segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Duppy

Duppy é uma palavra do patoá jamaicano, originária da África Oeste, que significa fantasma ou espírito. Grande parte do folclore do Caribe gira em torno dos duppies. Os Duppies são geralmente considerados como espíritos malévolos. Diz-se que eles saem e procuram as pessoas geralmente à noite, e as pessoas da ilha alegam de tê-los vistos. 'O Bezerro Urrante', 'Cavalo de três patas' ou o 'Ol' Higue' são os exemplos dos mais maliciosos dos duppies.

O folclore de Duppy origina-se do banto - língua da África do Oeste. Um duppy pode ser uma manifestação (no ser humano ou na forma de animais) da alma de uma pessoa morta, ou um ser sobrenatural malévolo. Na cultura Jamaicana, acredita-se que uma pessoa possui duas almas - uma boa alma e uma alma terrestre. Na morte, a alma boa vai ao céu ser julgada por Deus, enquanto o espírito terrestre permanece durante três dias no caixão de defunto com o corpo, onde ele pode escapar se as precauções próprias não forem tomadas, e aí ela aparecerá como um Duppy.

De acordo com o artigo chamado “Jamaican Duppy Lore“, de MacEdward Leach para o jornal de Folclore americano, em 1961, o Duppy pode se manifestar de três maneiras: como a alma de algum conhecido já falecido, tomando a forma humana; Como alma de algum monstro (ou besta) que toma a forma de animais como a cobra ou camaleões; ou uma ordem sobrenatural que fica vagando e é sempre associada à morte!

Ainda, segundo o artigo de Leach, a crença no tal Duppy é tão forte que muitos afirmam que já chegaram a ter filhos levados pelo espírito.

Os Duppies são inquietos espíritos dos mortos que assombram os vivos à noite. Diz a lenda que para manter os Duppies fora de casa é preciso se jogar grãos de sal ou de arroz em toda a residência, como o duppy primeiro tem que contar cada grão antes de entrar, o sol já terá nascido antes que termine e ele terá que retornar ao mundo dos espíritos.

Bom, toda essa explicação sobre os Duppies serve para mostrar o quanto essa crença é forte na Jamaica. E foi justamente lá que o caso do menino atormentado por um duppy ganhou proporções gigantescas. O caso aconteceu em Martin Street, em Spanish Town na Jamaica. De acordo com a matéria feita pela CVN News, o garoto afirma que o tal fantasma seria de um amigo dele, falecido há 4 anos, e que o tal espírito lhe aparece sempre usando um chapéu branco e uma calça e um relógio de pulso pretos. O fato é que o duppy não só atormenta o garoto como também arremessa objetos por toda a casa.

O fenômeno, que é chamado de Poltergeist por especialistas, deixa algumas questões a serem observadas:

  • Nas ocorrências mostradas na reportagem, sempre há alguém perto do garoto. A mãe dá um grande apoio, tanto físico como psicológico, ao menino.
  • No caso da cadeira, muitos afirmaram que alguma corda poderia ter sido amarrada para ser puxada na hora certa. Imaginamos o contrário: o próprio menino pode ter usado sua perna direita para dar um impulso para trás.
  • Já a cena do pequeno rapaz sendo levantado pelos pés impressiona! Pena que, coincidentemente, as luzes se apagam antes da manifestação!
  • Comentem abaixo quem achar que ao se apoiar na mãe, o sorridente menino faz a cena tornar mais verossímil.
  • Apesar da família afirmar que objetos são arremessados dentro de casa, a equipe de reportagem não conseguiu presenciar nenhum acontecimento desse tipo.
Em um dos comentários postados no portal Sobrenatural, um leitor sugere que a criança ao mentalizar o amigo conseguiu abrir um canal de comunicação com “o outro lado”. De fato, o garoto pode, sim, estar acreditando tanto na volta do amigo morto que ele mesmo pode criar os “fenômenos” sem nem perceber.

Curiosidades

O termo "duppy" foi apresentado em vários trabalhos musicais caribenhos, passando por Lee "Scratch" Perry, até Bob Marley que escreveu a música "My Cup". Marley queixava-se à Lee que ele também estava se tornando "bem-sucedido" e por isso estava sendo importunado por hangers-on (escoradores, pessoas que o usam como um "cabide") e sanguessugas, referindo-se a eles como duppies no contexto de "vampiros humanos" (como na gíria brasileira "bicão"). Lee ao que parece consolou-o dizendo, "olhe, classificaremos isto assim - somos conquistadores de duppies." Bob então passou a escrever "Duppy Conqueror", música lançada em vários álbuns, dentre eles Soul Revolution e Burnin'. O termo "duppy" também é referido na canção "Mr. Brown." Vários outros artistas jamaicanos registraram canções que se referem a Duppies, inclusive Bunny Wailer's "Duppy Gun", e Ernie Smith's "Duppy Gun-Man". Yellowman lançou um álbum intitulado Duppy or Gunman.[5] Lançado também Drum & Bass, single escrito pela dupla Chase & Status e Capleton chamado "Duppy Man", com a faixa "Top Shotta" no lado B do vinil. Foi lançado no Breakbeat Kaos label em 2005. Em 2008, o artista do dancehall jamaicano Demarco fez um hit com o single 'Duppy Know Who Fi Frighten" no famoso "Shoot Out" riddim. Duppy é também o nome de uma das três partes do grupo indie/electro de Deptford, Londres.

Os Duppies aparecem como inimigos comuns no videogame de Acclaim Shadow Man (disponíveis para Nintendo 64, Sony Playstation, Sega Dreamcast, and PC). Neste jogos, eles aparecem como criações humanóides cadavéricas que atacam à queima-roupa com as suas garras e a partir de certa distância eles vomitam uma gosma verde. Há também um segredo no jogo que você pode destrancar o que permitirá que você modifique a aparência dos Shadow Man's para que eles pareçam um Duppy. (o cheat "Play as Duppy").

O termo "duppy" também é usado na novela de 2005 de Neil Gaiman's, "Anansi Boys".  Nas Amazing Stories (TV Show – no Brasil sintoniza no canal xx) o duppy aparece no episódio intitulado "The Sitter." (A babá) Neste episódio a babá jamaicana alerta as duas crianças (uma delas o jovem Seth Green) sobre o duppy que se esconde em armários e embaixo de camas. Ela explica que eles são espíritos infelizes que são atados à terra e tentam atacar as pessoas. Uma representação visual de um duppy então aparece brevemente no episódio e ataca as crianças.

Um caso famoso que bombou na net em 2010:


O vídeo acima mostra reportagem sobre um menino que está sendo atacado por fantasma na Jamaica. Na segunda quinzena de novembro de 2010, um vídeo que mostrava um garoto sendo assombrado por um fantasma começou a pipocar na web.

Foi assistido por mais de 370 mil pessoas (só no Youtube), o filme é uma reprodução de uma matéria feita pelo programa CVN News, sobre um garoto de 11 anos que – segundo o povo local – estaria sendo atacado por um fantasma, ou um “Duppy” de um amigo (que havia morrido há 4 anos!).

Em um trecho da reportagem, o garoto tem a cadeira onde está sentado arrastada em direção a uma porta, e sua mãe consegue segura-lo a tempo (não sabemos a tempo de que!). Tudo acontece na frente das câmeras, aparentemente sem cortes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS