domingo, 9 de setembro de 2012

"Tamam Shud" - O Homem Desconhecido


A vítima foi encontrada morta às 06:10 AM, em 01 de dezembro de 1948, sob um poste de luz em Somerton Beach, Austrália. Isso é basicamente tudo que se sabe sobre este homem, além dos códigos aparentemente indecifráveis que ele deixou para trás.

A questão começou a ficar complicada quando a polícia percebeu que as etiquetas de suas roupas tinham sido removidas. Só conseguiram descobrir a origem do casaco: Estados Unidos. Estranho, porque nem a arcada dentária, nem suas impressões digitais pertenciam a alguém que vivia (ou viveu) lá, ou em qualquer outro lugar do mundo. Era como se ele nunca tivesse existido.

A autópsia revelou uma condição física excepcional, uma polpa semi-digerida em  seu estômago que congestão (aumento local do volume de sangue) em seu cérebro e estômago, que seria decorrente de um envenenamento. Isso seria coerente se não fosse o fato de que eles não encontraram nenhum vestígio de veneno em seu corpo. Eles também constataram que seu baço era três vezes maior do que o normal.
Eles descobriram uma mala marrom que aparentemente pertencia ao homem, mas só tinha mais roupas sem etiqueta e uma jaqueta.

A polícia também descobriu um bolso secreto na calça do homem, que continha um pedaço de papel com as palavras "Tamam shud." Que significa "Concluído" ou "Finalizado".

O texto parecia um pedaço de papel arrancado de um livro. Era de uma coleção de poemas chamado "O Rubaiyat de Omar Khayyam." E não se tratava de qualquer Rubaiyat, era uma tradução específica, extremamente rara.

Depois de uma busca exaustiva, eles encontraram uma cópia do livro no banco de trás de um carro encontrado perto do local da morte. "Tamam shud" não estava nas páginas do livro. Em vez disso, encontraram um cartão de biblioteca com o nome do falecido impresso.

Na parte de trás do livro foi encontrado o seguinte código:

MRGOABABD
MTBIMPANETP
MLIABOAIAQC
ITTMTSAMSTGAB

Cinco conjuntos de letras aleatórias, o segundo riscado. Então o que isso quer dizer? Nada, absolutamente nada. Até hoje, o mistério permanece sem solução. Não se sabe o que àquilo significa...

O código seria resultado de uma mente perturbada, ou tédio crônico, talvez? Aparentemente, não. Tentativas mais recentes para resolver o caso têm mostrado que as letras não são colocados lá por acaso, sendo uma espécie de código secreto com o qual nós não estamos familiarizados.

Fonte: http://elapocalipsisvaallegar.blogspot.mx/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua alma está mesmo segura dentro de você?

SENSITIVOS