntos, não tínhamos medo… Começamos a gritar pedindo socorro, e nada, ninguém apareceu… Depois de uns 5 minutos gritando, desistimos… Daí, por ESTUPIDEZ, deu na telha de fazer o famoso ritual da “Big Loira”

Rindo, começamos a fazê-lo… Abrimos três vezes e fechamos a torneira… Gritamos o nome da Big Loira 3x… Aí fomos para o final… A Desgarga… Agora a porra ficou séria… Demos descarga 1x, demos 2x…. NA 3x QUANDO ÍAMOS DAR, EM COMPLETO PERFEITO SINCRONISMO, A DESCARGA DÁ SOZINHA NO BOX DO FUNDO… EU OLHEI PROS MEUS AMIGOS COM UMA CARA DE MEDO DO CARAMBA!! AGENTE SE ABRAÇOU COM MEDO (meio gay mas tudo bem)….

QUEM SAIU DO BOX?

O Medo Verdadeiro

Lembro-me bem quando descobri o medo.

Quando tinha dez anos, minha tarefa doméstica era cuidar da minha avó enferma, Martha Scoville. Nos últimos anos de sua vida, ela não podia andar, então era eu quem levava sua comida, ervas e remédios. Embora eu amasse a minha avó, eu odiava cuidar dela.

Eu odiava por uma razão: todos os seus remédios e ervas ficavam no porão. Minha avó, que não podia andar, sempre me mandava ao porão buscar alguma coisa que aliviasse a sua dor – um pouco de vinho, um cataplasma para sua dor de cabeça.

Coagido pelas suas ordens, eu abria a porta do porão e olhava para a escuridão abaixo. Não importava a hora do dia, não importava quão brilhante estivesse o sol, o porão era sempre o lugar mais escuro do mundo. Um sólido paredão de noite vinha me cumprimentar e as escadas precárias daquele lugar me levavam para as profundezas da terra. Para o nada.

Na tela negra, minha mente pintava as mais horríveis imagens; coisas que observavam debaixo das escadas, esperando para agarrar os meus tornozelos; criaturas que arrastavam-se pelo teto; terrores que respiravam, provocando a mais leve brisa na minha nuca.

Ickbarr Bigelsteine

Quando eu era pequeno, eu tinha muito medo do escuro. Eu ainda tenho, mas quando eu tinha mais ou menos seis anos, eu não conseguia passar uma noite inteira sem chorar até que um dos meus pais viessem ao meu quarto para olhar de baixo de minha cama ou dentro do meu armário por qualquer monstro que fosse que estivesse escondido esperando para me comer. Mesmo com abajur, eu continuava a ver vultos se deslocando pelo meu quarto, ou rostos estranhos me observando pela janela do meu quarto. Meus pais davam o seu melhor para me consolar, que era apenas um pesadelo ou uma ilusão da luz, mas na minha cabeça infantil eu estava certo que no segundo que eu adormecesse, as coisas malvadas viriam me pegar.

Na maioria das vezes eu apenas me escondia de baixo das cobertas até ficar tão cansado que caía do sono, mas de vez em sempre eu entrava em pânico com tanto vigor que eu ia correndo e gritando até o quarto de meus pais, acordando meu irmão e minha irmã no processo. Depois dessas situações, não tinha jeito de ninguém ter uma noite inteira de descanso.

Eventualmente, depois de uma noite traumatizante em particular, meu pais tinham tido o suficiente.
Infelizmente para eles, eles entendiam a futilidade de argumentar com uma criança de seis anos de idade e sabiam que eles não conseguiriam me convencer de me livrar dos meus medos infantis pela razão ou pela lógica. Eles tinham que ser espertos.

Foi ideia da minha mãe costurar um amiguinho para dormir comigo.

Marcas Físicas de Um Contato Sobrenatural

A minha família por parte de mãe tem um histórico de mediunidade enorme e isso tem passado de geração em geração. Entre muitas histórias intrigantes, quero ressaltar uma que com certeza, marcou muito.

Era feriado de finados, como de costume, recebemos muitas visitas, a casa estava cheia. A noite eu e minha prima fomos numa locadora pegamos um filme de comédia e nos trancamos no meu quarto para assistir, pq a sala estava intransitável de tanta gente! Acabou que dormimos ali mesmo, ela tinha forrado uma cama no chão.

Eu lembro que despertei com muito frio, olhei pra ela no chão e vi uma neblina no quarto... parecia que alguem tinha fumado muito ali... Bem, tremi nas bases, cobri a cabeça (gesto tipico de quem está com medo e dormi).

Nesta mesma noite sonhei que estava sendo atacada por varios cachorros, a noite toda ali naquela angústia, naquela aflição... Então de manhã, qnd acordei ao me virar na cama, senti uma ardência no braço... Quando vi eu estava toda lanhada, cheia de vergão vermelho pelo corpo...

Nao sei explicar o que houve. Auto infligidos com certeza não foram pq eu tenho o péssimo hábito de roer unhas....

Alguém pode me dar uma explicação??? Grata.

Relado de: Luciana*

Fonte: http://www.sobrenatural.org/

O Verdadeiro Você


Eu não tenho certeza se vocês sabem, mas dentro de cada homem, mulher e criança, reside uma alma com medo e angustiada. Este desgraçado rouba nossa essência de vida como um parasita repulsivo.

De onde é que esse demônio vem? Bem, vocês vêem, as almas do inferno estão sempre tentando encontrar uma forma de escapar da tortura. Eles sempre vasculham o submundo a procura de uma saída para o mundo dos vivos. Uma vez lá, eles se refugiam em um indivíduo, de preferência, sem defeito e sem pecado. A partir de então, eles lentamente envenenam a mente, tornando este ser puro, uma vez em um flagelo miserável.

Ninguém sabe se essas almas realmente tem aparecido, mas suas vozes podem ser ouvidas gritando em suas cabeças e são tão terríveis que muitos têm tentado cometer suicídio por causa delas.

Agora que você sabe disso, eu estou me perguntando, quem aqui nunca pecou?

Fonte: Creepypasta wiki

Aishiteru Yuki!

-Caroline

É,eu sei que fiquei um bom tempo sem postar. Mas o conteúdo que eu achava nunca era tão interessante. Aliás,até essa lenda de hoje é bem fraquinha, por falta de opção. E nem tem foto. Eu, pelo menos não achei nenhuma.

Segundo o que contam, uma menina com cabelos negros arroxados, olhos bem grandes e azuis, usando uma vestido rosa e com uma boneca, anda pelas ruas depois que escurece, falando em tom de canção 'aishiteru yuki*', dizem a menina seria um tipo de shinigami* que leva a alma das pessoas que cruzam com ela.

7 Minutos

Se você já teve uma experiência de quase-morte, você pode ter visto a sua vida em um "flash" diante de seus olhos. Perguntei várias pessoas sobre isso. Eles disseram que era como se eles passassem por toda a sua vida em um segundo. Isso não é muito improvável. O cérebro gosta de evitar o stress, de modo que ela não tem que lidar com frente para a morte. Então, se o seu cérebro estava a pensar que ia morrer, que iria para a maneira mais fácil de escapar: memória. Então, quando chega perto do fim, o seu cérebro se transforma em cada memória que você já teve.

O cérebro também vai permanecer vivo por cerca de 7 minutos depois de morrer, desde que o seu cérebro esteja intacto. Então, se você tem 7 minutos e você pode experimentar toda a sua vida em um segundo, que é 60 vidas por minuto. 420 vive em 7 minutos. Isso é um monte de tempo e um monte de experiências com a morte.

Quanto tempo lhe resta?

Bonecas Sexuais Humanas +18

As bonecas sexuais humanas são geralmente crianças entre 8 à 10 anos, compradas de famílias miseráveis em países aonde a pobreza extrema atinge a maioria da população. Por centenas de dólares  essas crianças são adquiridas pelos “Dolls Makers”.

Nenhum órgão governamental conseguiu localizar a origem dos Dolls Makers (Será que não? Talvez sejam pessoas tão "poderosas" que o governo encobre e protege. É totalmente possível... Tudo é possível quando se trata da mente doentia do ser humano!). As informações são escassas e toda transações monetárias são via Bitcoins, tudo muito sigiloso, não deixando qualquer rastro. Sabe-se porém que não são um ou dois grupos e sim, dezenas deles oferecendo o serviço na DeepWeb.

Em seguida, acredita-se que são levadas à centros cirúrgicos clandestinos e transformadas em bonecas vivas que não apresentem resistência às perversões sexuais dos seus donos. Seus membros, braços e pernas, são amputados e substituídos por próteses de silicone. As cordas vocais são retiradas e os dentes arrancados e trocados por próteses de borracha. Todo procedimento dura de duas à três semanas e só é iniciado após a “boneca” ter sido encomendada. O preço varia entre 40 mil dólares à 700 mil dólares. Dependendo das exigências feitas. A boneca ainda viria com uma espécie de manual de instruções, dizendo como alimentá-la e realizar as demais necessidades básicas humanas para a sobrevivência, já que dependeria do dono para tudo a partir daí. A estimativa de vida seria reduzida há um ano após o inicio dos procedimentos cirúrgicos.

O caso que ficou famoso na Surface das bonecas sexuais foi o da “Lolita Slave Toys”. Um membro anônimo do 4chan, que se auto intitulava hacker,  publicou no fórum o printscreen, o endereço da Onion e a forma de entrar nele. O site era apenas uma imagem, com um texto explicando o que era e como adquirir a sua “boneca”. Com o aumento significativo do número de visitas, o Dolls Maker chamado de Pussymonster, provavelmente notou que foi descoberto e limpou tudo que era rastro antes que qualquer detetive virtual chegasse ao seu paradeiro.

Outros Dolls Makers já foram descobertos por hackers. Aparentemente, todos eles escaparam…

OBS: SE VOCÊ É IMPRESSIONÁVEL, NÃO PROSSIGA!

Abaixo a tradução do "anúncio" encontrado na Deep Web:

"Crio Brinquedos Escravos Lolita. No caso você esteja se perguntando o que eu quero dizer, é muito simples: eu transformo jovens em brinquedos sexuais gerenciáveis. É isso aí. As meninas não podem ir embora, não pode resistir, não pode dizer nada, pois eles estão lá apenas para sua diversão, sádico.

Curioso? Eu sou um cirurgião. Vou até esses países na periferia do leste da Europa. Uma sociedade muito dura ainda, a pobreza é enorme, e se você não tiver dinheiro e conexões, você está ferrado. E desnecessário dizer que, eu tenho os dois. Nós também temos meninas bonitas aqui, os países do Leste Europeu são bem conhecidos por isso.

Felizmente (para mim), algumas dessas meninas não têm pais ou parentes mais e vivem em orfanatos. Na verdade, eu não diria que vivam, é incrível o que você encontra lá. Algumas meninas muito jovens têm sorte de ser adotadas, mas com 8 ou 9 anos de idade elas são muito velhas.

Algumas das meninas mais bonitas são vendidas para a prostituição, você poderia considerar isso de sorte também para elas, em vez de lentamente desaparecendo na sujeira e pobreza. E algumas meninas eu compro.

Eu geralmente escolho as garotas atraentes com cerca de 9 ou 10 anos, antes do início da puberdade. O orfanato é muito cooperativo, eles estão felizes que eles têm uma boca a menos para alimentar, um novo lugar para preencher. Eles também aceitam de bom grado minhas doações para as meninas. Eles nunca perguntam e eu nunca iriam falar sobre o que acontece.

Eles sabem que sou cirurgião, provavelmente acham que eu fazer algumas experiências com as meninas ou cortar e vender os seus órgãos. Mas não, eu encontrei um negócio muito mais rentável: Transformo as meninas em brinquedos sexuais!

Você pode encomendar um brinquedo Escravo Lolita, se quiser. Eles não são baratos, eu cobro entre 30,000 e 40,000 dólares por um brinquedo. Isto é, sem custos de envio. Mas você terá uma Lolita Sex Toy escrava que lhe dará satisfação por anos, ela é como uma boneca, mas ela é uma boneca viva!

Deixe-me dizer-lhe como eu transformo uma menina órfã em uma boneca viva. Quando eu encontro uma menina nova, adequada, peço ao orfanato para entrega-la em minha casa. Ela chega nua, amarrada e de olhos vendados. Depois de uma breve inspeção e uma rápida verificação médica, levo-a para minha clínica especial em minha casa.

Primeiro, vou limpá-la muito bem. Essas meninas realmente cheiram mal e são imundas, elas tomam um banho e quando ela está finalmente limpa, eu coloco-a em uma cama de hospital e dou-lhe uma injeção que irá fazê-la dormir.

Vou criar uma nova identidade e dar-lhe um novo nome - Não sei os nomes das meninas reais, só sei sua idade, isso é tudo que eu preciso saber. No orfanato, elas têm todos os seus dados destruídos. Ela nunca existiu. A partir desse momento só existirão como um brinquedo.

Tenho algumas Escravas Lolita pra mim mesmo: Dasha, que tem 11 anos e está apenas na fase final de sua transformação, Tanya, que hoje é de 12 anos, dois anos desde que foi criada, e Luda, que é de 14 anos e 4 meses de gravidez.

Na manhã seguinte, é o dia em grande operação. A menina ainda estará dormindo por causa do anestésico da noite passada. Eu a coloco mesa de operação e administro anestésicos para a operação acontecer. Então, se você está se perguntando como meu Toy Slave não vai resistir?

É muito simples: eu faço amputação de suas pernas e os braços! Eu vou amputar os braços bem acima cotovelos e as pernas bem acima dos joelhos. Fácil, não é? Essa garota nunca vai ficar longe de você... Para  uma menina esta é uma operação muito pesada e é provavelmente o passo mais importante no processo de transformação. Mas a maioria das vezes elas sobrevivem.

Agora, eu não estou apenas deixando as meninas com tocos de seus braços e pernas. Vou anexar uma barra de metal 5 cm muito firmemente ao osso em seus braços e pernas antes de costurar as feridas. A outra extremidade da barra de metal tem uma rosca de parafuso, onde é possível anexar um o-ring (também conhecido como junta tórica).

Quando ela estiver pronta, você facilmente coloca uma corrente ou cadeado para qualquer objeto que você gosta! As minhas Tanya e Luda normalmente têm um cadeado atrás das costas ligando a ambos os o-rings sobre os tocos de seus braços. Ele vai manter seus braços bem perto de seu corpo.

No começo tem que cuidar das feridas nos tocos para evitar infecções. Uma vez que a ferida está curada completamente, vou colocar uma capa de silicone sobre o coto. A parte externa da tampa é coberta com veludo branco e isso realmente parece muito doce, apesar de cruel, e não o-rings no final do que resta de seus braços e pernas.

Depois de alguns meses, quando as pernas e os braços se recuperaram totalmente, você pode colocar pressão um pouco mais sobre os o-rings. Eu comecei há um ano atrás para pendurar Tanya e Luda em seus braços e pernas do teto. É uma forma interessante de decoração em seu quarto, ter uma Lolita nua pendurado em seu teto! E é muito bom para usar sua vagina ou boca quando ela está pendurada assim.

Mas antes é um longo caminho a percorrer. A operação ainda não está pronta com amputação dos braços e as pernas. Em seguida eu também corto suas cordas vocais, por isso ela não pode mais falar ou fazer ruídos, e retiro os dentes de sua boca. Depois de ter removido todos os seus dentes, eu implanto uma camada de silicone em suas mandíbulas. Ela ainda será capaz de chupar seu pênis, mas não poderá mordê-lo. Agora, é realmente muito bom, quando ela tenta morder, a camada superior macia em sua boca, lhe dá uma espécie de massagem. 

O implante de silicone é, contudo, absolutamente necessário, se não, ficaria desdentada. Isto mantém sua boa aparência. Para continuar a manter a boca em boa forma, ela vai usar uma mordaça de bola a maior parte do tempo. Isso soa um pouco antiquado, porque eu corto suas cordas vocais e ela não pode falar de qualquer maneira, mas isso é apenas por causa da estética. Uma menina amordaçada simplesmente parece ser bom e além de alimentar, beber e transar, ela não precisa mais de sua boca.

Uma vez que a operação está pronta, dou-lhe uma ou duas semanas para se recuperar e deixar a ferida cicatrizar. Em seguida, seu treinamento começa.

Ela não é mais uma garota comum, mas tornou-se um brinquedo, há um monte de coisas que ela tem de aprender. Já que ela não tem mais seus dentes, ela não pode comer. Mas tem que ser alimentada como um bebê. Na verdade, eu alimento-a uma vez por dia com uma mamadeira e fórmula infantil, pois contém todos os minerais e vitaminas. Eu não lhe dou mais, porque não quero que ela engorde.

Você tem que ter cuidado com isso. Ela começa a beber uma mamadeira com água, chá ou limonada três ou quatro vezes por dia, de modo que ela recebe pelo menos dois litros de líquido por dia. Isso é suficiente para mantê-la saudável. No início vou colocar a garrafa em sua boca, mas logo vou apenas colocar a garrafa ao lado dela, então ela mesma tem que colocá-la na boca.

É preciso alguma prática para conseguir colocar a garrafa na boca, ja que ele não tem braços, mas eventualmente ele vai beber. É preciso alguma prática para colocar a garrafa na própria boca sem ter as mãos, mas ela consegue pegar uma garrafa com a boca.

Uma vez que ela aprende o troque vendo-a antes que ela recebe a garrafa; antes de seu treinamento terminar, ela deve ser capaz de encontrar a garrafa e beber sem ser capaz de ver.

A comida e bebida são retornáveis então você tem que colocá-la no banheiro algumas vezes por dia. Como ela não pode se mover, você tem que levá-la ao banheiro e trazê-la. Quando eu estou fora para o negócio, normalmente eu colocar um cateter no seu trato urinário. Desde que ela não come muito, ela não faz muita merda.

Embora ela não possa mais falar, eu ainda posso me comunicar com ela para lhe ensinar algumas coisas elementares. Eu a ensino a dar um boquete bom, a desfrutar do sexo, quando seu clitóris e lábios vaginais são estimuladas com um vibrador. Também ensino a ela o que significa ser um escravo.

Chicoteio sua vagina todos os dias, principalmente em combinação com o uso de um vibrador, de modo que ela, em algum ponto já não será capaz de discriminar entre dor e prazer. Vou colocar grampos e pinos em seus mamilos e lábios, esticar seus lábios. Vou intensificar seu treinamento quando eu tratar sua vagina com agulhas. Sua vagina será tratada com cera quente, seu clitóris será torturado com agulhas, sua vagina será eletrocutada e depois costurada. Qualquer possível forma de tortura que ela terá que suportar antes que ela chegue ao estágio seguinte de sua transformação.

Nesta fase cuido para que ela veja e perceba como eu a torturo. Eu tenho uma câmera funcionando a maior parte do tempo, e ela terá que ver a própria tortura, além de mais alguns filmes realmente torturantes hardcore, pelo menos uma hora por dia.

Em tempo que ela não é apenas uma escrava fisicamente, mas também mentalmente se tornou um escravo. Sua mente já não resiste, ela tornou-se totalmente submissa. Então eu vou fazer a última modificação para torná-la a um brinquedo Escravo. Ela já está imobilizada e incapaz de comunicar-se, pois não é capaz de falar.

Até agora ela ainda era capaz de ver e ouvir, ela não estava completamente sensório-privada. A Toy verdadeira escrava não pode mais se mover, falar, ver ou ouvir, mas apenas sentir. Antes de privá-la de seus últimos sentidos vou dar-lhe um leve anestésico. Então eu coloco fones em seus ouvidos e coloco por várias horas ruídos extremamente altos nos fones de ouvido. Isso será suficiente para danificar sua audição para o bem, ela não vai ser capaz de ouvir mais.

Como toque final trato os olhos com um laser. Ela não vai ser completamente cega. Minhas Tanya e Luda ainda reagem a luzes fortes, e eu acho que eles ainda podem ver algumas sombras tênues, mas não pode reconhecer mais nada e elas são quase surdas.

No entanto eu vendo-lhes a maior parte do tempo, mas isso é porque eu gosto de garotas de olhos vendados. Elas são completamente entorpecidas, eles nem sequer fazem barulho quando eu torturo-as. Eu só posso ver a partir das reações de seu corpo, o aumento da velocidade de respiração, e a expressão em seu rosto, ela está sofrendo, sentindo dor. 

Quando ela se recuperar desta fase, estará transformada em um brinquedo indefeso e pronto para venda. Elas são muito fáceis de manter: um pouco de comida, só precisa de um pouco de cuidado (limpeza diária). Elas são imobilizadas, você pode anexá-los a qualquer objeto, e até mesmo fazer "decoração" com elas. Eles não podem falar, ouvir ou ver, eles são completamente sensório-privadas. 

Os brinquedos escravos que estão à venda são ainda virgem e entrando na puberdade. No entanto, elas são bem treinadas para sexo oral, são torturadas e abusadas pesadamente. Elas podem ficar grávida, então anticoncepção é aconselhável, a não ser que você goste de ter um brinquedo escravo grávida. Apenas deixe-me saber se você quer encomendar uma."

Doentio demais, não?

Fontes:
Noite Sinistra
Meu Monstrinho Bizarro

10 Pessoas Incomuns

1 - O Menino que não sente dor.


Roberto é um menino com Insensibilidade Congênita à Dor com Anhidrosis da sigla em inglês, CIPA, que é uma doença genética que o impede de sentir dor e regular a sua temperatura corporal, por esse motivo ele precisa tomar banhos gelados para resfriar seu corpo. Roberto precisa ser examinado todos os dias para encontrar algum sinal de ferimentos graves, devido a não ter sensibilidade a dor o menino já comeu sua própria língua.

RELATO DOS LEITORES #3

Apenas um relato...

BOBI

Cachorros. Meu pai vive dizendo que eles nos protegem de energias negativas. E eu concordo com ele.

Tínhamos um cachorro, Bobi - Um pastor belga preto e enorme. Era ótimo ter ele conosco. Além de ser muito ameaçador (levei anos até me acostumar completamente com o tamanho dele) e nos proteger contra ladrões, era bom ouvinte.

Não é brincadeira, é verdade. Às vezes eu ficava pra baixo e desabafava com ele por horas e todo o tempo ele ficava do meu lado, como se entendesse tudo.

Ele tinha uns onze anos quando morreu. Eu estava na casa da minha tia, e quando voltei pra casa ele estava muito mal e doente. Não deixava ninguém se aproximar e dar os remédios, chegando até a morder meus pais. Quando eu voltei, porém, ele foi manso e tomou todo o remédio (que era rosa e parecia realmente horrível), sem me morder.

No outro dia ele não acordou. Chorei por horas e horas (e tinha aula ainda, naquele dia), eu o amava muito.

E o pior não é isso. Ele uivara durante toda a madrugada, como se estivesse morrendo de dor. Foi horrível. Eu queria sair pro quintal e ficar com ele, mas tinha medo (a casa em que eu morava era daquelas antigas e com sótão; eu sempre ouvia barulhos estranhos. Acho que era assombrada).

Leonice Fitz: A Menina Poltergeist

O fato foi levado ao conhecimento de todos pela mídia no ano de 1988 na cidade de Santa Rosa (RS). Leonice Fitz com 13 anos de idade conseguia através de sua mente movimentar objetos, estourar lâmpadas, ouviam-se ruídos pelas paredes da casa, logo, por isso se tornou conhecida como a paranormal de Santa Rosa, a menina Poltergeist, entre outros chamamentos.

A mãe, Ema hoje recorda que desde neném ela tinha comportamento diferente de outras crianças, chorava e ficava arroxeada diante de uma boneca. Na escola divertia-se fazendo brincadeira com os amigos, como fazer voar os bonés e rolar as pedras no caminho de volta para casa.

O pai Arnildo Fitz, falecido em 2003 aos 57 anos, relatou que o medo tomou conta da família em Novembro de 1987 quando começaram a aparecer coisas estranhas; papéis picados em baixo da cama da filha; ruídos nas paredes e os fatos inexplicáveis como as lâmpadas piscando e explodindo, baldes de água se locomoviam, colchões se contorciam e etc.

Só ele era capaz de controlar com olhares, que ela despedaçasse o restante das louças.

O Herói do Apocalipse

O dedo enrugado aponta para o céu negro. A mesma cor do paletó do velho que está esticando o braço para o alto na direção de seus olhos. A outra mão encontra-se dentro dentre de suas vestes na altura do abdômen. Algum problema intestinal, alguém poderia imaginar, ou um idiota louco imitando Napoleão Bonaparte. 

- Não está vendo? Não consegue ver? 

Igor sentia-se confuso. Seu relógio de pulso já marcava quinze para dez da noite; estava cansado, o dia todo fez uma pesquisa árdua sobre a história de Atlântida para uma universidade. Depois disso, tinha que aturar um velho maluco que apontava para o céu. 

- São luzes! De todas as cores! Outra raça vem vindo para nos dizimar! Você não vê? 

Na frente deles, apenas casas silenciosas. Os dois homens encontravam-se na calçada vazia naquele instante. Igor se sentiu ridículo em ter que ouvir aquelas lorotas. 

ECTOPIA CORDIS

Ectopia cordis (do latim: "fora / longe" + "coração") é uma má formação congênita em que o coração é anormal localizado parcialmente ou totalmente fora do tórax. É uma doença rara em que o coração se desenvolve para fora do peito, parcialmente ou totalmente, e atinge 1 em cada 8 milhões de bebês no mundo. Cerca de 90% desses casos são natimortos ou morrem cerca de três dias depois do nascimento.

Ectopia cordis acontece geralmente durante a terceira senama de gestação quando o tecido mesenquimal começa a tomar forma de esterno, um osso chato que conecta os dois lados da caixa torácica, sobre o coração. Possivelmente por defeitos cromossômicos, o esterno destes fetos falha na hora de fundir, deixando o coração se desenvolver fora do peito.

A causa da ectopia cordis é uma falha de maturação adequada da linha média mesoderme (é uma das três primárias camadas de células germinativas muito precoces do embrião) e formação da parede ventral do corpo durante o desenvolvimento embrionário, mas a razão exata ainda é desconhecida..

Devido à raridade da anomalia e à mortalidade pós-parto rápida dos bebês com ectopia cordis, opções limitadas de tratamento têm sido desenvolvidas. Cirurgias bem-sucedidas foram realizadas, mas a taxa de mortalidade permanece alta.

Outros órgãos também podem se formar no exterior da pele, isso não é anomalia exclusiva do miocárdio. Mas sem dúvida essa é mais crítica.

Abaixo veja alguns casos de bebês afetados.

OBS: NÃO PROSSIGA CASO VOCÊ SEJA SENSÍVEL A ESSE TIPO DE CONTEÚDO.

Sinto a CURIOSIDADE lhe consumindo... xD

Fatos Assustadores do Rock

Verdade ou Mentira?

Lenda ou Fato?

Confira algumas histórias horripilantes sobre astros do Rock mundial, entre eles: Led Zeppelin, Ramones, Ozzy Osbourne (não me diga) entre outros...

       

O bluesman Robert Johnson, que influenciou Bob Dylan a Rolling Stones, morava na zona rural do Mississipi e sonhava se tornar músico. Johnson foi então instruído a levar sua guitarra a uma encruzilhada, onde ele teria vendido a alma ao diabo. O cantor e guitarrista morreu em 1938, aos 27 anos, depois de beber uísque envenenado.

O Olho


Eu nunca gostei de passar por becos. São os moradores de rua que me incomodam. Se você encontrar um na rua, não é grande coisa e você pode apenas fingir que não ouví-los implorar. Se você está no meio de uma multidão, é fácil de ser anônimo.

Mas, em um beco, você tem que passar diretamente por eles. É só você e mulheres sem teto (homens são mais raros nos becos). Eu costumo parar para lhe dar qualquer moeda que eu tenho se ele está em um beco, ao contrário de quando estou na rua eu apenas finjo estar ocupado demais com a minha vida.Quando eu faço isso eu sinto uma pontada de culpa.

Eu normalmente evito becos, mas eu estava atrasado para o trabalho e preferia economizar cerca de três minutos de caminhada em vez de esperar pelo sinal de transito mudar. É a poucos quarteirões, mas em Nova York o tráfego da cidade é muito intenso.

Ele estava à minha esquerda, inclinando-se contra uma lata de lixo e a parede de um dos edifícios. Como eu estava me aproximando dele, ele educadamente falou. "Senhor?"

Arte Demoníaca

Depois de verem as imagens a seguir muitos dirão que este “artista” é no mínimo louco, mas também existem pessoas que devem admirar o trabalho “raro” de suas obras.

O artista excêntrico chama-se Levasseur Louis, criador desses -digamos incomum- personagens...

As suas obras são "diferentes" e a maioria delas se trata de meninos demoníacos (ainda que se pareçam com múmias). Na maioria das suas obras ele usa materiais naturais, como cabelo humano, pele, dente e outras coisas.

Você teria uma como decoração do seu quarto?


Sereias

Como eu gosto de Mitologia Grega (oh), resolvi fazer um post sobre as sereias (outro ser maligno infantilizado)  e como elas enfeitiçam e capturam os aliment-, quer dizer, os homens etc.~Darth
                       ----------------------------------------------------------------------------------------------


            
É um ser mitológico, parte mulher, parte peixe. Segundo os mitos, sereias seriam filhas do rio Achelous e da musa Terpsícore, junto com as Harpias, habitavam os rochedos entre a ilha de Carpi e a costa da Itália. Lindas, sedutoras, com uma voz doce e encantadora atraíam os tripulantes dos navios que passavam por ali para que esses colidissem com os rochedos e afundassem. Há muitos mitos na Grécia Antiga sobre sereias, alguns dizem que elas seriam mulheres que ofenderam a Deusa Afrodite (deusa da beleza,do amor etc é invejosa também, mas ninguém fala.) e como castigo foram viver em um ilha isolada. Em outros conta-se que elas eram ex-companheiras de Perséfone, filha de Zeus e Deméter, que foi raptada por Hades, Deus dos Infernos. Segundo a lenda, as sereias devem sua aparência a Deméter, que as castigou por terem sido negligentes ao cuidarem de sua filha. Na Odisséia, de Homero, Ulisses exausto depois de tantos anos tentando retornar à Ítaca, tem que atravessar a região onde ficavam as sereias. Graças aos conselhos da feiticeira Circe, Ulisses instrui sua tripulação para que o amarrem com força junto ao mastro de seu barco enquanto seus marinheiros deveriam fechar os ouvidos com cera. Dessa maneira Ulisses passa incólume e por fim volta para casa.

Mortes Alternativas

Sabe quando você está dormindo, e de repente você tem a sensação de que você "caiu"? Seu corpo pula para a frente por um instante, para proteger você instintivamente de uma lesão. Você quase pode ver o chão enquanto você "cai".

Isso acontece quando as fronteiras entre você e o "você" em um universo alternativo se conectam de alguma forma.

Essa conexão acontece quando um outro "você" morre.



Enviado por: Fernando Thiago

A Casa flutuante


Em um terminal no porto de Boston, há uma casa flutuante. Este barco foi ancorado lá por pelo menos 50 anos. O proprietário pagou todas as taxas e impostos com as Autoridades Portuárias.

Ainda assim, o proprietário não é financeiramente responsável pela casa, mas ninguém o mandou retira-lá ainda. Apesar de ser aparentemente hospitaleira, e a natureza favorável a casa, tem um certo ar de desconforto em torno da casa e da área do Porto.

Poucas pessoas conseguem ficar um certo tempo na casa, com autorização do proprietário, as pessoas que ficam na casa, contam uma história totalmente inacreditável: Quando você entrar no barco, é como se você fosse enviado para 50 anos no tempo. Olhando para fora das janelas, você vê uma paisagem urbana da antiguidade e a televisão recebe transmissões ao vivo de programas da época (incluindo programas de notícias). Se você olhar para a porta aberta, você vê a cidade como ela está hoje. Quando a porta se fecha, você pode ver o horizonte de 50 anos, através da janela.

10 Lugares Aterrorizantes no Mundo

10 - Ohio University, EUA


Wilson Hall, uma menina famosa por ser uma “suposta bruxa”, se matou logo após escrever coisas satânicas e sobrenaturais na parede do seu quarto no campus com seu próprio sangue. Os cinco cemitérios que formam um pentagrama que circunda o campus, com o edifício administrativo no centro completando o símbolo conhecido como “sinal do diabo”. Nas catacumbas de Jefferson Hall, cemitério vizinho, ocorreram inúmeros avistamentos de fantasmas. E, finalmente, para completar, um asilo para pessoas insanas, que era conhecido por tratamentos não convencionais e de choques elétricos, encontrado dentro do sinal, teve casos de pacientes desaparecidos. Um deles foi encontrado cinco semanas mais tarde, morto e com corpo estava em decomposição, deixando uma mancha que delineava o corpo no chão. Essa mancha pode ainda ser vista até hoje. A universidade de Ohio, epicentro dos fenômenos que a circunda, é alvo de diversas história sobre aparições de criaturas estranhas, que segundo boatos, não parecem ser desse mundo.

Fantasma de Menina Pode ter Aparecido em Foto Tirada de TV Desligada


Um garoto de três anos tirou várias fotos de uma televisão na sala de casa e, em uma das fotografias, uma imagem curiosa deixou a família intrigada. O fantasma de uma menina teria aparecido na tela do aparelho desligado. Geraldo Luís foi até a residência para conferir a história e confessa que sentiu uma forte energia e passou mal no local. Veja o vídeo!

Yurei


Yurei é a palavra japonesa que corresponde a fantasma. Os japoneses acreditam que os humanos tem um Reikon (espirito), e quando a pessoa morre, principalmente por suicídio ou assassinato, e não receber um funeral digno, o Reikon dessa pessoa se torna um Yurei e só vai deixar a terra após receber um funeral apropriado. Um yurei também pode ficar preso a terra devido a um forte sentimento como  amor, vingança, inveja, ódio ou tristeza, o Yurei só vai partir quando seus sentimentos forem acalmados.

No teatro kabuki os antagonistas são geralmente considerados insanos, um símbolo de sua insanidade no kabuki são os cabelos despenteados. Já um yurei está sempre vestido de branco, pois o traje tradicional de funerais no Japão é um kimono branco, o yurei é visto no último traje de roupa que estava usando antes de sua morte. Muitos filmes famosos como O Grito e The Ring são inspirados em yureis, fantasmas de pessoas que morreram com muito ódio e amaldiçoam todas as pessoas responsáveis por esse sentimento antes da morte.

Ponyo

Há uma lenda muito falada no Japão sobre o filme, em que o lugar onde todos se encontram no final (a cidade submersa) é na verdade o céu.

Após a imersão as pessoas estavam indo em direção ao céu, o casal se encontra no meio do rio e Ponyo é autorizada a descansar em paz.

Há também outra interpretação em que o túnel é na verdade a passagem para o céu, já que durante a passagem ela se torna um peixinho dourado, e diz mais uma vez que "odeia aqui".

Os idosos rejuvenescem e estão correndo, o que representa que estas pessoas não são mais deste mundo e respiram dentro da água.

Tradução : Mariønette (do japonês! isso mesmo gente! o_o)

"Ichi,ni,san,SHI!"

-Caroline

Pessoal,vou ser bem sincera,como está no fim das minhas férias estou procurando me divertir mais, fiquei sem jogar as férias inteiras, então agora baixei CS Online, e fiquei jogando o dia inteiro, por isso não postei.

Mas agora trouxe mais uma lenda japonesa.

A lenda de hoje é sobre "Akane", a fantasma do rádio.

Lakshmi

Bom aqui vai uma postagem sobre a Dinvindade Lakshmi. Para quem não sabe sou uma grande admiradora da cultura e devota da crença indiana. Para quem tiver curiosidade de ler, boa leitura. ~Ladydias


"Om Shrim Maha Lakshimiey Namaha"

"Eu Saúdo a Deusa da Beleza, do Amor, e da Prosperidade"

NAMASTE!

Lakshimi é uma divindade Hindu; a pronúncia correta de seu nome é Laxmi.

Lakshmi é a esposa do deus Vishnu, o sustentador do universo na religião Hindu. É o principal símbolo da potência feminina, sendo reconhecida por sua eterna juventude e formosura.

Pode ser vista sentada sobre uma flor de lótus ou segurando flores de lótus nas mãos e um cântaro que jorra moedas de ouro.

Geralmente atribui-se a Lakshmi o símbolo da suástica, que representa vitória e sucesso. Apadma é o nome dado Lakshmi, quando representada sem o lótus ao sair do Oceano.

Lakshmi é também conhecida como Shri, é personificada não somente como a Deusa da Fortuna, mas também  do amor, e da beleza. Lakshmi ergueu-se do mar de leite, o oceano cósmico primordial, segurando um lótus vermelho em sua mão. Cada membro da divina trindade - Brahma - o Criador, Vishnu - o mantenedor e Shiva - o destruidor,  desejava tê-la como esposa. O pedido de Shiva foi recusado porque ele já havia pedido a Lua, Brahma tinha Sarasvati, então Vishnu pediu por ela e ela nasceu e renasceu como sua consorte (esposa) em todas as suas dez encarnações. Mas apesar de ter ficado com Vishnu, Lakshmi continuou sendo devota de Shiva.

Rostos...

Os rostos tornaram-se uma parte da minha rotina diária. Eles me seguem onde quer que eu vá, eles choram comigo, eles sentem a minha dor comigo, eles me sentem. Eles sabem quem eu sou, por dentro e por fora. E por mais que eu tente fugir, eles sempre me encontram.
Eles estão comigo quando eu durmo à noite.
Às vezes, eles são alegres, com grandes cílios longos e sorrisos cintilantes. Esses rostos também aparecem em dias bons, quando estou no meu melhor. Eles me pegam com seus braços invisíveis e transportam-me a lugares invisíveis aos olhos humanos. Eles existem apenas quando sonho...
Outras vezes, eles são absolutamente repugnantes. Horríveis, rostos com caretas e olhares de terror, outras vezes de malícia. Eles são pálidos e manchados de sangue. Esses rostos aparecem em dias ruins, apenas aumentando meu terror. Eles levam-me a lugares de medo, minha alma se contorce e retorce, tentando se libertar de suas garras. Suas mãos são terríveis. Eles me abraçam, friamente, e com tanta força. Sempre tão firmemente...

Ressuscitação de uma criança


A revista “Planeta” publicou em março de 1978 uma reportagem do jornalista francês Robert Grainville que participou no Daomé (África) de um dos mais impressionantes rituais de iniciação da Magia Negra. Diante dos seus olhos, uma moça que estava clinicamente morta há sete dias foi ressuscitada pelos sacerdotes do orixá Sapata, o deus da terra e da varíola. O relato do jornalista é demonstrado a seguir:

Um grito de dor, após o ritual em homenagem ao orixá Sapata.
A moça, que estava clinicamente morta, volta à vida.
Marcando o ponto culminante da festa da ressurreição, uma das cerimônias mais importantes entre os f fons do Daomé.

Um povoado africano, em meio à densa floresta tropical do Daomé. As casas circundam um espaço vazio, espécie de praça central. Tudo é ainda silêncio, e ninguém permanece na praça. Mas o dia de hoje não é como os outros.

De repente, do interior de uma das casas maiores, uma espécie de convento, ouvem se gritos lancinantes de mulheres. Como que despertados por esses gritos, os atabaques começam a tocar.
É preciso esperar. Eu, europeu, e os demais habitantes não iniciados temos que aguardar o término da cerimônia de adoração do orixá, feita no interior do convento, e assistida apenas pelos sacerdotes e sacerdotisas. Logo após, no meio da praça, todos assistiremos à demonstração do poder de Sapata (deus da terra e da varíola, correspondente a Omulu e Abaluaé nos cultos afrobrasileiros).

Momo – O Monstro de Missouri


Hora ou outra essa criaturinha nada agradável resolve aparecer no Missouri, EUA. A primeira vez que se ouviu falar do Momo data de julho de 1971. Duas mulheres faziam um piquenique num bosque da cidade de Louisiana, quando viram um “meio-macaco, meio-homem”, que exalava um cheiro terrível. A criatura saiu de um matagal e aproximou-se delas, emitindo um “leve ruído de gargarejo”. As duas mulheres correram dali, se dirigindo ao carro. A criatura comeu os alimentos do piquenique e voltou ao mato. As duas registraram queixa na delegacia daquela cidade, mas só tornaram o fato público em 1972, depois que casos semelhantes foram declarados por outras pessoas.

Naquele ano, 1972, três crianças brincavam quando viram um animal em pé, ao lado de uma árvore. De acordo com as crianças, a criatura possuia de 1,80 a 2,10 metros de altura e possuía uma densa pelagem negra; carregava debaixo do braço um cachorro morto.

Tasukete Kudasai!


Yo oi pessoal,Caroline,novamente com mais uma lenda japonesa.

Essa lenda é super famosa pelas escolas do Japão.As pessoas lá evitam passar na sala de música após as 3 da tarde por causa dessa lenda.

Os 11 Filmes Mais Insanos e Grotescos da História do Cinema

E ai pessoal, aqui é o Darth, hoje o post é estilo "CTRL+C;CTRL+V ao Extremo". Eu não pude traduzir uma creepypasta porque a minha mão direita está quebrada (me ferrei, pois é), então fica difícil de digitar. Pelo menos eu dei uma editada nesse texto, que tinha uns erros de triturar o português. Ai vai alguns dos filmes mais insanos e grotescos que você já viu (ou não).

AVISO: SE VOCÊ NÃO GOSTA DE GORE OU TEM ESTÔMAGO FRACO, NÃO LEIA. +18 (Olha que ironia um menor de 18 fazendo um post +18 o/) 
                                                                             ---------

Emily

Gente foi mal por parar de postar de repente (dependente dos pais não é fácil) mas agora eu voltei depois desses dias todos e vim para cumprir minha cota de postagens, como sou todo sentimental vou ficar tentando compensar o tempo perdido u.u, bem ai vai uma creepy:

Emily é uma menina corajosa. Ela pode cuidar de si mesma e não precisa de ser a donzela em perigo. Ela é engraçada, inteligente, borbulhante, e alegre. Seu sorriso ilumina um quarto. Ela era linda, como se isso ainda importasse. Não importa o que ela parecia, eu iria amá-la de qualquer maneira. Eu amo Emily, caso você não tenha percebido.

Por que esse amor por ela? Bonita, inteligente, alegre. Era tudo que eu poderia querer. Ela tinha algumas peculiaridades também. Ela disse que odiava, mas eu achava tão bonito. Às vezes, ela fazia um guincho um pouco barulhento quando era surpreendida. Outras vezes, se ela fosse pega de surpresa seus olhos se alargavam e ela parecia dez vezes mais bonita... como antes. Ela era adorável. Ela parecia tão inocente assim. Ela tinha dois melhores amigos sólidos, mas ela não estava com medo de fazer novos. Ela estava confiante, mas modesta. Ela sempre foi boa para todos que ela conheceu.

RELATO DOS LEITORES #2

"Ola ,eu sou o Silvio e vim aqui para contar para vcs sobre uma Noite Sinistra que eu tive:

Foi no ano de 2002 , na época eu tinha 19 anos e morava com meus pais . Um irmão meu que era casado foi viajar e me pediu para cuidar de sua casa ,e como sempre prestativo disse "sem problemas" .Sai da casa da minha namorada la pelas 22:30 e fui para a casa dele .

Eu era um filho caçula de uma familia com 6 irmãos , ou seja , não tinha muito o abito de passar uma noite sozinho e, apesar de meus 19 anos sempre fui meio cagâo kkk, quando eramos pequenos sempre nos reuníamos no quarto de meus pais para escutar os "causos" que eles contavam , lá da época do meus avós ,lá no sitio . e eu pra ajudar sou como muitas pessoas , que tem dificuldade para dormir em outra casa que não seja a minha , em outra cama ...

Pois bem , cheguei na casa de meu irmão e assisti um pouco de tv tomando umas latinhas de cerveja e la pelas meia noite fui deitar , e devido ao cansaço logo adormeci .

Lá pelas 3 da madruga acordo sentindo um pouco de frio ,e como ja disse não conseguia dormir . Quando vc esta em uma casa que não esta acostumado , a noite é bem diferente , a claridade ,ruidos, e vc acaba meio que prestando a atenção em tudo, o que tira ainda mais o sono.

Kousaten no onna no ko


Oi,oi,Caroline aqui de novo.Me desculpem por não ter postado.Não postei no 1º dia porque estava fazendo um layout e no segundo porque eu tava de castigo.

Hoje vou falar da lenda da "Kousaten no onna no ko" ou "Moça do Cruzamento".

Ghoul


O ghoul, ou demônio (gul) são criaturas sobrenaturais da mitologia árabe, cuja principal característica é comer carne cadáveres. No Brasil os Ghouls recebem o nome de carniçais um monstro folclórico que consome carne humana, é comumente classificado como morto-vivo e sempre associado à cemitérios.

Geralmente eles habitam os desertos, assaltam túmulos e bebem sangue. Habitam debaixo da terra e outros lugares inóspitos. Ele pode tomar a aparência da sua ultima presa, para  seduzir mais vítimas e é bem inteligente.

Já no folclore iraniano, um ghoul é uma criatura parecida com o ser humano, porém maior e com uma aparência mais agressiva e ameaçadora, tal como são os orcs nos contos de fantasia medieval, mas não são necessariamente maus. Inclusive a palavra "ghoul" é usada para se referir a alguém alto, sem intenção de insultar.

10 Características Comuns aos Assassinos Seriais Potenciais


A mente criminosa sempre foi um assunto que despertou interesse: o que faz um criminoso agir como age? Como discernir na multidão aquelas pessoas que têm o potencial para cometer um crime?
 
A lista abaixo contém características que são comuns na maior parte dos assassinos seriais (serial killers), mas certamente não vai dizer se alguém é um potencial assassino ou não; apenas identificar alguns “sinais de alerta”. Do mesmo modo, se você identificar-se com algumas destas características, também não significa que você é ou vai se tornar um assassino serial. Por via das dúvidas, procure ajuda profissional, ok? xD

10 – ABUSO DE ÁLCOOL E DROGAS


Crianças expostas ao abuso de drogas e álcool ainda no útero podem sofrer de sérios defeitos congênitos. Pequena abertura dos olhos, retardo, cabeça e cérebro pequenos e problemas no sistema nervoso central são só alguns dos desafios que elas têm que enfrentar, quando sobrevivem.

Crescer em um lar onde há abuso de drogas pode ser pior. Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, distúrbios de afetividade, dúvidas e sentimentos de inadequação, depressão e problemas de comportamento se tornam evidentes já na infância.

De acordo com estatísticas do FBI (Departamento Federal de Investigação americano), os lares em que mais de 70% dos assassinos em série passaram sua infância tinham problemas relacionados a abusos de álcool e outras substâncias. Seja como for, muito poucos assassinos seriais (relativamente) eram viciados em álcool e drogas, mas muitos deles tiveram contato com estas substâncias na juventude.

Atrás da Porta

Abro meus olhos, minha visão está embaçada. Não sei ao certo onde estou, mas parece ser... Um quarto de hospital. Que diabos eu estou fazendo aqui? Eu deveria estar no aniversário do meu filho. Que droga, não consigo parar de tossir, há quanto tempo eles não limpam esse lugar?

Chamo a enfermeira. Ninguém responde. Decido me levantar e procurar por alguém, mas meu corpo parece não obedecer muito bem meus comandos. Finalmente, consigo ficar sentado na cama. Apoiando-me lentamente no chão, consigo ficar de pé, mas minhas pernas parecem estar petrificadas. Tento dar um passo, consigo executar com sucesso, tento dar outro passo, caio.  Meu corpo parece estar pegando fogo, sinto como se meus músculos estivessem rasgando. Enquanto me contorço no chão, percebo a decoração em minha volta. Há flores murchas e um desenho do meu filho com a data de ontem. O que aconteceu comigo? Eu só posso estar enlouquecendo, preciso sair daqui.

O que você faria?


Olá!Aqui é a Caroline.Não postei ontem porque...Bem,vou falar a verdade.Fiquei jogando o dia inteiro (ser gamer é isso...).

Vou procurar postar 2 vezes hoje, para compensar. O que trouxe hoje para vocês não é uma lenda,não é nenhuma história de Creepypasta, é só um pequeno teste que eu elaborei. É bem simples.

Tonari no Totoro - O outro Lado: Verdadeiro ou Falso?

“Duas irmãs Satsuki e Mei, acabam se mudando para uma área rural junto com o pai, devido aos problemas de saúde da mãe que estava em um hospital. Na casa nova, com vizinhos novos, as meninas crentes em fantasmas e outras coisas acham que a casa é amaldiçoada. O tempo passa, e em uma das brincadeiras de Mei, a mais nova, ela acaba caindo num buraco, onde ela encontra um ser místico fofinho chamado Totoro (Troll do inglês) e ela insiste em chamar de Totoro. Em algumas situações ~que eu não vou contar, háá~ Totoro acaba sendo o guardião das meninas, pelo simples fato delas terem sido gentil com ele.”

Será mesmo?

"Bem, tem gente que diz que Meu Vizinho Totoro tem sua história baseada em um caso de assassinato que ocorreu no Japão em Maio de 1963, se você é brasileiro, e assiste jornal, não vai se surpreender com o caso, mas para entender a análise, temos que ler sobre:

7 Maneiras Estúpidas de se Suicidar Acidentalmente - Parte 2

1- A stripper e o bolo.


Em agosto de 1997, um grupo de amigos contratou uma stripper para emergir de dentro de um bolo em uma festa de despedida de solteiro. O bolo chegou, foi levado para a festa e nada da stripper sair. Todo mundo achou que ela havia desistido, mas ela foi encontrada morta dentro do bolo. Gina Lalapola, de 23 anos, morreu sufocada por ficar tempo demais no interior do bolo, que não tinha nenhuma saída de ventilação. (¬¬)

Risadas

Você acorda assustado, com falta de ar, se recuperando de um pesadelo. É o mesmo pesadelo que vem se repetindo há semanas. Toda noite, você vê impotente a mesma maldita cena se desenrolar diante de seus olhos.

Há crianças correndo ao redor de um parque infantil, e uma menina sobe através das barras de macaco. Você tem essa sensação nauseante de que algo está prestes a acontecer, mas não sabe o quê. Você tenta gritar para a menina para alertá-la, mas a única coisa que escapa de sua garganta é ar. Agora que você percebe que é tarde demais, tenta bloquear a visão de como a menina cai, causando uma rachadura revoltante a soar por toda sua cabeça. Você olha impotente seu corpo flácido, juntamente com o resto das crianças que riam apenas alguns minutos atrás... Até que você acorda suando frio, percebendo que era apenas o mesmo pesadelo novamente. Você não se acostumou com isso, e acha que nunca conseguirá. Ainda em seu torpor sonolento, você olha para os números digitais verdes e brilhantes olhando para você. É agora 1:30 da manhã, o mesmo que da última vez. Neste ponto, você tem toda a esperança de voltar a dormir, mas vai ao térreo para pegar um copo de água.

Você percebe que tem trabalho na parte da manhã. Cerca de uma semana atrás, você começou a ajudar a demolir uma antiga escola que não tem sido usado desde a década de 60. Estranho, já que foi quando o pesadelo começou.

"Ótimo", você diz entre goles, "Como é que eu vou  trabalhar corretamente com apenas quatro horas de sono?"

Mais tarde naquela manhã, você chega na escola. Sinais óbvios de idade eram mostrados por todo o edifício, tais como tubos enferrujados, plantas crescendo nas paredes, pintura lascada, e a camada de pó que revestia cada superfície dentro da área.

"O que aconteceu a este lugar?" Você diz enquanto atravessa as portas da frente.

Apenas Outra Meia-Noite

Desculpa o texto grande,mas vale a pena.
Se for direto pro final, o Monstro de Bacon vai te pegar hein!
                -------------------------------------------------------------------------------------------------

 ”Eu não poderia existir em um mundo desprovido de maravilhas... 
mesmo que me assuste considerá-las.”
    - Catlin R. Kiernan

12:09 AM

Tem que haver algo de errado comigo. Sério, eu tenho 22 anos de idade e ainda tem medo do escuro. Eu não sou um garotinho, mas eu não posso trabalhar até a coragem simplesmente desligar as luzes e ir dormir.  Ok deixe-me explicar como cheguei a isso. Há um minuto eu estava me divertindo, escrevendo um artigo sobre pinturas rupestres do Paleolítico para a minha aula de história da arte, e, em seguida, sem aviso imaginei que havia algo de assustador me esperando no corredor do meu apartamento, efetivamente prendendo-me no meu próprio quarto. Você vê, eu fiz mais do que apenas arrastar-me para fora, porque comigo, o medo tem a tendência de sair de controle em níveis de estupidez incompreensível.

No começo eu apenas ignorei, continuando com meu trabalho na esperança de que a sensação de ser perseguido iria embora por conta própria. Não aconteceu, e eu estava começando a me preocupar que alguns gritos de terror estavam a ponto de romper a porta, então eu tive que checar para ter certeza de que estava bem travada. Depois disso, eu não conseguia me concentrar em obter meu artigo escrito, como todos os outros minutos, eu tive que desviar o olhar do meu monitor para ver se a porta ainda estava fechada. "Isso está ficando ridículo", eu disse em voz alta para ninguém em particular, "é apenas a minha imaginação ferrando comigo." Qual é honestamente a verdade aqui. Eu sei que se eu fosse abrir a porta e olhar para o corredor, nada aconteceria. Uma única ação e "puf", a sanidade fica restaurada. O problema, claro, é a parte de abertura real. Isso é sempre quando a ansiedade atinge seu ponto alto.

Essa treta (NT: podia ter colocado outra coisa, mas preferi colocar treta, porque sim.) começou cerca de 30 minutos atrás, pouco antes da meia-noite, e não parece que está prestes a ir embora tão cedo. Então, é isso, eu estou preso no meu quarto para o que parece ser a centésima vez, a sós com o meu computador e pensamentos de bichos papões estranhos. Na verdade, essa coisa toda me faz questionar onde esses irracionais delírios paranoicos começaram. Essa é uma história interessante, na verdade, e isso aconteceu muito tempo antes que alguém pudesse me chamar de louco.

RELATO DOS LEITORES #1

Recebi esse relato pelo e-mail do MS e estou postando com a intenção de que essa pessoa possa ter alguma ajuda. Por favor, não façam comentários debochados. Só dê sua opinião se tiver interesse em ajudar e souber como ela deve proceder para sentir-se bem. ~Ladydias.

Olá, Blog Medo Sensitivo!

Meu nome é Juliana.

Vou mandar pra vocês um relato MEU, que na minha opinião, é bem sinistro ^^

Relatos da Minha Mente:

Sinceramente, eu acho que o meu quarto tem alguma coisa fora do normal. Às vezes eu sinto que tô sendo observada e isso me dá agonia.

Acho que tem alguma coisa estranha aqui porque tenho a impressão que o meu quarto é mais frio que o restante da casa. Do nada vem uma brisa no meu rosto, uma brisa muito fria.

Não sei se eu tô pirando, mas uma vez eu senti que alguma coisa mexeu no meu cabelo quando eu tava deitada.

Teddy


Minha irmã tinha um ursinho de pelúcia, um assustador ursinho de pelúcia. Eu não sei porque, mas ele me assustava. Era tão perturbador para mim. A coisa tinha olhos que pareciam tão reais. Era como se fosse feito de um urso real e seu rosto era apenas branco e inquietante.

Primeiramente eu comecei a ter sentimentos estranhos sobre o urso quando minha irmã o
ganhou, ela era apenas um bebê na época, e eu tinha quase 4 anos. Nós tínhamos um cachorro, e
ele tinha o hábito de comer as coisas, então minha mãe sempre tinha que o colocar em uma
pequena sala no corredor do andar de cima. Toda as vezes que subia aquelas escadas, eu via o urso estranho de repente brilhar no canto pra mim, é como se ele estivesse me observando.

Essa não é a parte estranha; começou a ficar realmente estranho uns 5 anos depois: com 6-7 anos minha irmã perdeu o interesse no urso, então minha mãe apenas o jogou no armário de brinquedos antigos,o único problema era que o armário ficava no meu quarto.


Quando eu tinha 9 anos, idade suficiente para ficar sozinho e ir para cama sem qualquer
assistência, todas as noites eu deitava na minha cama e apagava minha luz. Foi quando ficou
estranho. Eu estava ficando com sono, mas de repente lembrei da minha mãe colocando o ursinho no armário; lentamente me virei para olhar em todo o meu quarto, para vê-lo através do vidro. Meu coração de repente parou, enquanto eu pensava nos horrores que o ursinho havia me causado, mas com 9 anos, eu queria crescer e perder meus medos, então só sacudi a cabeça e me deitei.

Gatos e os Benefícios Espirituais

Aqui vai mais um SUPER post bem interessante sobre os felinos. O texto é bem extenso, mas vale à pena! Recomendo a quem gosta de história, curiosidades e espiritualidade. Boa Leitura. ~Ladydias.

Resumo da Cultura dos Gatos

O primeiro ancestral do nosso querido gato doméstico, o Miacis viveu aproximadamente há 40 milhões de anos, era um animal com características muito diferentes em relação à classe atual dos felinos. Acredita-se que ele vivia em árvores para se proteger dos predadores. Na evolução da espécie o Dinicts, foi o que começou a ter traços semelhantes aos felinos de hoje, isso aproximadamente há 10 milhões de anos.
Estão presentes na sociedade, como animais domésticos, desde cerca de 9 mil anos atrás. Nesse tempo, foram perseguidos, adorados como deuses, serviram de utilidade pública, ou simplesmente amados por uma família. Há 2 mil anos, o gato era tido como animal sagrado no Antigo Egito. Bastet, a Deusa da felicidade e da fertilidade, era geralmente representada por uma mulher com uma cabeça de gato, bem como o seu animal-totem, que igualmente era considerado um Deus. Além de Bastet, Rá e Osíris, também Deuses egípcios, ocasionalmente eram representados por figuras de felinos.
Os egípcios apreciavam de tal maneira seus gatos que sua exportação era expressamente proibida, mas os mercadores jônicos entregaram-se a um lucrativo contrabando que permitiu ao gato caseiro alcançar primeiro a Ásia Menor e depois Europa. Na Índia o gato foi, domesticado na mesma época que no Egito. A China já conhecia o gato-caseiro 1.000 anos antes de nossa era, o Japão um pouco mais tarde.
A Idade Média foi, de um modo geral, hostil aos gatos, que eram associados às feitiçarias e considerados criaturas diabólicas. Nesse período eles passaram a ser perseguidos pelos fanáticos religiosos, os mesmos que os acolheram durante muito tempo, os cristãos. Era visto como um animal do Diabo, pricipalmente os de cor preta e também por causa da sua ligação com Bastet, Deusa da fertilidade e Fréia, a Deusa do amor. Milhares de gatos foram queimados em praça pública, juntamente com mulheres acusadas de bruxaria.
Somente após o final da Idade Média os gatos puderam desfrutar as suas sete vidas da maneira que sempre quiseram, instalados confortavelmente nas casas dos humanos, com comida à vontade e várias regalias. É desta época que parte a maioria das superstições, das quais algumas chegaram aos nossos dias. Em diversas culturas da Antiguidade, em especial nas culturas orientais, o gato era considerado um guardião das almas dos mortos, detentor dos mistérios da vida e da morte, um condutor que as levava até o outro lado. Sob esta perspectiva, o gato era adorado como Divindade, e reverenciado como animal de grande poder místico. O gato imortal existe, em algum mundo intermediário entre a vida e a morte, observando e esperando, passivo até o momento em que o espírito humano se torne livre. Então, ele irá liderar a alma até seu repouso final. (The Mythology Of Cats, Gerald & Loretta Hausman).

Hiperdontia

"Hiperdontia é a condição de ter supranumerários, ou dentes que aparecem além do número normal de dentes."


Tipos

Supranumerários podem ser classificados pela forma e pela posição. As formas incluem:

  • Suplementar (onde o dente tem uma forma normal para os dentes, em que a série);
  • Tuberculados (também chamado de “em forma de barril”);
  • Cónico (também chamado de “peg moldada”);
  • Odontome composto (múltiplos pequenos dentes formas semelhantes);
  • Odontome complexo (uma massa desorganizada de tecido dental).

Quando classificados pela posição, um dente supranumerário pode ser referido como um mesiodens, um paramolar, ou um distomolar.

The Hole of Happiness


Em um beco esquecido no subúrbio de Sacramento, Califórnia, há um velho Burger King fechado. Ele se encontra deserto há alguns meses, ninguém se propõem há comprar o local nem á usar suas locações, ninguém nunca dá uma razão para isso. Todas as portas estão trancadas e você não pode ver através delas, a menos que erga uma das placas fortemente pregadas, e isso parece sempre chamar a atenção de algum oficial da lei.

Um homem em especial chamado Jorge, que é por um acaso um policial tem uma cisma com aquele local e frequentemente para sua viatura por perto para ver se algum engraçadinho entra na lanchonete desativada. Se você, eu, ou alguém, tentar entrar será perseguido até os confins da terra por Jorge, acontece que ele conhece a história do local, e ele persegue o assassino de seu filho, que morreu á sete anos, atacado por um açougueiro maluco, que odiava crianças, e adorava Burger King.

Mas existem maneiras de entrar.

O Viaduto das Almas


Na BR-040, perto de Belo Horizonte, em Minas Gerais, sobre o riacho das almas e seu grande vale há uma ponte gigantesca, chamada de Viaduto das Almas. Ela se curva em ângulo fechado, obra de extrema beleza e fruto da arquitetura dos anos 50, extraordinariamente se projeta sobre o vale em toda sua extensão. Foi inaugurada em 1957, não havia na época um tráfego tão extenso de veículos na antiga BR-3. Seus arquitetos a projetaram muito estreita, sendo apenas possível dois veículos em seu comprimento. Ressalvando que na época não havia fluxo tão intenso de trânsito.

Hellblazer

E ai pessoal, eu sei que eu só posto contos e creepypastas, mas acho interessante postar sobre isso.
                                                                   -------


Hellblazer é uma História em Quadrinhos (HQ) de terror, pertencente à editora estadunidense DC Comics, que conta a história de John Constantine e suas aventuras sobrenaturais. Arrogante, negligente e enganador, Constantine é um exorcista, ainda que use seus poderes de forma um tanto sutil. Tem vastos conhecimentos sobre ocultismo, demonologia e outros assuntos obscuros.
 

Terras Tranquilas

A milhares de quilômetros de distância existe um sótão. Ninguém sabe sobre o sótão, por uma razão muito boa. Se você tivesse que ficar fora do prédio que o sótão está, você seria fortemente pressionado a ter coragem para  entrar no edifício irregular, em ruínas. Lá fora, em uma placa que foi rasgada e desbotada pelo vento e pela água, é a origem do motivo porque ninguém entra. Na placa se lê "Instituição Mental Terras Tranquilas". Muitas das letras se apagaram. Se você tivesse que caminhar adentrando ao ranger, tapado por tábuas na porta, você se encontraria com a escuridão. A única luz de vela segurada por uma mão invisível, e os golpes do vento soprando na porta fechada atrás de você. Pelo menos, você espera que seja o vento. Olhando ao redor, você vê uma escada raquítica em espiral. Mil teias de aranha. Um espelho que você pensa ter visto um flash de um rosto. Mas você ignora como se nada tivesse acontecido. Apenas um truque da luz. Ou então você espera. Você leva a vela com você enquanto você vai até a escadaria que range sob o seu peso.